Flores de Plástica

Meu amor era verdadeiro, e o teu era pirata. O meu amor era de raça, e o teu não passava de um pedaço de lata.

Meu amor era rio, e o teu não formava uma fina cascata. Maravilha era de ouro, e a Carla era de Prata…

Ex my love, ex my love, se botar Maravilha na roça, a torcida vota e a gente devolve…

mara-maravilha-pode-ser-eliminada-de-a-fazenda_449847

Resiliência

Propriedade que alguns corpos apresentam de retornar à forma original após terem sido submetidos a uma deformação elástica.

Capacidade de se recobrar facilmente ou se adaptar às mudanças.

Apesar de adorar essa palavra, Carla não teve resiliência no programa. Tanto no quesito jogo, quando no quesito plásticas.

Carla não se adaptou às mudanças. Ficou parada feito botox apresentando sempre a mesma tática de jogo.

Passou todo confinamento fechada no seu casulo inicial, algemada à sua amiga pré programa Rayanne.

p1_8669

Carla começou planta, e aos poucos foi destilando veneno em seus adversários.

Uma alfinetada aqui, uma fofoca ali. A plantinha virou quase que uma hera venenosa se entranhando aos poucos na Fazenda.

Mas ela não soube se adaptar ao temperamento de cada companheiro de confinamento.  Foi uma planta de uma amiga só.

Num jogo de confinamento é sempre importante manter boa relação com seus oponentes pra tentar evitar votos. E isso, Prata não soube fazer.

Enquanto Rayanne se mantinha fora do radar, Carla estava sempre na mira de votos.

Como um Jequitibá Rei, plantada na frente de sua amiga, Carla servia de escudo para Rayanne, recebendo toda carga de machadadas dos lenhadores, enquanto a Branca de Neve cantarolava feito uma cabrita com o anão dengoso.

A planta, em vez de gerar frutos, acabava toda semana mordendo a maça envenenada.

branca-de-neve-wallpaper

Faltou o pomar amadurecer. Como uma laranjeira verde, sempre prateada, deu branco na hora de germinar, colhendo frutos apodrecidos.

Carla foi a quatro roças seguidas, e mesmo assim não mudou seu estilo de jogo. Parece até que entre uma lipo e outra, a moça mandou cortar a resiliência fora.

Cadê a tal capacidade de mudar e se adaptar?

Marcelo começou o jogo agressivo, atacando. Levou um tombo com a saída da Veridiana e se encolheu, murchou. Agora, encontrou em JP uma parceria e ambos se mostram mais soltos, arriscando algumas tiradas de humor.

Isso é mudar.

Já Prata, passou o jogo inteiro se indispondo com os outros moradores da casa, se preocupando apenas em garantir o colo da miguxa Ray.

Com uma postura firme e temperamento forte, Carla foi cultivando votos no seu jardim. Acabando sempre com a cabeça a ser podada, igual uma samambaia chorona.

Toda semana era sempre a mesma sinfonia: A roça parecia lhe chamar pra dançar e bailarina que é, não conseguiu recusar.

A campeã de roças, de tanto regar, acabou colhendo a sua eliminação.

carla

Dizem que as flores de plástico não morrem, mas as plantas de plástica, sim.

Agora, é hora de recobrar suas deformações e garantir sua resiliência na vida real.

E sorte da Carla que a Fazenda é na Record, se não ela teria o risco de ter que dar entrevista pra Nakamura no Faustão.

Anúncios

Um comentário em “Flores de Plástica

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s