O Amor e o Poder

A música nas sombras. O ritmo do mar.

Como um animal que ronda, no véu do luar.

Como uma deusa, você me mantém. E as coisas que você me diz, me levam além.

c5frgp8xuaipldm

Eis que Dolly rachou. Pelo menos até o momento em que escrevi esse texto.

No fundo, tudo me pareceu ser de alguma forma, briga por poder. Explico:

A história de amor BBzístico que começou com Marcos cercando sua presa, e Emilly esquivando, terminou no principal enredo do BBB17.

Como um animal que ronda, foi Marcos quem deu o start no joguinho de casal. Doc tentou Gabi Flor e até Mayla, antes de conseguir com Emilly.

Mas conseguiu.

c3pja69waaer9oh

O personagem mais popular naquele momento, com a princesinha da edição.

O folhetim era tão perfeito pra novelinha da edição, que a produção fez todas as interferências possíveis pra coisa rolar.

E assim, como um amor que queima, nasceu a torcida do foguinho.

Marcos escolheu o papel de professor da vida. Emilly da menina que deveria ser tratada como princesa.

Naquele ponto, Marcos já era popular sozinho. Emilly saiu ganhando muito mais do que ele.

Quanto mais Doc dava ensinamentos de maturidade pra sua princesa, mais ela se afastava da rejeição inicial.

Eu saio dos teus olhos. Eu rolo pelo chão. Como um amor que queima, magia negra.

Sedução.

Como uma deusa, você me mantém. E as coisas que você me diz, me levam além.

marcos-e-emilly

“Aqui nesse lugar, não há rainha ou rei. Há uma mulher e um homem, trocando sonhos.

Fora da lei.”

Tirando o fato que Rosana claramente escreveu essa letra pra Emilly, ambos os Dollys entraram com sonho de vencer o BBB.

Um dos principais méritos que enxergo na participação de Emilly no programa, é que ela entrou pensando em ganhar. Ela joga sempre focada na vitória.

Porque acreditem, nem todos jogam acreditando nisso. Daniel, Marinalva e muitos outros ao longo da história, sentem que não tem chances ou entram sem tentar realmente vencer.

Marcos, apesar de dizer que não quer o prêmio, me passa um ego ou competitividade de querer sim, ser campeão.

Ele mesmo disse que enumerou no espelho do hotel 17 características que o público gostaria de ver num campeão. E sinto ele tentar seguir esses dogmas.

E talvez, esse tenha sido o grande desafio do casal continuar harmonioso. Ambos queriam se sobressair.

Cada um com suas armas.

paol

De uma semana pra cá, venho sentindo o casal se estranhando. Me passou a sensação de um jogar contra o outro, mesmo que de maneira sutil.

Não sei se foi desgaste natural da convivência. Ou se era jogo. No sentido de um perceber no outro, o maior rival pelo prêmio final.

Mas senti uma tremenda guerra fria entre os dois.

Fato é que Emilly faz seu drama (sendo jogo ou não), querendo toda atenção do universo, e divergindo da forma como Doc trata ela.

E Marcos passou a não fazer mais nada na casa, além de criticar e ensinar Emilly sobre todos os defeitos que ela tem. O que pode demorar até a copa de 2026.

A única coisa que eu sei, é que Marcos se tornou um personagem chato e acabou perdendo parte de sua popularidade.

Doc passou a mostrar um lado que não agrada, e as coisas que ele diz, não o levam além.

marcos-emilly-carinho

Vale lembrar que só um vence o BBB. E normalmente é o alpha do casal. Por isso é muito importante vencer o duelo de poder com seu par.

Dhomini & Sabrina, Iris & Alemão, Keulla e André. Tão perto das lendas, tão longe do fim…

Afim de dividir, no fundo do prazer, o amor e o poder.

Anúncios

30 comentários em “O Amor e o Poder

  1. Muito bom. Você tem toda a razão. O problema é que olhamos pro lado e a mediocridade é ainda maior, como se houvesse como. Pessoas chatas e, como você falou, tem a certeza de não merecer o prêmio. Como torcer pra Vivian, Mari ou Dani se eles mesmos se acham da terceira divisão? Claro que não torço pelo casal também, mas tem o mérito de querer e lutar pelo que querem. Resumindo: acho que não vou votar em ninguém mais. Talvez reveja se o Marcos mostrar um mínimo de dignidade e nao voltar pra A Órfã.

    Curtir

  2. Finalmente acabou algo que jamais deveria ter começado. Sem antes, claro, ter causado um baita estrago na reputação e no favoritismo de Marcos Harter Higgins. Já Emilly Doolittle saiu vencendo. Sugou toda a popularidade de Doc para si e agora goza na posição de favorita, podendo ainda fazer o papel de vítima para o público, uma vez que foi ela quem tomou o pé na bunda.

    Marcos tem agora a difícil, que dirá impossível missão de reconstruir seu personagem arrasado pelo furacão Emilia. Resta saber se terá tempo suficiente para tal.

    Sobre a liderança de Ilmar, algo me diz que a batata de Romulo acabou de entrar no forno…

    Curtir

  3. ainda acho que Ilmar tá com chance de ser campeão. Emilia pode ser favorita mas tbm tem uma rejeição MUITO grande.
    E vc viu que nojo, piloto? A edição não mostrou vivian recebendo bem a elettra, só mostrou a princess se fazendo de coitadinha.
    Muitos foram os vencedores de que discordei. Alemão, Vanessa, Dourado, até Maria (eu preferia o Daniel)…mas nenhum me causou asco como emilia. De alguns até gostava, só não queria vencedor. Mas emilly se ganhar vai ser horrível. Primeiro por mostrar o quanto nossa juventude é medíocre. Segundo por mostrar o quanto a edição, mais do que nunca, faz o que quiser. Por último, pela pessoa péssima que ela é levar os louros tendo trapaceado, se feito de vítima, passado por cima dos outros…
    Essa menina consegue fazer mais mimimi de quanto é coitada do que a angela. E tem claros sinais de transtorno mental, sei lá se sociopatia ou personalidade histriônica, mas ela tem e precisa de tratamento. Ela não sente empatia por NINGUÉM. Ela não tem autocrítica. Ela é um ser do mal. Prefiro que o bundão do Daniel ou Marinalva perpétua ganhem do que emilly.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Nossa, também acho que ela tem transtorno mental! Não é possível! Depois que o cara deu um pé na bunda dela, em rede nacional, ela fica andando atras dele, foi até o quarto do líder, dormiu lá, hj o cara tomando banho, ficou plantada no banheiro, na lavanderia e depois na academia, olhando o cara correr na esteira com aqueles olhos de psicopata. Ela é doente! Não me conformo, o Marcos, que pensava ser tão inteligente, cair na lábia dessa rampeira. No quarto do líder, ele perguntou pra ela o que ela não gostava e ela respondeu: “de não gozar…”. Sem or… Ontem na cozinha ela estava se insinuando pro Mamão na mesa. Essa menina ea encarnação do capeta. Por isso gosto do Rômulo. É o único que percebeu realmente o diabo nela.

      Curtido por 1 pessoa

  4. Bela análise, Piloto. Marcos começou mal , sendo detonado pelas garotas da casa. Quando conseguiu “conquistar” a outra doce menina, achou que iria reconstruir sua imagem. Mas dali em diante foi só morro abaixo. Através de Emily, a tóxica, ele acabou mostrando facetas nada agradáveis. Só torço para que essa toxidade não atinja Ilmar, até agora quem me parece melhorzinho ali dentro.

    Curtir

  5. Tô achando que esse desespero de um qurimar o outro pra ser o campeão, pode fazer Vivian a campeã (e torço por isso).

    E nunca, NUNCA, na história de um BBB vi uma pessoa com mais cara de quarto colocado que esse asqueroso desse Ilmar.

    Curtir

  6. Torço pra que não tenham recaída.Muito chato esse namoro cheio de dr’s.
    Pelo menos Elettra fez a alegria da casa esses dias.Bonita, simples, simpática, divertida e alegre
    vai deixar saudades.

    Curtir

  7. Para mim o romance dolly/mally foi verdadeiro e nada de jogo, mas um amor muito dificil pelas enormes diferenças …Imaginei que após o termino o espaço ficaria pequeno e muto dificil para ambos, mas, por enquanto estão convivendo até mais harmoniosamente.

    Curtir

  8. Piloto , vejo que nunca existiu romance, é só sexo , como eu já disse outras vezes essa garota é um tipo de vampira de alma , ontem quando ele deu um basta na pregação saiu do quarto arrasado sugado por ela , já reparou que ele está com o rosto chupado , envelhecido ?

    Curtir

  9. Emilly é o demônio na vida de Marcos. Ele é o mocinho ingênuo que se deixou manipularrrrr (não aguento mais essa palavra).

    Piloto, não me refiro ao seu texto, mas à maioria dos comentários até agora. No twitter, Marcos é um príncipe que apenas deu um mau passo e Emilly a biscate que não merece um homem do nível do doc, e parece que esse pessoal veio comentar aqui também.

    Curtir

  10. Um olhar perfeito sobre o ‘casal’! E até 2 dias atrás estava o idiota do Ilmar e os dois insuportáveis falando que os outros queriam ‘separar o casal’… Como se fosse preciso alguém fazer algo para que isso aconteça! Eles afundam nas próprias mentiras e invenções! Pena que a Ieda perdeu essa liderança… Queria muito esses 3 no paredão!

    Curtir

  11. O romance ficou chato porque a Emilly é chata e cobra demais, mas não acho que tenha sido/seja fake, e não creio que irá durar porque não é facil aguentar a moça naquele looping autoafirmativo quando se vê que é muito insegura e carente de discernimento social…Emilly ultrapassa os limites e nem percebe, uma pena…falta mesmo inteligencia emocional.

    Curtir

  12. Piloto, acompanho diariamente o que você escreve. Este é o melhor blog de análise do BBB, não apenas pela pertinência dos seus comentários, mas também porque são muito bem escritos e criativos, pelas analogias que você faz para linkar com o jogo. Concordo senão com todos, com a maioria dos seus posts. Bem, depois dessa “puxada de saco” (sqn), queria deixar uma opinião e um tema para, quem sabe, uma futura análise sua.

    Queria falar sobre o trio-do-bem (sim, ainda há maniqueísmo nesse “jogo”, tanto por parte dos jogadores como pela torcida do lado de fora) e possivelmente finalistas desta edição. Emilly, Ilmar e Dr. Marcos (faço questão de colocar o dr na frente).

    Sobre Emilly, a que não estuda nem trabalha, não há mais nada a falar. Uma pessoa que, aos 20 anos de idade, tem mais vivência (em todos os sentidos) do que uma mulher de 40, já diz ao que veio. E traz a reboque todas as profundas falhas dessa vivência precoce (de caráter, de formação intelectual, de educação, de moral etc etc).

    Sobre Ilmar, o advogado defensor de causas indígenas. Agora, à vista de parte do público, é o correto, o justo, o amigo etc. Vamos na chincha: o cara é um chato como pessoa. Não há quem não tenha um amigo como ele. Inconveniente, opinativo, dono da verdade, falastrão, que acha que por conta de intimidade pode ser profundamente desagradável e invasivo. Se diz “humilde” (outro conceito que é transmutado quando se entra no BBB), que joga limpo e em “alto nível”. Mas basta ter algum tipo de poder (como em suas duas lideranças) para fazer exatamente o que condena. Torna-se arrogante, prepotente, dissimulado (“Vou surpreender com meu voto” – sqn- na primeira e agora “Vou deixar a Ieda pensar que vou mandá-la ao paredão” – quando todos, inclusive o que será indicado, já sabem quem vai). Enfim, um chato de galocha, inconveniente ao extremo, de dificílima convivência até para os amigos, prepotente quando tem o poder na mão e que a todo momento exalta suas qualidades, inteligência, perspicácia e “justiça” (e mais uma vez, sqn…).

    FInalmente, o dr. Marcos. Este é o caso mais triste – guardadas as proporções do que é “tristeza” em um simples programa de entretenimento. Na primeira semana, era o favorito absoluto. Também para mim. Pensava que, finalmente, alguém com algo interessante para mostrar. Centrado, tranquilo, levando o jogo “apenas” como um jogo, procurando ser correto em seus julgamentos e, principalmente, ao ser “acusado de ser desrespeitoso com as mulheres”, simplesmente manter-se calmo por saber que não é (o que agora sabemos não ser verdade. Ele é sim desrespeitoso não apenas com as mulheres, mas com quem “ousa” discordar de sua maneira meio torta de ver a vida). À medida que o jogo foi se desenrolando, o dr. Marcos foi a mais perfeita tradução da máxima idiota do BBB: “as máscaras caem”. E a dele não caiu, despencou. O médico conceituado na cidade onde atua foi aos poucos se mostrando um homem inseguro, manipulável pelo sexo fácil, vaidoso como uma rinoplastia bem feita, prepotente ao extremo ao impor suas “regras de conduta” – que ele mesmo não consegue seguir – e absurdamente infantil para sua idade. Sorry, não consigo confiar em um homem que usa o ponto mais frágil e sensível da “namorada” (o que demonstra que pode fazer isso com qualquer pessoa) para, mais uma vez, lhe apontar defeitos. Não consigo respeitar um homem que se diz um modelo de conduta e, como vem fazendo agora, repete os erros de maricotinha dos mais idiotas competidores deste jogo (em todas as edições): tirar conclusões sem nexo, querer vingança a qualquer custo, falar e muitas vezes humilhar o oponente pelas costas. Não consigo confiar em um médico que mostra a bunda transando à noite (na TV, claro, no ap dele ele pode mostrar o que quiser), pouco se lixando para sua imagem profissional e para a imagem da “namorada” – enquanto, durante o dia, recrimina “atitudes egoístas”. Iria rir muito se fosse me consultar com ele (o que não farei) e pensar: “Oi, doutor, já vi sua bunda”. Mas a vaidade do doutor em estética fala mais alto, em todos esses casos.

    Repito: tudo o que disse do doutor não exclui quem ele namora ser uma pessoa lastimável. Só corrobora: foram feitos um para o outro. Têm a mesma idade mental e emocional.

    Não torço para ninguém nesta edição (aliás, como já não faço há alguns anos). Apenas vejo o programa porque me interessa bisbilhotar o humano – e todos os anos, me decepcionar ao ver como o humano está cada vez mais macaco.

    Só queria terminar falando do diplomata Rômulo. Ele é chato sim; é “cagador” de regras de convivência sim; é inteligente sim e está jogando sim, mas joga bem; é a única pessoa que consegue ver a pessoa que está por trás do jogador (de todos os que estão na casa). Ele sai esta semana e acho mesmo que deve sair. Ele só está no lugar errado – o lugar dele não é em um programa como o Big Brother Brasil.

    Desculpe se falei demais. É a primeira vez que comento em um blog, mas como esperava que com pessoas mais velhas o jogo melhorasse (o que não aconteceu), tive que falar este ano…

    E deixo uma perguntinha: na vida real, aqui fora, no seu cotidiano e para participar da sua vida, se você tivesse que escolher alguém pra ser amigo, você escolheria Emilly, Ilmar, dr Marcos ou Rômulo?

    Desculpe a todos pelo texto imenso. E abraços, Piloto, parabéns pelo blog!

    Curtir

    1. é complicado patricia, acho q no fundo, o grande problema é q a globo a cada ano procura mais e mais gente com algumas problematicas, pq sao esses q rende mais

      gente certinha nao rende, tende a ficar planta sem arrumas problemas ou mostrar mts defeitos

      por isso q eu dificilmente torço de verdade por alguem. ha anos q eu simpatizo com algum, “torço” pra um ou 2 vencerem, mas sem me envolver mt, pq no fundo, acho q sou ranzinza demais pra me apegar a participantes, pq tendo a enxergar mts defeitos

      mas gostei das suas analises 🙂

      é o q vc falou: Marcos é a personificação do cliche idiota do mascaras caem. O tempo mostrou q ele tava longe de ser o homem integro e centrado q pareceu ser nas 2 primeiras semanas

      Curtir

      1. Piloto…Em BBB a questão é simpatizar, daí a gente vai reto, hahaha…Contra o mascaras caindo do Marcos, vem o bem contra o mal do Romulo, “isso eu não quero ver pro Brasil”, mas “a menina tem problema com bebida vamos induzir a encher a cara e se lascar”…Sabe como?…Cair mascaras é ruim, mas posar de cagador de regra pro Brasil em BBB e partir pra essa?…bem, eu nunca vi esse programa como bem contra o mal, nunca achei Alemão mocinho nem Alberto bandido, mas pela primeira vez questionei real…

        Curtir

      2. Piloto, concordo com você. Sou do meio de comunicação e sei como a coisa se desenrola. O elenco é escolhido pra gerar conflito – e este é o objetivo do jogo. E é isso que eu queria ver!! Jogo!! Estratégias, contabilidade de votos, probabilidades, essas coisas… Uma ou outra trapacinha, um blefe… Na boa, sem precisar ser mau caráter. Mas já vi que não dá mesmo. As pessoas se perdem… Quem faz estratégia vira vilão… É uma pena e um saco. Acaba virando novela com enredo e elenco repetitivos: o casal, a mocinha sofredora, a antagonista da mocinha sofredora, o amigão que acaba em quarto lugar e, claro, os vilões.

        E a “culpa”, como em todo produto de comunicação (entretenimento, noticiário, publicidade), é do público consumidor. O público-alvo do BBB, pra mim, são dois: os que assistem às edições abertas (e é aí que a “novelinha” cria forma), que têm um perfil que não me cabe comentar aqui; e o público do PPV, composto na maioria pela juventude ligada nas redes sociais. E este, a meu ver, é que gera o formato brasileiro. A criação da torcida fanática acabou com o jogo. Pena, peninha…

        Curtir

    2. Perfeito, Patricia. O trio que se acha vencedor está fazendo tudo o que criticavam. Estão insuportáveis. Hipócritas. O mais legal desse jogo é isso: ver as máscaras caírem, mesmo depois de dois meses. Por isso meu preferido muda sempre.

      Curtir

      1. Fabíola, o difícil é ter preferido nesta edição, kkkk! Mais simpatia do que torcida. Sabe com quem simpatizo agora (até porque antes nem dava muito pra ser notada)? Com a Vivian… Parece ser a mais espontânea, pelo menos… Abs!!!

        Curtir

    3. A d o r e i sua análise , Patrícia ! Também tenho essa mesmíssima percepção que vc tem com o Dr e c Ilmar, sendo este último bem esperto , não sei se inteligente, na bastante esperto. Percebeu rapidinho que poderia ir na carona do casal, ao ver sempre o retorno da bicha ruim dos paredões e viu aí a oportunidade de tb atuar como”o amigo do casal perseguido pela casa”. Não duvido que goste do Dr mas essa amizade profunda,para mim, é duvidosa à partir do momento em q vc vê um amigo em uma furada e dá força para q continue pq lhe é conveniente ! Isso para mim é oportunismo puro !
      Fiz esse mesmo comentário em outro blog, cuja a autora tb tem essa mesma linha de percepção e vejo que várias pessoas compactuam a mesma visão com relação ao Dr, ou seja, uma farsa, um embuste,ou, a máscara caiu . Ele tentou no início se mostrar uma pessoa justa, como disse vc “correto em seus julgamentos “, etc etc , mas não conseguiu segurar por tanto tempo o fardo que deve ser mostrar o que não é e agora aparece tudo o que estava dentro dele : a vaidade extrema, arrogância, falsa humildade, despudorada, inconsequência (principalmente qdo bebe e/ou faz brincadeirinhas inconvenientes nesse devaneio/surto adolescente de homem já maduro.
      Desculpe-me se falei demais mas falo bastante e as vezes minha capacidade de síntese fica prejudicada, rs. Só gostaria mesmo de parabeniza-la por suas análise e dizer novamente q gostei muito .
      Abs

      Curtir

  13. Rômulo escolheu mal o veículo para sua pregação e , supostamente, campanha politica. BBB é um jogo perigoso que pode destruir a reputação de alguém em 24 horas. Mulheres saem com fama de p…, já vimos participantes serem acusados de estupro, pedofilia, frouxos etc… Rômulo tem que dar graças porque só vai sair com fama de chato e ressentido.Provavelmente isso não vai prejudicar sua carreira política.

    Curtir

  14. Eu creio que ninguem irá sair com reputação destruída nesse BBB e acho isso bom…gosto da edição não mais colocar chifrinhos nem aureolas de anjo…Mas num jogo de pessoas, penso em protagonistas!…Creio que Romulo sai e Emilly não vença…o campeão não sei, torço pelo Marcos…e Vivian vai bem, apesar da falta de protagonismo.

    PS: Posto enquanto ouço o Romulo com Dan…me assusta o nivel de maniqueísmo que ele usa sem exitar e ja contou: quer ser presidente do Brasil…

    Curtir

      1. Bibi, concordo. E são rótulos pesados. Mas sabe o que ela vai dizer? “Não me importo com a opinião de milhões de brasileiros. Eu me basto. Sempre sofri preconceito por ser a mais bonita do mundo! Eu brilho muito e por isso o Brasil tem inveja de mim!”. Kkkkkk…….

        Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s