Pé de Coelho – Personagens

Pra quem não sabe, eu escrevi o roteiro de uma série chamada Pé de Coelho que está em vias de ser lançada.

Ainda não tem data oficial, mas já está em fase final de produção. Acredito que em 2 semanas já tenha uma data definida pro lançamento.

Que eu avisarei aqui, obviamente.

Já temos uma logo de abertura. Palmas!

pdc

A série contará a história de personagens interligados. Onde um pé de coelho passa de mão em mão, e serve de fio condutor da trama.

Na imagem a baixo podemos ver o personagem Leo segurando o Pé de Coelho.

IMG_1423

Cada episódio é narrado por um personagem. E cada personagem representa uma cor.

O nome de cada episódio é a cor que ele representa, e toda temática do capítulo se desenrola em cima de seus significados.

E no final, tudo vai fazer sentido.

Pra quem ficou curioso, vou colocar aqui um pequeno perfil de cada personagem.

Leo

11

Cor: Amarelo – Representa: Euforia e Covardia

Vocalista da banda pé de Coelho, sonhador, entusiasta e irresponsável.

Maria Verdelho

10

Cor: Verde – Representa: Fertilidade e Ganância

Advogada, patricinha, vegetariana e esquentadinha.

Vivi

12

Cor: Violeta – Representa: Exoterismo e Espiritualidade

Professora de espanhol, brega, exagerada, loka dos signos e fã incondicional da Thalia

Colômbia

5

Cor: Laranja

Integrante da banda Pé de Coelho, burro, leal e azarado.

Dona Zuleica

Cor: Azul – Representa: Tristeza e Solidão

Viúva, ex artista plástica em estado avançado de depressão.

Pedro

Cor: Preto – Representa: Luto e Escuridão.

Mauricinho de família rica que vende drogas em festas.

Delegada Muniz

Cor: Vermelho – Representa: Sangue e Violência

Delegada, autoritária e o resto vocês vão descobrir.

6

A série tem drama, amor, humor, drogas, música e espero que alguma mensagem.

Vai ser toda disponibilizada no Youtube e quando lançarem, eu posto aqui no blog.

Espero que assistam e gostem.

Anúncios

31 comentários em “Pé de Coelho – Personagens

  1. Piloto
    Não é surpresa para nós que nos deliciamos diariamente com o seu estilo único de escrever sobre RS.
    Que venham novos voos – imagino o trabalho árduo, mas certamente o enorme prazer em exercitar outras habilidades, pilotar outras naves.
    Sucesso! Aguardando ansiosa .

    Curtir

  2. Parabéns! Em algum momento pode contar a história de como o projeto surgiu e se desenvolveu? E se já tinha experiência com roteiros.

    Escrevo contos, alguns premiados em concursos literários. Lá no começo — início dos anos 2000 —
    escrevia roteiros de curtas metragens. Mas justamente por achar improvável alguém filmá-los ( o mundo do audiovisual me parecia um clubinho fechado, fora os gastos para produzir qualquer coisa e o envolvimento de um grande número de pessoas), acabei me focando somente na literatura, que eu podia fazer sozinho e sem a dependência de ninguém.

    Como tudo que escrevi naquela época era bem ruim, tenho zero roteiros apresentáveis. Tive uns contatos meio loucos na época do Orkut com um cara querendo adaptar um dos contos para uma HQ. Era tanto amadorismo —
    de nós dois — que discutíamos capa e a forma de venda antes mesmo do roteiro, que nunca ficou pronto, ficar pronto.

    Curtir

  3. Que máximo isso Piloto, irei assisti com certeza e sei que será um sucesso. Já estou ansiosa para acompanhar essa aventura que sei que será recheado de diálogos inteligentes, sarcasmo e perspicácias na medida certa, assim como são seus textos aqui no blog.
    Boa sorte, parabéns e que seja o primeiro de muitos roteiros a serem escritos e compartilhados para o nosso deleito.

    Curtir

  4. DEBANDADAS E SALVE-SE QUEM PUDER
    É possível haver amizade genuína no BBB? Acreditava que sim, até o BBB5 – Pink e Jean. Naquela época ainda não havia tanta sandice , nem marketing pesado, nem os esquemas de votação encomendados e euzinha era menos conhecedora do humano . Até que aquela amizade “profunda”, “genuína” e “indestrutível” nos fez ver que a competição por dinheiro, fama e poder não combina com laços genuínos de amizade. Desfez-se no ar e não sobrou nem a sombra. Pink e Jean sequer conseguiram trocar um cumprimento amigável após o BBB.
    Como sou boa aluna, aprendi rapidinho que nos RS se faz alianças por afinidade e /ou interesses. Vou logo dizendo que não tenho nada contra essa prática, desde que não queiram nos fazer de trouxas , vendendo suas alianças como um caso tórrido de “Amor e Paixão”, ou “Brothers, irmãos e amigos do coração”.
    Dito isso, a quantas andam as alianças do BBB17?

    Titi continua dando dicas preciosas que martelam as cabecinhas pensantes dos nossos queridos brothers.Ele foi enfático: tem que querer muiiiito! Tem que chamar para si o protagonismo ( seja lá o que isso signifique aos olhos do público). Então tá!
    Aí que Marcos, aquele que está no BBB em prol de uma causa humanitária, totalmente voltado para o coletivo, empenhadíssimo em recuperar a má menina, desenvolver profundos laços de amizade, companheirismo, compaixão e evolução pessoal e coletiva, ficou numa de ruminar as palavras mágicas do Titi.

    Ilmar, ” el Grand Hermano” . Lembra-se dele? Aquele outrora chato e inconveniente, sensível à pregação de São Marcos, tornou-se alguém melhor e evoluiu para outro estágio. Tornou-se o catalizador, o ser evoluído que não se importava de servir de escada, conselheiro e protetor do casal. Mas não é que ele também começou a matutar nas palavrinhas do Titi e já demonstra intenção de debandar do papel que ele assumiu no segundo ato? Vai vendo, como diz a Eva.

    Emylizinha, aquela for de formosura: doce, educada, gentil, parceira e meiguinha deixou a ficha cair. Não é que ela se deu conta de Marcos a está usando, que os dois não respeitam a opinião dela, e que basta ela querer se posicionar eles saem correndo e a deixam falando sozinha?

    Tenho que confessar que essas amizades BBzísticas me emocionam. Levam-me a crer que nem tudo está perdido. SQN.

    Curtir

    1. Bela leitura do jogo, como sempre!
      Só gostaria de lembrar q PInk e Jean tiveram uma discussão na penúltima semana do jogo, provocada pela arrogância dela que se se deu ao luxo de deixar de falar c ele antes de sua saída do programa. E em sua 1a entrevista , deixou claro q não o queria como campeão.
      PS . sinto sua falta no refu.

      Curtir

      1. Nib

        No Refu é inviável para mim. Não me senti intimidada, embora fosse esse o objetivo das torcidas fanáticas. Mas não sou tão masoquista assim, para me submeter a grosserias de gente sem filtro, sem bom senso e mal educada, que insiste em demarcar território. Pena! Porque tenho carinho e simpatia por vários comentaristas de lá.
        Bjs

        Curtir

  5. DEBANDADAS E CISÃO DAS TORCIDAS

    Todos sabem que não voto, não tenho PPV, mas amo bisbilhotar por aí, sentir as torcidas, a casa, e andamento do jogo.

    Nenhuma surpresa que a torcida do Marcos e do Ilmar não suportam Emily, mas ainda assim resolveram protegê-la a cada paredão com medo que a saída dela prejudicasse o ídolo e ele resolvesse abandonar a casa – dizem por aí que ele ameaçou fazê-lo e a torcida não quis pagar pra ver. Olha que amor! Preferiram manter aquela “biscate rodada, boqueteira, que não ajudava a mãe com doença terminal ” – adjetivos repetidos à exaustão pela torcida do Marcos, para se referir a ela, no afã de proteger o Marcos. Oi????????? Será que emburreci?

    Antes que alguém com dificuldade para interpretar textos me acuse de feminista, vou logo avisando que não sou feminista mas não sou cega e procuro ser justa nos meus julgamentos. O comportamento machista está tão profundamente arraigado, que o Marcos é colocado no papel de vítima da Emily. Pode isso, Arnaldo?
    Uma jovem de 20 anos não é criança, mas na juventude se desafia mais os limites, se tem menos filtros e mais ousadia. Sem falar que os pais estão perdidos. A maioria tem medo de exercer seu papel de autoridade e ser autoritário. Os jovens atuais crescem numa sociedade sem limites e hedonista. Por tudo isso, o comportamento de Emily, ainda que reprovável, não faz dela a pior pessoa do mundo. Não estou aqui em defesa dela, mas na defesa de um julgamento menos machista e mais justo.

    Por que eximir o Marcos e colocá-lo no papel de vítima indefesa ? O comportamento dele é infinitamente mais objetável. Não só pelas cenas edredônicas , mas pelo conjunto da obra. E pelo conjunto da obra nenhum dos três merece vencer. Mas como isso é praticamente impossível, que vença a Emily e ensine para esses espertalhões hipócritas e machistas, que em termos de malandragem precisam fazer umas aulinhas no gueto da Emily.

    Curtir

  6. GENI E O ZEPELIM – 1979

    Joga pedra na Geni!
    Joga bosta na Geni!
    Ela é feita para apanhar!
    Ela é boa de cuspir!
    O seu corpo é dos errantes
    Dos cegos dos retirantes
    e de quem não tem mais nada
    da-se assim desde menina,
    Na garagem, na cantina,
    Atrás do tanque, no mato….
    E também vai amiúde,
    Com os velhinhos sem saúde…
    Maldita Geni!

    Nunca as palavras do Chico pareceram tão atuais. E viva a hipocrisia!
    Queima-se a bruxa Emily na fogueira e se exime o seu consorte, um homem com o dobro da idade dela, como muito mais vivência, experiência, oportunidades e condições de crescimento como ser humano do que ela. Marcos merece, no mínimo , o mesmo julgamento implacável.

    Foi dada a largada! Rômulo acaba de perdeu o posto de grande “articulador” do BBB17 para Emily.
    Vou assistir de camarote as torcidas sanguinárias se digladiando.

    Que vença a mais insana!

    Curtir

  7. E as máscaras caem!
    A mesma torcida que optou por manter a Emily no BBB por causa da tal relação utilitária, é a mesma que agora, sem dó nem piedade a adevassa e a jogo para os leões. Não fosse o apoio das torcidas dos dois, há muito essa garota com um comportamento deplorável estaria longe das nossas vistas e dos nossos ouvidos.

    E não é assim no mundo aqui fora? As pessoas acham que podem fazer alianças com gente sem escrúpulos, desde que essas alianças lhes tragam algum tipo de vantagem ou favorecimento, e ainda acreditam que isso não as coloca no mesmo patamar que o corruptor. Ora, façam-me o favor. Coerência mandou lembranças.
    .
    Ninguém com um mínimo de decência e bom senso aprova o jeito Emily de ser.

    Mas o discurso dos apoiadores do trio, era no sentido de que eles protegem e dão a vitória não para os que tem melhor a conduta, mas para quem os diverte. Né!

    Nada como um dia após o outro. Vivi para assistir a “redenção do diplomata. Rômulo foi atacado na sua honra e na sua moral, pelo Marcos e pela torcida dele. Qual o crime? Dizer o óbvio sem dourar a pílula. Agora todos admitem que Rômulo tinha razão. É pra rir ou é pra chorar?

    Por acaso os fatos sobre a Emily que oportunamente foram juntados e divulgados nesse momento crucial do jogo, são alguma novidade para alguém? A quem a Emily enganou? Todos os seus defeitos de caráter estão escancarados. Emily mentiu para Marcos? Claro que não! Emily o enganou? Nãnãninãnão! Emily buscou um aliança com ele? Never! Ele correu insistentemente atrás dela , non é vero? Ele sabia da sua deformidade moral? Lógico que sim. Mas insistiu na aliança.

    Nunca é demais enfatizar que eu repudio com todo o meu ser o jeito Emily de ser, mas não fecho os olhos à tremenda hipocrisia e incoerência. Ela virou boi de piranha. O que eu não aceito são dois pesos e duas medidas.

    Que vença a torcida mais insana!

    Curtir

  8. Voltei…

    MN M,
    Li com atenção seus dois comentários. Mais uma vez, concordamos em tudo. Perfeito! No primeiro texto, o que você escreveu como preâmbulo do que certamente aconteceria, aconteceu. Os dois “amigões” estão DETONANDO a “princess”. E agora, seu texto aí em cima dá a visão de fora, da loucura que é torcida nesse jogo….

    Vou tentar ser bem explícita… Acho que vai corroborar e complementar o que você disse.

    Há dois dias, eu, naif como eu só, comentei aqui que o recado do TL talvez acordasse Vivian pro jogo. “Deixar de ser coadjuvante e ser protagonista”. Leandro, nosso comentarista, disse que nada traria a miss pro protagonismo nessa altura do campeonato. Concordei. E hoje eu entendi – ah, naifffff….

    O recado era pra pôr fogo no parquinho. E pra desmascarar de vez os personagens Ilmar e Marcos. Se foi isso, tiro certeiro. No apagar das luzes, eis que surgem novos integrantes do programa. Os que querem deixar de ser escada para a ninfeta. E agora finalmente o jogo que eles construíram em dois meses está claro como o dia.

    Senão vejamos – uma pequena retrospectiva da trajetória de dr marcos e do advogado Ilmar no jogo:

    Capítulo 1:

    marcos (sempre em caixa baixa), entrou a fim de pegar “muié”, formar casal (certamente um dos 17 itens que ele listou pra ser campeão). Observou, não deu pra ir na Vivian e na Mayara (que já ficaram com os gêmeos na primeira festa), não deu pra ir na deslumbrante (a mais linda do programa) Gabriela Flor, porque ela não deu espaço algum; não iria na Roberta, na Elis, na Marinalva, na Ieda… Nem na Mayla, que também já estava de bitocas com o garoto lá. Enfim, foi na Emilly. Passou semanas tentando e levando toco. Muito VT pra mostrar, né doutor (agora sabemos que tudo o que ele faz é pro VT)? Conseguiu ficar com a garota, após a madrugada insone da nuvem rosa. E a partir daí, adotou a postura do “educador de uma pobre menina órfã”. Corrigia erros de português e de conduta. Tinha paciência de Jó. Desculpava as “atitudes egoístas” (ai, que preguiça dessa frase…), o “deslumbramento” e as patadas por ela ser “uma menina sofrida, com sofá levado pela enchente e que come muito porque ‘teve pouca comida’”. E, durante dois meses, foi o mestre, o mentor, o psicólogo, a babá… e, claro, o macho alfa que transava com a garota na TV e depois comentava sobre a transa para os outros na casa e o país inteiro.

    O advogado Nimim. Como ele foi sempre coadjuvante, e vai acabar coadjuvante, vou falar bem menos. Começou histriônico, chato, inconveniente, mas boa praça, engraçado. Falava com todo mundo, formou banda de vassoura e balde. Ao formar o “trio”, era o intermediário das brigas adolescentes da garota de 20 anos e do doutor de 37 (hein?). Contemporizava, aguentava as sandices e as chatices dos dois lados, tentava manter a união do casal (porque assim mantinha o “trio” que o levaria longe, né?..).

    Capítulo 2:
    marcos vira não apenas professor de boas maneiras e de vida, mas ferrenho protetor da namorada “forte”, que voltava de paredão atrás de paredão, e que por isso era “perseguida” por todos, principalmente pelo maléfico e ardiloso diplomata. Aí a segunda faceta apareceu – e que mêda! O olhar ficou vidrado e o cérebro, delirante. Pegou mania do Rômulo, criou teorias persecutórias, inventou “evidências”, enfim, pirou. Tirou o diplomata do jogo mas mesmo assim fala nele até hoje. E de médico passou a monstro.

    Ilmar… ai, preguiça… Continuou o mesmo chato, mas pegou três lideranças e a faceta “eu sou phoda” emergiu. Ele “lê” o outro; julga, condena e vota; “eu sei muito de muita coisa” (acabei de ouvir agora); esparrama falatório (e como fala besteira, o Nimim… Acha que conhece um assunto e vai fundo. Mas fala muita bobagem sobre vários). Ah, sim: continuou escada coadjuvante.

    Capítulo 3 (epílogo, tempo atual):
    doutor marcos finalmente entende o recado do apresentador. Pensa e decide: se eu quero ganhar essa bagaça (e ele QUER) tenho que derrubar a favorita. E, como durante o namorico (e todo o programa), ele já tinha detonado “amorosamente” sua “amada” sob todos os aspectos possíveis – inclusive terminando o namorico uma vez – viu que o caminho era esse. Todos os defeitos apontados, toda a “ajuda” que ele deu, todo o “ensinamento” que ele “tentou” passar, tudo o que “viu de errado” e que tentou “consertar”, enfim, percebeu que tinha muito material pra acabar com a garota (namorada…) em rede nacional.

    E a escada Ilmar continua escada – mas agora com outro objetivo. Apoiar o protagonista da relação na queimação da favorita.

    Desde o dia do recado, as patadas na namorada aumentaram, entremeadas por uma pegação e outra. Mãozinha no ouvido, vozinha cantando “lalalalalá” (tão maduro…) pra não ouvir o que ela tem a dizer. Os amigões conversam e só se dirigem um ao outro, como se a garota não estivesse no ambiente. Quando ela tenta falar, ironizam as opiniões dela. Dão apelidos como “cachorrinha” e “trombadinha” – que ela, com razão, pediu que eles parassem. Ironizam suas opiniões. Simplesmente levantam e saem se a conversa da outra cansa, deixando a garota falando sozinha.

    Hoje à tarde (não vi ao vivo, só pelos vídeos do site) os dois desceram a lenha no elo mais fraco (será?) do trio. marcos disse que “não convive com animal” (porque a garota JOGOU UM JOGO AMERICANO EM CIMA DA MESA ou algo parecido); que Emilly está com o rei na barriga (e ele só percebeu agora? Depois de dois meses?); chamou a garota, de certa forma, de falsa (“Agora fica ao lado de quem vota nela”) e deu a entender algo que prefiro não dizer aqui (“As festas que ela vai em Porto Alegre é da alta roda. Mas ela ganha convite, bebe de graça…”). Ilmar Nimim diz que “tem pena do pai da Emilly, que tem que trabalhar pra sustentar luxo de filhinha deslumbrada”.

    Enquanto isso, do início do programa ao fim, Emilly foi… Emilly. Presunçosa, egocêntrica, mal educada (no sentido de educação mesmo), irritante, falseta, burrinha, garota do interior deslumbrada com luxo, riqueza, cantor sertanejo, presentes, camarote de festa… Que vê seu futuro apenas em um bom casamento. Triste. Mas existem milhões de garotas como ela. Eu aprovo? Claro que não. Apenas lastimo.

    Agora à noite, Emilly foi saber dos dois se eles continuariam afastados dela. E eles a mandaram “refletir”. Reprodução do diálogo (as obs entre parênteses são minhas):

    Emilly: “Vocês vão continuar sendo assim?”
    marcos (com ar de superioridade): “Assim como?”
    Emilly: “Sendo… vocês…” (ela sabe bem quem eles são)
    marcos: “De onde eu venho, má educação não cola. Isso é coisa de bicho” (claro: ela empurrou prato do Nimim na mesa. E ele disse o que queria dizer há muito tempo: você não vem de onde eu venho. Há uma distância social e cultural enorme entre nós)
    marcos: “Não tá legal, você tá desagradável.”
    Emilly: “Por não concordar contigo eu tô desagradável? Mas o que eu fiz? Se vocês não disserem, eu não posso saber!”
    marcos: “Nós dois (ele e Nimim) chegamos às mesmas conclusões. Reflita… Se você acha que a má educação é o caminho pra você, então não me serve.
    EmillY: Então agora, do nada, vocês resolvem se afastar e não falar mais comigo? Chegamos até aqui e agora vocês fazem isso?

    marcos levanta e sai.

    Emilly: “Você fala tudo e não quer me escutar?” Olha, palmas pra vocês. Ficam na costas de alguém e agora não querem me escutar? (touchê, Emilly)

    marcos: “Então beleza, te afasta de mim.“

    Emilly: “Vocês arrumaram uma desculpinha pra se juntar e cair em cima de mim. Até há pouco vocês queriam combinar coisas comigo na academia e agora…”

    marcos: “Emilly, eu tô bem acima desse jogo aqui. Beeem acima. Te garanto que o prêmio vai fazer mais falta pra ti do que pra mim. Se eu fosse tu teria mais respeito por quem gosta de ti. Não sou saco de pancada, chega. Faz o parto do rei que existe na tua barriga.”

    Nimim: “Reflita, Emilly. Pára, Emilly. Faz uma coisa: vai pro teu canto e me deixa no meu.”

    O diálogo foi “editado” porque foi maior. Mas as palavras foram exatamente essas.

    Agora Emilly diz a Ieda que está se sentindo usada. Sim, Emilly. Você foi usada ali dentro, e das piores formas que uma mulher pode ser usada. E se voltar a se unir aos dois, é porque não se incomoda. Aguardando o derradeiro Capítulo 4 dessa história.

    Sobre os “adultos” do trio, o que concluir? Espero os comentários de vocês….

    Nota da redação: na edição aberta, a Globo não mostrou esse papo aí em cima.

    Gente, me superei no textão!!! Desculpa…. Empolguei.

    Curtir

    1. Patríciaaaaaaaaaaaaaaa!

      Mais didático impossível.
      Amei o relato sem cortes.
      Estou embasbacada com a insanidade das pessoas que negam as evidências e fragmentam os acontecimentos no desespero de passar a limpo o seus diletos … leio e não acredito. Fazem um estardalhaço em cima de fatos notórios , como se fossem um furo, uma descoberta sensacional. Quem não sabe que a Emily não tem uma estrutura familiar? Quem não se dá conta da tosquice do pai das garotas? Quem não conhece a Emily?

      E a torcida insiste em colocar o Marcos num pedestal , como se ele fosse acima de julgamentos. Julgá-lo é um crime hediondo. A velha ladainha de ele é um profissional brilhante, um ser humano iluminado, a generosidade personificada. Insistem que se ele é médico é porque ele é bom ( bondade) Que só humanos superiores e altruístas se tornam médicos. Que medicina é sacerdócio. Blá, blá, bla! Supondo que tudo isso fosse verdade, quem é aquele na casa do BBB? Um clone?

      Você viu o que o Dan falou hoje numa mesa redonda? Que o Marcos ficava comparando o tamanho dos pintos, que passa o dia todo de sunga branca. Que necessita se afirmar como macho. Algo assim. Pode, Freud?
      A necessidade perversa que ele tem de sempre enfatizar que é superior aos demais me nauseia. Precisa constantemente se auto afirmar diminuindo os outros.
      “Você não vem de onde eu venho. Há um abismo econômico, cultural e social entre nós” .

      Marcos ostentação.http://ego.globo.com/bbb-17/noticia/2017/01/bbb-17-marcos-ostenta-vida-luxuosa-em-rede-social-e-e-fa-de-nicole-bahls.html
      Olha essa :
      Sua maior qualidade é ser tolerante. “Tolerância é um dos grandes segredos da vida. Aprenda a tolerar aqueles que ainda não toleram… Leve desaforo pra casa todos os dias… Tente entender que quanto mais sapos você engole; mais significa a sua evolução. Desafie a você mesmo: Até que ponto você consegue aguentar o que momentaneamente está difícil? Como pode algumas pessoas não acordarem todos dias na pilha intensa de ir trabalhar? Resolver os problemas de ontem… Riscar ponto a ponto aquela lista interminável de tarefas… Arquitetar mil planos para executar as coisas de uma forma melhor, melhor”, afirmou ele, em rede social.

      Decididamente esse monge tibetano errou o caminho, ou se perdeu pelo caminho, ou se enroscou no enredo.

      De concreto é que ele nos faz ver todos os dias: deslumbrado, preconceituoso, professoral( mas não aplica uma vírgula daquilo que ensina e prega), não respeita mulheres, não respeita homens, não respeita a mulher que divide a cama com ele, não suporta ser ofuscado, não tolera concorrência, se considera o dono da verdade, manipulador, infantil, egocêntrico. É o avesso dos discursos toscos que ele decorou, que parecem tirados de um livro de autoajuda. E o olhar? Que meda!

      Os defeito de Emily são públicos e notórios. As falas e as práticas do Marcos estão desconectadas. Nas palavras de Cora Coralina: “Feliz aquele que partilha o que sabe e aprende o que ensina”.

      É decente, oportuno e digno e adulto, chamar a Menina de trombadinha, cachorrinha, colocar os dedos nos ouvidos e agir com criancinhas de maternalzinho no lálálálálá!, deixá-la falando sozinha?

      Dizem que o twitter está em polvorosa.

      A verdade nua e crua é que ele tem pavor do paredão. Vejamos se ele vai manter esse distanciamento.

      Será que o jogo tem alguma chance de virar? Aguardemos as cenas dos próximos capítulos.

      Curtir

  9. Patrícia,
    Não tenho PPV, mas em uma ou outra noite insone – basta um cafezinho no final da tarde para tanto – vou bisbilhotar por aí.
    E não é que a Madrugada rendeu?
    Marcos, que se acha acima do bem e do mau, ignora que assinou contrato com cláusula de confidencialidade, e vive peitando a produção. Completamente bêbado, porém lúcido -ou não – aproveitou para dar o showzinho habitual. Sabe adolescente querendo mostrar pros amigos que é o fodão? Começou a relatar supostas orientações do Boninho no confessionário, quando da passagem da Elettra pela casa. segundo ele o Boninho teria dito: depois você come a Vivian. Ao que ele, o fodão, seletivo em matéria de mulheres(SQN) teria dito que nem Eletta nem Vivian faziam o tipo dele. Aí cortaram a música e a voz falou: vou colocar no seu … Ao que ele respondeu: no meu não. Foi chamado ao Confessionário e levou o maior esporro. A história rendeu: Dizem que já estão nos trend topics as tags: # mulheres merecem respeito# BBb17 e # Vivian merece respeito# BBB17.

    Imagina o real contexto dessa conversa, se é que aconteceu. Do nada Boninho ia dizer: depois você come a Vivian. Oi????????

    Vai vendo o homem irrepreensível que não pode ser alvo de comentários maliciosos porque é um ser de luz.

    Vejamos se mais uma vez vai terminar tudo em “Boniada”.

    Tutti buona gente!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s