PodCast BBB17 #1

E tivemos nossa primeira edição da Rádio Pavê analisando essa primeira semana do BBB17.

c3dm_56weaevh14

Só deixando um aviso que toda Segunda estaremos ao vivo na Rádio após a edição. E toda Terça, eu posto aqui no blog pra quem quiser ouvir.

No programa dessa segunda, nossos comentaristas serelepes analisaram:

  • O paredão entre Gabi X Marcos.
  • Gabi Flor pode ou não render no jogo
  • Gabi Flor se sairia melhor no BBB ou no Miss Universo?
  • Marcos está mais pra Dr Marcelo ou Dr Gê?
  • Formação do paredão e os votos inesperados
  • Roberta é a nova Cacau?
  • Antônio x Manoel
  • Emilly X Mayla
  • E uma rodada de palpites apostando os 3 finalistas do BBB

Deixem seus pitacos sobre quem vocês acham que sai hoje.

Deixem seus palpites apostando em seus 3 finalistas

Pulem, brinquem, participem!

Anúncios

25 comentários em “PodCast BBB17 #1

  1. Eu não faço ideia de quem sai hoje, mas gostaria que fosse a Gabi.
    Não, não acho q o Marcos fará barraco e talz, porém, como ela vota de boinha na Mayara e na Vivian prefiro ele.
    A Gabi e muito fofa, vai perdoar as 2 fácil e pode cair na lábia delas, assim como o Marcos que hoje já trocou figurinha sobre plástica com Mayara … OU SEJA … Não sei quem sai e não quem eu quero que saia …

    Depois do Miss Universo confuso desse ano, em que os padrões estão mudando, não sei onde a Gabi se daria melhor. PORÉM, eu acho que Gabi precisa de mais tempo pra entender como as coisas funcionam. Acho que ela seria otima BBB se o BBB acabasse em julho e deixassem ela imune só reparando como as coisas funcionam por 15 dias, mas pode ser que eu esteja me iludindo, pode ser.

    Marcos é um Dr Gê com o aprouch do Marcelo Psico

    Tdo mundo quer chegar na final sem ir pro paredão e sem tomar voto
    Tdo mundo quer eliminar quem achar vota nele sem se expor
    Tdo mundo quer fazer o jogo covarde
    Tdo mundo está fazendo o jogo do supor e quase ninguém acerta a realidade

    Roberta tem um Q de Cacau com Adélia
    Chora demais, quer ser mimada por todos, odeia quem não dá atenção pra ela, fala mal de quem não gosta e relativiza tudo. Ex: quando ela faz tudo bem, quando os que ela não gosta fazem vira problema.
    (Tenho quase a mesma visão da Ohana (é assim que escreve? Se eu errei, desculpa) pra Cacau. Não entendi o que ela tem de Ronan

    Eu gostava dos 4 gêmeos no jogo por motivos diferentes, porém eu confesso q conviver com o Antonio e com o Manuel seria bem dificil pra mim, acho o Antonio agitado demais e concordo com a Emilly q nem tdo q ele faz é engraçado, e quando eu não dou risada não é pq eu não gosto do Antonio é pq nem tdo q ele faz é legal mesmo. Manuel eu não gosto pq eu tenho trauma de gente religiosa que prega uma coisa e não faz o que prega.

    Adoro as 2 gêmeas, mas acho Emilly mais preparada pra ficar no BBB por um bom tempo e se bobear ganhar.

    3 finalistas !?!?!?
    Aaaaaaaaaaaiiiiiiiiiiiiiiiii

    Eu acho que vai chegar na final alguém com muita rejeição pra fazer o povo passar raiva + Emilly e Pedro
    (Acho q Manuel será o 4o lugar perdendo no paredão pra Emilly)

    Curtir

    1. eu ate entendo q antonio poderia ser um mau necessário pra tirar a casa do marasmo, mas ele era mt chato… nao dava mais pra aguentar ele no ppv

      sobre a roberta, acho q é mais uma cacau com adelia mesm, nisso concordo contigo

      Curtir

  2. Talvez a Flor ache que um participante pode ir adiante sem buscar a simpatia dos outros porque, afinal, Ana Paula era grossa e implicante e – de certa forma – se deu bem. MAS, a diferença é que Ana Paula juntava o destrambelhamento com um puta carisma. Aquele carisma que não é pra quem quer, mas pra quem tem. Nela, a gente perdoava coisas…imperdoáveis.

    Curtir

  3. Pra abrir, quero ir pro assunto menos importante que é ships – num creio que vou falar de ship! – e voto por “Émico”, pois a Emily como parzinho de Marcos só poder um mico mesmo.

    Ainda bem que o Breno apareceu! Como que o metralhador de ‘tipos’ não iria aparecer no 1o posdcast pra comentar a edição que tem a tipolândia? Seria um acinte!

    Amei, amie, amei que a Ohana pega mulher! E a ciência em que ela destrincha pra gente sobre o lado Dedessa e lado Rayanne da participante foi uma coisa de outro mundo. Como que a Ohanna tem essas epifanias? Incrível. Mas mais incrível foi a Ohanna não mandar ninguém tomar no c* no primeiro podcast oficial do BBB 17! Ohanna, cê tá bem? Acho que essa temporada tá te desanimando…

    Agora a parte mais séria: embora as najas sejam najas, vamos todos tentar sermos justos e falar das coisas como elas ‘realmente’ aconteceram e não de como a gente ‘percebeu/pensamos’ que aconteceram? Então vamos lá: as najas, durante a indicação nunca falaram de “assédio”. E também nunca usaram a palavra tarado. Nenhuma das conversas onde saíram os termos pesados foi ao vivo na transmissão da Globo. Portanto, antes de começar essa coisa de “isso pode destruir carreira”, “foi pesado”, etc, tenham em mente do que foi ao ar, do que saiu no twitter, e do que rolou no PPV. Fica ruim misturar tudo e fazer da indicação em si uma coisa maior do que foi. Baixo foi sim, mas o Marcos nem sonhava que elas o chamaram ele de tarado na hora da indicação. Nem de que elas achavam que ele assediava todo mundo. Ao vivo, na Globo, não foi ao ar nada das coisas podres. Já falei isso uma vez, e as pessoas deixam a antipatia pelas najas – que eu tb compartilho – influenciar na hora de narrar os fatos e como as coisas aconteceram. Mais responsabilidade nesse aspecto, principalmente para os jornalistas do podcast.

    Com isso em mente, uma outra coisa, Vitu (paypervitu): uma pessoa, por mais grossa que ela seja, não merece ser diminuida por características físicas, condição social, orientação e raça. Fiquei estupefato por vc achar que é meio normal as pessoas lá dentro terem passe livre para falar mal da Gabriela por causa da cara “de cu” (como vc disse em certo ponto), e ainda normalizar o comportamento mesmo com as coisas pesadas que foram ditas. Como vc fala mais nesses podcasts, e por ser jornalista, acho importante você apurar tudo que cada um disse para assim opinar com mais segurança. Por exemplo: o Manoel também foi tão ruim quanto as outras najas, pois foi talvez quem primeiro chamou Gabriela de “Valderrama”. Ou seja: todos do butantã botaram pra fod*r em relação à Gabriela. Ali ninguém saiu de ficha limpa. Achar que eles podem pegar pesado, pq o povo aqui fora pega pesado no twitter, é errado. A galera que pega pesado no twitter geralmente “ouve” bastante da galera que não apela. Não acho que tudo bem falar mal… nunca foi. Intriga a gente aceita. Mas ódio? Jamais! Eu até entendo que o podcast do Piloto não é coisa séria, de compromisso com fatos 100% apurados, mas mesmo assim, vc é jornalista, né? Jornalista não deixa te der postura de jornalista e compromisso com a verdade em momento algum. E só mais uma observação: contrário ao que você afirmou, não é incorreto falar que “pessoa tal é grossa”. É uma forma coloquial, porém reconhecida nos dicionários brasileiros de língua portuguesa. Pode consular o site Aulete e você verá que é uma das definições para ‘grosso’. Só deve ser evitado em textos formais.

    Piloto, não posso dizer qto custa o dente falso do Luiz. Não sei se aquilo lá é coroa, jaqueta, pivo… de qualquer forma, valores existem no mercado pra todos os bolsos. Pode chegar até uns 4mil dependendo do que se quer fazer.

    Curtir

  4. Vc ouviu q eu disse q pegaram pesado em certos momentos, sim? A referência foi aos xingamentos e bullying sobre aparência. Agora, todo mundo tem passe livre, sim, pra não gostar de qualquer pessoa pelo comportamento delas e a Gabriela Flor não foi nem um pouco amigável e deu motivos para não gostarem dela.

    Como eu tbm disse, pode ser que a partir de agora ela melhore as relações interpessoais dela e possa até virar uma favorita. Tudo é possível nesse programa.

    Em relação ao “grossa”/”grosseira” quando se refere à pessoas no discurso em que eu estava utilizando, está corretíssimo, pois o primeiro refere-se à espessura e não era esse o sentido que queria dar. Aliás, eu sou jornalista, mas no podcast eu sou telespectador como qualquer outra pessoa.

    Segunda-feira que vem tem mais! Depois da edição. Fique Ligadíssimo. Abração

    Curtir

    1. Uau, que rápido! E olha que você nunca comenta aqui.

      Bem, vc disse “ela é grossa” e depois disse “grossa não, grosseira” (…) “não existe gente grossa”. Você quis dizer: é errado dizer “x é grossa(o)”. E eu disse que você estava errado em afirmar isso pois não é incorreto o uso de grosso(a) naquela frase. Veja só a definição do dicionário Aulete:

      grosso
      a.
      5. Bras. Pop. Mal-educado, rude, grosseiro (resposta grossa)

      s.m.
      9. Bras. Pop. Pessoa impolida, mal-educada

      Se podemos dizer “resposta grossa”, poderemos também dizer gente grossa. Verifiquei também o Aurélio que esclarece que serve tanto para objeto quanto sujeito. Existem, em ambos os dicionários, várias outros significados para a palavra que não se refere apenas à espessura. Portanto, em linguagem coloquial, está mais que liberado dizer “ela é grossa”.

      Aproveitando a palavra citada, permita-me esclarecer o que me levou a questionar seu ponto de vista. Piloto abre o assunto e logo cita a perseguição inicial vinda do “quarteto que falava da menina 24hs por dia, mais que a música da Ludmilla”. E você, sem perder um segundo, disse: mas ela deu motivo para isso. Tendo em mente que o Piloto usou um caso específico (o quarteto), e que todos nós que acompanhamos sabemos que as coisas mais vis a respeito de Gabriela foram ditas por eles, não dá pra simplesmente pensar outra coisa senão você indicando que: tudo o que falaram dela é culpa dela mesma, pois ela provocou isso. Você discorreu sobre o assunto por um tempo, e só lá pelas tantas da transmissão mostrou um certo choque com o conteúdo das coisas que foram faladas pelas najas, mas a margem para interpretação da sua visão com toda a violência verbal sendo mera culpa da Gabriela é ampla. Isso fez com que eu pensasse: então “uma cara de cu” tem sempre que ser rebatida com comentários de ódio embutido?

      É óbvio que todo mundo tem passe livre pra desgostar de atitudes alheias e decidir que não querem se relacionar com alguns indivíduos. Mas agir com ódio (e os comentários do quarteto eram carregados disso) é errado. Também tudo okay você comentar como telespectador. Mas um certo critério é ainda necessário pois estamos todos ouvindo. É, no fim das contas, uma rádio. E vou sim ouvir a próxima edição, mas não ficarei ligadíssimo pois eu nunca posso ouvir ao vivo. Eu acompanho on demand, no Piloto Play.

      OBS: Piloto, tentei colocar esse comentário antes mas, de novo, não foi. WordPress é dose…

      Curtir

      1. Gostou da rapidez? Pois é, eu não comento pq participo ativamente da rádio, aí é melhor falar. Então, eu não “quero dizer” algo, eu digo exatamente como eu quero.

        Não importa o momento em que se fala sobre determinado item dentro de qualquer assunto. O que importa é falar, afinal, as falas são livres e não temos texto decorado. Vamos lembrando dos acontecimentos e falando.

        Quanto ao critério de jornalista que vc citou, não TEM que ter o mínimo em relação à profissão pq não estou recebendo cachê, eu e todos ali devemos ter RESPEITO por cada pessoa, tanto aos participantes do bbb, quanto os amigos da rádio quanto qq pessoa.

        E em relação ao grossa x grosseira, eu corrigi a mim mesmo lá na hora. E olha que bacana, na Aulete que vc transcreveu aqui, o significado de “grossa” está grosseira. Quer dizer…

        E acabei de constatar que vc está LIGADÍSSIMO aqui, sim. Pois comenta, ouve tudo com atenção, interpreta… Acho ótimo quando as pessoas participam!

        Já que não pode ouvir ao vivo, até a próxima! Terça que vem, será? Abração

        Curtir

        1. Hmmm, eu não estou entendendo a sua animosidade. Se você diz que você não quis dizer o que aparentou que vc disse – que a Gabriela mereceu as coisas que lhe aconteceu – tudo bem. Bastava você dizer. Eu tentei te explicar a razão pela qual aquilo ficou no ar. Mas concordo muito com vc que tem jornalista que não tem critério algum. Mas não me surpreende sua ironia nas respostas, as caixas altas, e o tom. É bem uma relfexão do que você parece pensar. Foi você que disse que o Marcos não tinha que pedir desculpas se não estava errado? Foi, certo? Vai ver que vc age dessa forma num bate-papo também. Mas a ironia de nada serviu pois o lance do “grossa” até agora não explicou. Você afirmou que não poderia-se dizer “ela é grossa”. Eu me referi apenas a isso e nenhum outro uso do termo. Busquei um exemplo, o apresentei, e você disse: eu estava certo. Haha! Eu nunca disse que você estava errado em falar “ela é grosseira”. Disse que você estava errado em afirmar que não se pode dizer “ela é grossa”. Mas agora isso tá virando conversa de doido. Pq – fazendo a linha BBB – tá gravado e claramente você mesmo pode se ouvir afirmando isso. Mas vc vem aqui e diz que não. Enfim! Eu estou ligado sim, mas na vida, Vitu. Eu presto bem atenção em tudo pra tentar falar sobre as coisas com mais certeza, e não narrar os fatos de memória. Imagina no consultório se eu fizesse as coisas sem prestar atenção…

          Curtir

  5. não consigo entender o que vocês estão enxergando no Manoel pra tantas cotações de final. Arrisco que ele não vai dar em nada, não demonstrou personalidade pra criar nenhum enredo, exceto o de pregador mala. Achei bem surto coletivo essa parte e tô sem entender.

    Curtir

  6. Queria muito que Gabi Flor não tivesse ido para o 1° paredao pelo fato que sofreu muitos preconceito (piadinhas e apelidos) dos participantes, mas ela não coopera. Não interage com os participantes, se isola e é antipática. Tem uma vibe blasé.
    Ieda fez uma observação sobre ela, no pior dos casos ser estranha.

    Marcos, quando saiu a lista dos BBBs eu achava que iria ser o vilão da edição juntamente com a Mayara. Acertei somente na Maynaja.kkk

    Acredito que os participantes ( Mayara,Vivian,Roberta e Manuel) estão querendo repetir o script do BBB16 e pintar o Doc de Laércio. Sou mulher e feminista, mas não achei ele desrespeitoso. De fato, ele foi total sem noção ao ficar paquerando as meninas na festa, mas quando ouviu um NÃO ele parou.

    As vezes, percebo um certo recalque na Maynaja, Vivian e Roberta por não ele não ter paquerado elas e nem ter puxado saco. Afinal, nessa 1 semana foram as 3 pessoas mais mimadas da casa.

    Creio que se Marcos não irá barraquear, as discussões serão bem estilo Fernanda Keulla, sem grito e com argumento, porém o Doc tem um Q de arrogante. Tem que ter cuidado para não se achar demais.

    Ops: Aposto que Ilmar ainda renderá barracos.

    Curtir

    1. Pandora, você como feminista, o que achou da imagem, que foi ao ar ontem, do Marcos pegando a Emilly a força quando ela nem esperava (parecia que estavam todos fazendo pose de time de futebol como que para uma foto).

      Curtir

  7. Dentista, acabei de ver a edição de ontem na internet e me veio com o seguinte questionamento na cabeça:

    Quando foi que aconteceu esse o beijo forçado ? Antes ou depois dela já ter deixado claro que não rolaria nada com ele ?

    A princípio deixar claro que independente da resposta acima achei a atitude dele de uma tremenda falta de respeito, uma abordagem invasiva, porém a Emilly, maior ofendida na história, conversa, abraça e beija o Doc com a maior naturalidade depois dessa situação e o mais atenuante, defende Marcos dos constantes ataques de Roberta, dizendo que as pessoas estão querendo acusá-lo de tudo que acontece de errado na casa.

    Mas aquela coisa, na casa do BBB uma fala ou ação pode ser motivo de voto. Só acho as Líderes queriam achar alguém que elas votassem e fossem embora e começaram a achar vários motivos e bater na mesma tecla.

    Ps: achei a edição tendenciosa para o lado da Gabi Flor.

    Bjus

    Curtir

    1. Foi depois daquele papo na cozinha. Durante a tal festa de boas-vindas.

      O que eu sinto é que Emilly não tem ainda maturidade o suficiente pra identificar o erro da coisa toda. Ela disse para Gabriela: você vai voltar, ele é super machista. Depois, na beira da pisicina, disse para Roberta e Gabriela que Marcos se desculpou, e que tudo bem porque ela estava acostumada a lidar com homem assim. A impressão que fica é: por estar acostumada com machismo, ela sabe como lidar e… tudo bem. Eu sinto que a atitude dela deveria ser: machismo é sempre ruim e com iso não se lida, se tenta corrigir. Entende meu ponto? Parece que ela normalizou o comportamento dele porque ela “já sabia como lidar”. No dia seguinte, ela entra na piscina, e se esfrega toda no homem que forçou um beijo e deixa no ar que: é só amizade migs, mesmo eu tendo falado que não quero, tendo repreendido você, e estar aqui me esfregando em vc.

      Curtir

      1. Eu tenho a impressão completamente oposta sobre a Emilly : para mim ela é esperta e sagaz, sabe fazer uma leitura clara de jogo que dificilmente vimos em uma participante tão jovem.

        Emilly pode até se incomodar de verdade com a situação toda, eu me incomoria e não ficaria de abraços e beijos, mas ela está sendo JOGADORA, mantendo ele por perto, é um que não irá votar nela.

        Curtir

  8. Que raios de gente rouca é essa ?? Eu já tinha dificuldade para entender o que o Antonio falava ( o Manoel um pouco menos) agora ainda tem a rouquidão de mais meia dúzia !! Vão ter que fazer fono e , em alguns casos, aprender a montar uma frase com sujeito, verbo e predicado !

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s