Não

Depois da última noite de festa, chorando e esperando amanhecer.

Depois da última noite de chuva, chorando e esperando amanhecer.

As coisas aconteciam sem nenhuma explicação.

emilly-e-marcos-festa-frevo-bbb17

Hoje não vou falar sobre BBB. Não vou falar sobre jogo. Nem me interessa se isso influencia em melhorar ou piorar a imagem de alguém ali.

Mas preciso expor minha opinião sobre relacionamentos abusivos.

É essa a sensação que me passa ao ver toda postura do Marcos sobre Emilly. Me dá certa agonia, acompanhar todo o crescimento gradual da imposição do Marcos sobre sua ninfeta.

E não é de uma forma saudável que a faça crescer.

  • “Mulher não tem que beber.”
  • “É feio mulher segurando garrafa.”

Isso, sem contar com o fato de pra tudo, Marcos quer dar a palavra final sobre a menina.

E acho que mais do que isso, é a forma como ele faz. Sempre com um tom acima, não é uma conversa cordial. Ele não dá o menor crédito pro que ela fala.

Ok, que Emilly argumentando e uma goteira no chuveiro é a mesma coisa.

Mas ainda assim, a forma, o tom e o olhar do Marcos me passa sensações ruins.

Havia algo de insano, naqueles olhos.

Olhos insanos.

Os olhos que passavam o dia a me vigiar.

portalinteressante_2017-03-18_01-56-23-768x432

Acho que tô ficando velho e com valores ultrapassados.

Mas me dá certa aflição de ver essa geração 50 Tons de Cinza, que acha o máximo um sujeito possessivo como Christian Grey tomas as rédeas da vida da menina Anastásia.

Aquilo é controle, não é mimo.

Eu sofri bullying na época de escola, muito. E por isso sempre cresci abominando qualquer tipo de violência.

Não levanto bandeiras feministas, GLBT ou qualquer chatice dessas. No fundo acho tudo corporativismo e histeria.

Eu sou contra a violência. Ponto.

Seja contra mulher, homem, branco, preto, gordo, magro. Não importa.

Mas no meu caso na escola, era pessoas do meu convívio naquele lugar. E só.

Eu não tinha relacionamento de amizade, ou segui minha vida perto daquelas pessoas. Eu tinha a minha bolha da proteção fora dali.

Eu tinha a consciência e uma contagem regressiva na cabeça que em tanto tempo a escola acabaria e aquela situação também.

Mas num relacionamento homem-mulher a coisa é muito mais delicada. porque existem sentimentos. Existe a vontade de querer tentar ficar junto.

E isso muitas vezes mascara uma situação de opressão. Acomoda a vitima, a seguir tentando algo ao lado do seu parceiro.

A coisa mais difícil na vida de qualquer pessoa que já passou por situações de abuso moral, seja no trabalho, numa relação ou na escola, é saber dizer não.

Não. Chega! Não quero mais isso.

Eu que tenho medo até de suas mãos. Mas o ódio cega e você não percebe.

A lembrança do silêncio daquelas tardes. Da vergonha do espelho, daquelas marcas.

Havia algo de insano naqueles olhos.

beliscao

Esqueçam o BBB. Esqueçam Marcos e Emilly.

Apenas não queiram isso na vida de vocês. Não fantasiem ou idealizem algo distorcido em situações como 50 Tons de Cinza.

Esse texto é apenas um conselho de alguém que não viveu metade do que muitas mulheres já viveram, mas hoje tenho a total noção do estrago emocional que isso faz na vida de alguém.

Eu que tinha apenas 17 anos, baixava minha cabeça pra tudo.

Era assim que as coisas aconteciam. E era assim que eu via tudo acontecer.

034223

 

Anúncios

122 comentários em “Não

  1. Nossa, me arrepiei, eu amo essa música e sabe que tu me fez pela primeira vez, entender o seu significado, estranho, que amamos, cantamos e muitas vezes não nos damos conta do que realmente diz. Vou te contar um segredo, na minha familia NINGUÉM torce pelo casal bbb17, com exceção de uma pessoa, que me disse torcer por serem gaúchos como nós, o triste é saber que essa pessoa, sofreu e ainda sofre um abuso horroroso por parte de quem jurou cuida-la, amá-la e proteger, o mais triste é que nas várias vezes que esses abusos ocorreram, ela defendeu o agressor, dando as mais estapafúrdias desculpas e acabamos lavando as mãos. Não dá pra fazer nada, quando a própria agredida defende. Triste isso, triste ver mulheres e homens aplaudindo isso.
    Perfeito o teu texto, como sempre. Parabéns.

    Curtir

    1. Muita gente nao conhece a real mensagem da letra dessa musica

      mas é sobre a violencia contra as mulheres

      o vocalista do nenhum de nos, ja contou uma vez q essa camila era uma menina q estudou com ele, q sempre ia pra aula com marcas roxas pelo corpo

      Curtir

      1. Pilloto
        Compreendemos sim, que a música trata dessa realidade triste e desoladora.
        Mas a associação dessas causas – defesa dos direitos das mulheres, por exemplo – com a esquerda, gera uma negação de fatos graves, um fechar os olhos às evidências. E isso é preocupante. Como se fora das militâncias devêssemos negar, minimizar e fechar os olhos às atrocidades. Não é sobre levantar bandeiras. É sobre o combate a esse crime hediondo.

        Curtir

        1. desculpa, nao vejo nenhuma feminista preocupada quando morre um homem

          toda vez q sai uma noticia “mulher corta penis do marido q foi pego no flagra com amante” todas as minhas amigas falam “bem feito pra ele”

          nao consigo concordar com esse feminismo seletivo sobre violencia

          Curtir

          1. Piloto
            Não estou falando de feministas, nem nada que possa caber nesses reducionismos.
            Estamos falando de estatísticas. De fatos.
            Particularmente não aprovo violência contra os homens. Mas ela é cometida na sua grande maioria contra as mulheres .

            Curtir

          2. A violência é generalizada.
            Porém a violência contra a mulher é exponencialmente maior.
            Veja que coisa abjeta é a prostituição infantil. Há como culpar uma criança minimamente por isso?Crianças de 3 , 5 estão sendo violentadas, tendo a infância e a vida roubadas.

            Curtir

          3. prostituição infantil é algo absurdamente covarde

            mas meu ponto é q nao importa se 99,9999999999 dos casos de violencia seja contra uma mulher

            eu nao vejo diferença de violencia contra mulher, homem, gay, idoso, criança ou qqr outra pessoa

            Curtir

        1. Não na música, mas nos discursos das pessoas. É como se qualquer causa defendida pela esquerda fosse fantasiosa, irreal.

          A defesa pela não violência deve ser nossa. De todos nós.
          “He for she”.

          Curtir

      2. Muito bom, Piloto. Eu tinha abandonado de vez esse bbb, mas vi os vídeos dos últimos dias e fiquei abismado com o comportamento de Marcos. Esse cara não pode ser normal. Triste ver a cegueira coletiva ou a desimportância que se dá a algo tão grave, tanto da ponciopilatônica produção quanto dos “fãs”. Inacreditável, terrível.

        Curtir

  2. “Não levanto bandeiras feministas, GLBT ou qualquer chatice dessas. No fundo acho tudo corporativismo e histeria.”
    O texto estava bom até esse momento acima. Desnecessário (des)qualificar causas que são extremamente necessárias. Repense, repense mesmo. Até pq seu texto levanta uma questão importante e vejo que vc percebe o quão nocivo um relacionamento abusivo é. Pena mesmo.

    Curtido por 2 pessoas

    1. Nossa, super! tava lendo o texto concordando e ai chega nessa parte e OI??? esses movimentos TEM que existir, são necessários SIM, soou extremamente machista e preconceituoso nessa parte.

      Curtido por 2 pessoas

      1. Fernanda em nenhum momento do texto o Piloto disse que esses movimentos não deveriam existir, o Piloto disse que os acha chatos e que são corporativistas e não generalistas, opinião dele e deve ser respeitada. Taxar uma pessoa de machista por não ser hipócrita e exprimir sua opinião, isso sim é uma atitude preconceituosa!

        Curtir

      2. talvez uma das razoes pra eu nao compactuar com esses movimentos, seja o fato de vcs nao terem se importado com a parte em q eu fale q sofri bullying, mas façam questao de reclamar q eu nao levanto bandeiras do feminismo

        Curtir

        1. Nem eu levanto qualquer bandeira. Nem mesmo do feminismo. O que defendo tem uma dimensão muito maior. É o respeito a condição do ser feminino, é a inviolabilidade do seu corpo, das suas vontades claramente expressas, é não reduzir a mulher a um objeto, comida, usável, servível, descartável.

          Curtir

    2. O Piloto disse: “Não levanto bandeiras feministas, GLBT ou qualquer chatice dessas. No fundo acho tudo corporativismo e histeria. Eu sou contra a violência.” No meu entender o Piloto não desqualificou causa nenhuma, e ele não precisa repensar nada, é a opinião dele e precisamos respeitar. Essa patrulha opressora do “POLITICAMENTE CORRETO” só serve para podar a individualidade das pessoas. Ele não disse que é a favor que se acabem esses movimentos, o Piloto disse que ele simplesmente os acha chato, que é o direito dele. Faz parte da democracia saber respeitar a opinião dos outros, pois o POLITICAMENTE CORRETO é uma forma de ditadura!

      Curtir

      1. É isso, aline

        Eu nao levanto bandeiras da individualidade, sou contra a violencia contra qqr pessoa

        Nao segredo ninguem, nao acho q a violencia sobre um homem valha menos q um idoso ou uma mulher

        Esses movimentos individualizam a coisa e peomovem uma segregacao incosciente das pessoas

        Pq sim, cada vez mais as pessoas distorcem os movimentos e criam uma aversao e segregacao sobre o seu “rival”

        Mas é so a minha opiniao

        Curtir

        1. Concordo plenamente, não acho que a violência contra a mulher seja mais grave que a violência contra um homem, ou que a violência contra uma homossexual seja mais grave que a violência contra um hétero ou que a violência contra um negro seja mais grave que uma violência contra uma branco. Violência é violência seja ela contra quem for. Ficar criando rótulos pra classificar as violências sectarizadas só leva ao preconceito e à discriminação seja ela racial, de gênero ou social.

          Curtir

      2. Aline, nós todas aqui amamos o Piloto. Ponto. Ele é inteligente, nos faz rir até na hora da raiva, nos acolhe aqui com simpatia. Mas “histeria” nunca foi elogio, ainda mais porque pisa no nosso calo, já que por qualquer motivo as mulheres são chamadas de “loucas”, “histéricas”…
        Quanto ao POLITICAMENTE CORRETO, vale prestar mais atenção no CORRETO. Não sei que idade você tem, mas sou de uma geração onde era feio – quase proibido mesmo – mulher tomar cafezinho em pé no balcão !!! Graças ao movimento feminista ( às vezes histriônicos, concordo, mas só gritando inicialmente é que se derrubam barreiras…), hoje você, eu, sua filha, irmã, amigas etc…temos direitos inimagináveis há poucos décadas atrás. Só sabe o que ganhou, quem não tinha antes. Talvez esse seja o ponto. Agora, virou clichê chamar tudo de politicamente correto e sair atirando contra. Desculpe, mas precisava dizer isso.

        Curtir

        1. Piloto,
          Agora é com você: não é muito comum ver homens jovens ( sei,sei, tá ficando velhinho…) preocupado com essas relações abusivas que vimos a cada dia. Aqui mesmo, alguém relatou um caso assim na família. Fico contente de ver que você se posiciona contra isso. Talvez você não saiba, mas faz acaba de levantar uma bandeira, sim !! E eu gosto mais ainda de você por isso. Não tenha pudor de assumir, pois nem toda causa é corporativista e/ou histérica. Beijo grande.

          Curtir

          1. toda militancia é histerica, pq o ser humano é assim

            as pessoas distorcem td, e no fundo puxam sardinha pro seu lado

            toda causa dessas militancias é nobre e correta, mas o ser humano estraga td e acaba distorcendo qqr militancia, seja politica ou causas como as do texto

            Curtir

      3. Eu acho que é um direito das pessoas levantarem ou não essa bandeira. Mas quando ele diz que isso é uma chatice, ele ta desmerecendo esses movimentos extremante importantes. Se não fossem esses movimentos, muita coisa não tinha mudado. Essa é a minha opinião.

        Curtir

  3. Na minha vida vivi experiencias onde errei e acertei e sei que ainda vou viver outras, mas todas elas pessoais e unicas, porque sempre foram escolhas minhas, baseadas no meu desejo interior…

    Dou um conselho: se conselho fosse bom ninguem dava de graça…Então se voce quer alguem, procure alguem que te preencha e te atenda, nada perfeito mas muito humano e capaz de fazer coisas boas por voce…Nunca me prendi a machismo nem feminismo, me prendi a minhas escolhas, e se não tive só sucessos, tambem não guardei traumas amargos.

    Acho feio mulher bebada e mulher com garrafa na mão (nem no gargalo eu gosto de beber, só em viagens que vivo com garrafa de agua na mão) mas não proibido…apenas feio, algo feio de apreciar e nada tem a ver com Marcos ou BBB…

    E gosto de tomar minhas bebidas sim, e sirvo meu copo quando quero e quantas vezes quero, mas de fato, me peguei relfetindo…em minha casa, em reuniões intimas, costumeiramente meu marido serve a todos e quando vou á casa de outra pessoas, pode variar, mas não encho a cara, não caio no chão, não bebo até vomitar.

    Hoje vai ter uma reunião aqui, vou ficar atenta nas garrafas e nas pessoas.

    Curtir

    1. EU
      Garrafas são o de menos. Observe a maneira como os casais se tratam na reunião.

      A opressão que o Marcos exerce sobre a Emily vai além dessas questões de comportamento social, como ser feio beber muito, servir-se de bebida, saia curta – que ele já disse que ela não vai usar mais, por exemplo. Me incomoda muito a forma como ele a despreza, humilha mesmo, em relação a diferença cultural que há entre eles. Hoje mesmo, quando ela insistia que os dois formavam apenas uma dupla e não um grupo, ele disse que ia parar de discutir e que essa era uma questão para levar para a escola. Houve coisas piores, mas não vou me estender. Infelizmente, embora Emily seja 20 anos mais jovem que ele, foi criada por pais com a idade dele que transmitiram os mesmos velhos papéis que mulheres e homem devem exercer no mundo. ALgumas coisinhas mudaram. A geração dela pode virar noite na balada, beber, transar à vontade …comportamento do mundo moderno, digamos assim, mas infelizmente não apreendeu o mais importante: saber que não é inferior, que não deve submissão, que deve achar seu caminho, carreira profissional , amor próprio e respeito.

      Curtir

      1. Bia…Pra mim a pior parte era Marcos tampar os ouvidos, chato, imaturo e desagradavel…Mas cuidado para não confundir, o “cuidar” com machismo, o desejar o que acha certo e melhor com o humilhar…Marcos é um cara que estudou muitos anos, não é da balada, embora possa ser festeiro…Eu acho que Marcos sonha pra Emilly uma vida culta, uma profissional dedicada, uma mulher independente financeiramente pelo trabalho rotineiro e classico…Algo que ela não é, mas ele sonha…entretanto creio que isso possa ser equilibrado aqui fora, caso se suportem e perdoem o que cada um falou do outro.

        Curtir

        1. EU

          Já que estamos em momento confessional : meu marido é um cara super, ultra, mega protetor. Sempre quer o que é melhor para mim, me incentiva, acha que sou melhor do que sou na verdade. Mas não me tolhe, menospreza e, muito menos, humilha por qualquer traço que ele não aprecie muito. Entendo bem a diferença entre “cuidar” – o que deve ser mútuo, pois não se trata de uma relação paternalista – e “oprimir”. Por sorte Emily tem gênio forte e não se cala, pois aí sim o Doutor estaria fora da casa há horas.
          Marcos está MUITO longe de ser um Professor Henry Higgins e Emily de ser uma Eliza Doolitlle. Ele não é Pigmaleão e não fará dela a mocinha perfeita. Falta ali, um mínimo de ternura para que isso aconteça. Ele despreza Emily ! Seria interessante vermos como seria Marcos em relação a Vivian, por exemplo. Mas isso já é outra história…

          Curtir

  4. É … parece que esse assunto está dominando as redes sociais.
    É muito incômodo você saber que essa situação você já sentiu na pele… em um relacionamento, ou no ambiente de trabalho, ou na escola, ou na familia.
    Se não aconteceu com a gente, conhecemos alguém muito próximo que já viveu isso.
    E se falando do BBB17 o Doc doido foi além da conta… não tem como a gente não sentir repúdio em diversas situações que ele protagonizou.
    Os surtos e mesmo quando parecia ” normal” ele sempre reage dessa maneira… é so ter uma situacao, um pequeno confronto , alguém que contraria as suas ideias que o “valentão ” reage.
    Tenho acompanhado o programa só pelas redes sociais… não consigo assistir mais as edições tão protetoras para com o casal Mally.
    Tá tudo dominado.

    Curtir

  5. Desculpas C e Fernanda, entendi perfeitamente o que o Piloto quis dizer quando falou que, não levanta bandeira feminista, GLBT e outros, pois eu também não as levanto por serem todos ligados diretanente a política e políticos extremistas de esquerda, só aí já perde toda a creadibilidade e meu respeito. Não vejo, na grande maioria de ongs desse tipo, virem a defender a classe que juram defender, se estes não compartilharem com suas ideologias ou com seus interesses, exemplo clássico é de policiais mortas, estrupadas, torturadas e esquarteladas pelos marginais da comunidade e de menores, sendo defendidas por eles, ou defenderem o deputado Holiday assumidamente gay, que está sendo perseguido e ameaçado por expor as mentiras do PT, PSOL, PCdoB e outros, portanto não passam de oportunistas, ganhando muito dinheiro do governo, dinheiro que sai dos nossos bolsos através de impostos sem fim, para defender uma causa ideológica/política e não defender verdadeiramente indivíduos e uma causa.
    Já passei por assédio moral violento e quando recorri a eles, fui ignorada por ser considerada por eles uma fascista/coxinha por ser liberal de direita, o que me restou foi ir a justiça comum que foi cega no meu caso, pois só enxergou e prevaleceu a verdade dos poderosos.

    Curtir

    1. Perfeito Andreia Lemos, esses movimentos levantam mais uma bandeira política-ideológica comunista e sectária e estão longe de resolver os problemas relacionados à opressão da mulher. Os movimentos comunistas andam de mãos dadas por exemplo com os refugiados muçulmanos na Europa e facham os olhos para a opressão da mulher no Islamismo. Na cultura Islâmica, uma mulher sequer pode olhar duas vezes para o homem que ele já pode interpretar como atitude sedutora e isso lhe dá o direito de estuprá-la. Sabem pq as mulheres andam todas cobertas no Islamismo? É para evitar de serem estupradas, pois segundo as leis deles, uma mulher descoberta pode despertar o desejo no homem e ser passível de ser estuprada, inclusive é permitido estuprar mulheres a partir dos 9 anos de idade. E se mulher estuprada for casada e o estuprador alegar que foi seduzido por ela, a condenação é apedrejamento em local público. Esses movimentos fecham os olhos para esses absurdos, pois são hipócritas. Enfim, movimentos histéricos visam a promoção política de uma ideologia comunista ultrapassada e fogem do foco real do problema da violência. Estou fechada com o PILOTO, pra mim violência é violência seja ela contra mulher,homem,criança,idoso,transexuais,inclusive animais(cachorro, gato, passarinho etc…). Devemos combater a VIOLÊNCIA de um modo geral, a violência não é mais violência só para um segmento da sociedade. Por exemplo, o que adianta fazer parte de um movimento desses e frequentar RODEIOS nos quais os animais sofrem extrema violência para diversão dos sádicos humanos?

      Curtir

      1. É exatamente isso que acho Aline, a hipocrisia infelizmente é reinante e hoje não se defende mais violência e preconceito somente por seres atos desumanos e não aceitáveis em uma sociedade sadia, hoje isso virou ato políticos e de total segregação e desunião da sociedade, levantando-se bandeiras do pobre contra a classe média e destas contra os ricos, de brancos contra negros, de gordos contra magros, de heterossexuais contra homexuais e por aí vai, enquanto o deveriam essas ongs e grupos buscarem era A COMPREENSÃO,
        O RESPEITO, A LIBERDADE, A FRATERNIDADE, enfim, A UNIÃO e não o contrário, o que infelizmente é o que exatamente fazem essas ongs e grupos que se dizem defensores dos direitos humanos e das minorias, pura ilusão e mentira, o que fazem e segregar, desunir e usar de forma covarde, essas chamadas minorias que tanto juram defender, para alcançar seus objetivos políticos e de poder.
        Sou uma ativista na causa animal, já apanhei, fui cuspida, humilhada, ameaçada, xingada e até de bala já tive de fugir, e cansei de ver que com o tempo essas ongs eram verdadeiras fachadas para arrecadação de dinheiro, e muuuuito dinheiro, para no fim serem usados pra tofos os fins, menos rm orol dos animais, isso eu vivi e vi de perto e é por isso que hoje trabalho só e pedindo o apoio da população contra abusos contra os animais, pedindo que assinem um abaixo -assinado, doem ração, remedios e fazendo campanhas de conscientização e adoção.
        Infelizmente a raça humana está podre, tanto a banalização da violência fisica e a moral, estão corrompendo tudo que de bom é criado, desde ongs, grupos diversos e até na religião vemos isso, a cada Igreja Católica, Batista, Evangélica, Sinagoga, Centro Espírita criada, o mundo se torna mais e mais violento e segregado, e mais e mais genocídios vêm ocorrendo mundo afora em nome de Deus, Geová, Alá, Maomé, ou chamem do que quiserem.
        O que na verdade deveria importar e importa e falta é o AMOR, o RESPEITO, e a UNIÃO de todos, e não a desenfreada busca eterna do homem pelo MALDITO PODER.

        Curtir

  6. Estarrecedor!
    Assim como as demais meninas, estava indo tudo bem até……

    As estatísticas de abusos contra as mulheres, sexuais ou não, são assustadoras. São índices altíssimos que não traduzem os traumas, as humilhações e o medo.. Pesquisas mostram que mais de 80% das mulheres já sofreram assédio. O abuso contínuo em casa, ameaças e intimidação, violência sexual.
    Segundo a ONU a taxa de feminicídios no Brasil é a quinta maior do mundo. E o Brasil também figura no quinto maior do mundo em ranking de violência contra a mulher.

    Ainda segundo dados da ONU , cerca de 70% de mulheres vítimas de violência não denunciam.

    Não é sobre sexíssimo, no sentido de feminismo. Lógico que todo tipo de violência deve ser coibido, mas e todas as ambiências, em toda a história da humanidade, a mulher foi alvo especial da violência – mutilações da genitália, abusos em função do sexo, crimes de guerra cometidos contra as mulheres, só para citar alguns.e. Negar o óbvio é ser conivente com essa violência absurda e sem sentido.

    Misoginia não é apenas uma palavrinha da moda.

    Hoje li , em outro Blog conhecido, comentários grotescos de uma pessoa que até comentou qui até bem recentemente, chamando mulheres de arrombada, puta escrota e coisa ainda mais absurdas, só porque a mulher em questão , fez uma crítica a criatura. Acho que a dona do Blog apagou. Fosse comigo a coisa não ficar barata. Um homem com esse tipo de postura seria blok definitivo.

    E assim a violência, especialmente contra as mulheres, vai se materializando e tomando formas.

    Curtir

    1. Por exemplo, acho uma postura machista o Marcos dizer pro Ilmar que ele não poderia chamar Emily de verme só porque era mulher… O fato de ela ser mulher lhe dá o direito de provocar os homens e não ser contrariada de forma alguma? Na sequência das imagens vimos que Emily saiu propositalmente do quarto do líder para interferir na conversa ente Marcos e Ilmar, e provocar o Ilmar, justamente para tirá-lo do sério. Achei até que ficou barato pra ela ser chamada de verme. Ainda bem que ILmar se desculpou com os vermes. Tem muita mulher que levanta a bandeira dos direitos iguais, provoca os homens e não quer retaliação. Acho que se uma mulher chama um homem pra briga, não venha depois se fazer de coitadinha. É muito fácil atentar, provocar um homem e depois se esconder na bandeira do feminismo… Afinal direitos iguais são pra quê? Eu vi num outro blog esse caso “chamando mulheres de arrombada, puta escrota e coisa ainda mais absurdas, só porque a mulher em questão , fez uma crítica a criatura.” Você só esqueceu de dizer que essa mulher não fez somente uma crítica, ela debochou daquele cara de forma depreciativa sem ele ter sequer a mencionado e teve uma resposta pela atitude irresponsável que ela teve com ele. Ou seja, porque ela se acha no direito de provocar um homem e achar que esse homem tem que aguentar calado. Ela poderia até fazer a crítica, mas de forma decente e sem querer depreciá-lo, aí sim ela estaria dentro da razão dela, mas a partir do momento que ela começou com a baixaria, que aguente a retaliação.

      Curtido por 1 pessoa

    2. Além disso MN M o Brasil é o pais mais homofóbico do mundo, liderando o 1° lugar no ranking de país que mais mata GLBT em todo planeta. Vergonhoso.

      Curtir

  7. O comportamento do Marcos com a Emilly é fruto de uma educação bastante conservadora.
    Também tive o mesmo tipo de educação. Também acho horrível mulher bêbada (nem homem eu tolero, que dirá mulher), mulher que faz escândalo (em casa ou na rua), mulher que não se valoriza ou que quer levar a vida nas costas de um homem. Sempre fui independente. Tive um pai rígido e de pouca conversa que, entretanto, jamais levantou a mão pra minha mãe ou para os filhos. Sua preocupação era nos dar provento, dar estudo, buscar trabalho após os 18 anos e respeitar (pessoas, regras, leis, professores, etc). Não acho ruim a educação conservadora. Foi ela quem me ajudou a criar e educar (muito bem) meus filhos sozinha. Transmiti a eles todos os valores que recebi e tenho orgulho dos jovens que se tornaram. Orgulho deles e de mim. A diferença que vejo no Marcos é que ele é agressivo, é ferino muitas vezes, gosta de humilhar e tripudiar sobre quem julga inferior à ele. É soberbo, é arrogante (aí eu vejo claramente a questão do dinheiro, do poder financeiro, da classe social privilegiada) mesmo quando quer se passar por “generoso”. Ele vive atirando na cara de qualquer um o quanto tem de dinheiro (quando afronta a direção), o quão generoso foi (pagar a pensão pro Mamão), o quão altruísta é (proteger e enrricar a Emilly). Amanhã, quando Emilly lhe virar a cara (alguém duvida?), ele vai jogar nas fuças dela o que fez por ela no realitty e “cobrar a fatura”(sabe-se lá de que forma) . E aí eu não vejo como culpa da “educação conservadora” mas dos valores que lhe foram transmitidos e do próprio caráter dele que, convenhamos, não é lá muito confiável .

    Curtir

    1. Marcos muitas vezes é chato, mas não é mau, ao contrario, tem bom coração…E dentro de um confinamento as coisas pioram…Gosto do Marcos, acho inteligente, criativo, educado, e vejo que faz muitas coisas boas e torço pra ele ficar nesse paredão…mas Emilly…

      Emilly mostrou uma garra…ela quer muito, foi a protagonista, se entregou e viveu tudo o que quis, assumiu os onus e bonus e arriscou tudo!!…Gosto do merito, levo em conta o mérito…Vivian é bonita e dança bem, até pode ser legal, mas não foi protagonista, não teve papel determinante, não foi a historia desse BBB.

      Para mim o BBB 17 foi mally, para o bem ou para o mal, dentro e fora da casa.

      Curtir

      1. Eu já não consigo ver esta “bondade” toda no Marcos. Não consigo!! Talvez por não estar afetivamente ligada à ele como você. Não que seja de todo mau porém vejo nele uma bondade “por conveniência”. Quando esta conveniência acaba ele mostra seu lado verdadeiro (que parece ser bem cruel). Ser inteligente, criativo e educado (nem sempre) não faz dele um homem “bom” (tem muito pilantra que é inteligente, criativo e educado). Marcos é rancoroso (até hoje ainda critica Mamão, estava xingando-o na porta da prova), destila veneno (o fez com Rômulo também) e é vingativo. Foi “generoso” com o amigo se oferecendo a pagar a pensão mas, na primeira adversidade, fez questão de jogar na cara dele e do Brasil, o seu grande feito. afff… Um ídolo com pés de barro. Aqui fora ele deverá se mostrar gentil e educado (faz parte do marketing) mas a pessoa se mostra, “realmente”, sob pressão e sob pressão Marcos mostrou uma faceta nada elogiável.
        Quanto a ser protagonistas do programa, concordo. Foram os que mais apareceram e tiveram oportunidades de se mostrar. Mas isto não faz deles “merecedores” de prêmio algum pq não dá para “premiar” pessoas que são um poço de péssimos exemplos. Infelizmente o BBB é uma vitrine de criaturas mesquinhas, fúteis, agressivas, vaidosas, egoístas. No meio delas conta-se nos dedos os que fogem deste padrão. Neste realitty acho que salvaram-se uns 4 ou 5, no máximo. E nem Marcos ou Emilly estão entre eles.
        Vivian não foi mesmo a protagonista do BBB17 pelo lado das “baixarias de mally”, mas foi a protagonista pelo lado da sensatez, da alegria, do bom relacionamento e da educação.
        Pq, tanto no BBB como na vida, existem dois lados opostos. E cada um escolhe o que quer seguir.

        Curtir

    2. MAGAH também tenho uma educação tradicional e sou muito agradecida aos meus pais por isso, mas nunca vi meu pai fazer 1% do que Marcos faz com Emily. Fico imaginando, se Marcos age assim na frente das câmeras, fora das câmeras já teria agredido Emily fisicamente, pois agressões psicológicas já foram aos montes!

      Curtir

      1. Pois é Aline. Como disse, meu pai sempre foi “bravo” mas eu jamais ouvi uma discussão dele com a minha mãe. Percebíamos que haviam brigado pelo comportamento mas nunca ouvimos discussão ou bate boca. Havia “respeito” pela família. E nunca na vida meu pai levantou a voz ou botou o dedo na cara da minha mãe (que era franzina como a Emilly mas não era submissa, não).
        E o Marcos faz isso direto num programa. Imagine sem câmeras.

        Curtir

  8. Eu também sou contra essas bandeiras levantadas por alguns grupos que só protegem os seus interessados e seus interesses. temos que ser contra sim a qualquer tipo de violência seja com quem for e como for.
    Todos temos o direito de ser defendido e de nos defendermos, abomino “cinquenta tons de cinza” e não entendo uma geração que defende esse livro faz fila pra ver o filme e se diz contra contos de fada como Cinderela por serem abusivos e machistas..
    Não entendo uma geração tem torce por Emily alegando que ela é uma mulher autentica e liberal , mas acha lindo o seu relacionamento com Marcos; inclusive torcendo por Marcos Jr.
    Podem me chamar de antiquada , mas preferia quando em vez de bandeiras levantadas sabíamos e lutávamos pelo que é certo em vez do que interessante ou politicamente correto.
    Mais uma vez texto maravilhoso.
    Obrigada.

    Curtir

  9. Sobre comportamentos y otras cositas más

    A pergunta que martela a minha mente:

    Por quem você se “apaixonou”? Por quem ela/ele É, ou por quem ele/ela SERÁ após o seu processo de remodelação?

    Não faço uso bebidas alcoólicas habitualmente. Esporadicamente tomo um bom tinto e só. E sempre numa bela taça. Mas essa é a MINHA escolha. Polidez, postura, etiqueta, etc. são coisas que eu particularmente valorizo. É válido dar um toque jeitoso, com respeito à dignidade do outro. Agora querer impor o seu jeito de ser ao parceiro muda tudo.

    O “zelo” não é sinônimo de dominação, cabresto e acorrentar.
    Vejam os olhos do Marcos nas imagens. A postura corporal dele – subjugando a Emilly, Quer impor regras de conduta e comportamento, como se ela fosse sua filha a menor de idade.

    Nem que ela fosse filha dele. Não sou partidária da permissividade, mas até com os filhos adolescentes há de se ter empatia e diálogo , ao invés de tentar impor.

    É dualidade de comportamentos que não deixa ver óbvio.

    Como ele pode ser tão cavalheiro e tão grosseiro?

    Curtir

    1. MN M…Aqui em casa, tem coisas que eu quero de um jeito, tem coisas que ele quer de outro, as vezes um cede, as vezes o outro cede, tem briga, mas no fim algum ponto de equilibrio tem, e terá porque senão acaba…Imposição?…Numa relação saudavel todos tem os seus limites e se norteiam por ele.

      Curtir

      1. Eu
        Não estamos falando de divergências. Estamos falando de imposição e dominação de um sobre o outro em função do gênero, tamanho, posição econômica, social, cultural, étnica, acadêmica, etc.

        Ceder faz parte de qualquer relacionamento.
        Novamente em pergunto:
        Por que você se apaixonou ?
        Por quem a pessoa É
        Ou por quem ela será após o seu processo de remodelação?

        Curtir

        1. MN M…Continuo sendo a mesma pessoa, mas por outro lado mudei tambem…Mudar faz parte do processo de maturação, adaptação…Acho lindo ter capacidade de mudar, flexibilizar para melhorar…e redefinir.

          Curtir

  10. A violência contra a mulher é fato incontestável. Não porque não temos afinidades ou porque temos rejeição a militâncias, que vamos fechar os olhos a esse fato estarrecedor.

    Curtir

    1. Até o momento, no BBB, vi extrapolações, mas não violencia, até porque o programa pune a violencia com expulsão…Mas sim acho inadimissível a violencia e sou contra seja com quem for.

      Curtir

      1. Pode não ter tido violência física, mas violência verbal e psicológica teve aos montes e não só com Emily, mas com Ieda e Marinalva também. Emily vive sendo acuada psicologicamente pelo Marcos.

        Curtir

  11. Emilly só aceita pela vantagem de “casal utilitário” (by Rômulo), não duvido que saindo poderá vir a proce$$á-lo.
    Tenho 62 anos, e um irmão especial (def. mental de nascença, anoxia neonatal) com 60, vi muito preconceito com ele, hoje bem menos, quase nada, graças a Deus. A mim dói, profundamente, todo e qualquer tipo de preconceito, principalmente com deficientes (seja ela física ou mental). Ouvir de um médico, deboches com deficientes é muito triste, é uma punhalada no coração! Médicos, os verdadeiros, os que honram a profissão, são seres especiais, que cuidam das dores, dos flagelos, respeitam o corpo humano. O que Marcos fala, em relação à Marinalva é cruel, desumano. Marcos não só debocha de deficientes como tem vários outros tipos de preconceito (disse que Elettra é gorda, tem celulites; ontem disse que Ieda esta sem sutiã – provavelmente referindo-se às mamas caídas pela idade), é agressivo verbalmente com mulheres, Emilly disse que ele a beliscou (agressão física).
    Triste ver para onde caminha a DESUMANIDADE! Triste ver esse “TOPA TUDO POR DINHEIRO”, passando por cima de valores morais e éticos!

    Curtir

  12. Todo tipo de violência é inaceitável.
    Ponto pacífico.

    Não se trata de concordar ou discordar em relação a violência às mulheres. Não importa quais as suas crenças. Fatos são fatos e não achismos.

    A violência contra a mulher se traduz em números estratosféricos: seja ela criança, jovem , adulta ou idosa.

    São fatos, números e dados mundiais.

    Qual o percentual de homens que sofrem assédio sexual por parte de mulheres?

    Qual o percentual de homens estuprados por mulheres?

    Qual percentual de homens assediados moralmente por mulheres?

    Nos países mulçumanos , nos países em guerra, que estão entre as maiores vítimas?

    Curtir

    1. MN M

      O que me deixa triste é ver mulheres achando que a luta contra a violência contra a mulher é uma questão partidária ! Ideológica, sim, se tomarmos a definição de ideologia como “conjunto de ideias de um geupo, pensamentos fundamentais…”, mas execrar o combate ao sexismo, ao machismo, à violência como se fosse “coisa da esquerda” e por isso não tem valor ?!! Uau…
      Vejo ideias repetidas ipses literis, me dá um pavor.

      Curtir

      1. Bia
        Essas associações tque muitos fazem , com a defesa dos direitos das mulheres e a esquerda, é uma forma de desmerecer o tema em si, e fechar os olhos às evidências. Só porque a esquerda levanta certas bandeiras, vamos ignorar que os problemas são reais e graves?

        Curtir

  13. É um fato menor diante do que se está conversando, mas me chamou atenção o Doutor, zen, que medita em posição de lótus e faz mãozinhas de “namaste”, xingando o Ilmar hoje. O cara saiu há dias, já está vivendo sua vida aqui fora e tentando colocar em práticas seus sonhos em relação à causa indígena e outras… e o Marcos ainda está se roendo de ódio. Contou para Emily que xingou muito aquele “traidor”, “covarde”…”foi por causa daquele puto que a gente passou esse sufoco hoje na prova de resistência”!!! Oi, Doc, peça um Lexotan emprestado para a Ieda, vai.
    p.s.: E o ingênuo do Ilmar dizendo que até poderia voltar a conversar com o Marcos, menos com a Emily!!!

    Curtir

    1. O comportamento de Marcos é dá margem para muita crítica. E não são críticas maldosas. Não se trata de criticar por criticar.

      A forma como ele se comporta e se coloca é ofensiva e desrespeitosa. Ele demonstra sempre um profundo desprezo pelos outros, e se tem em elevada conta. Só o que ele é e o que ele faz tem importância e destaque. Exige que todos se encolham no jogo, e sirvam aos seus propósitos.

      Ao mesmo tempo é notória a sua incapacidade de lidar com frustração. Não aceita perder, não aceita que outros se destaquem. Quer sempre ofuscar os demais. Assume ares professorais, mas ainda precisa aprender aquilo que ele insiste em ensinar, mesmo para aqueles que não o constituíram como seu instrutor e legislador.

      Curtir

      1. Pior ainda é ter que ouvi-lo dizer que recebeu a “divina missão ” de tornar a Emilly uma pessoa melhor…
        Oi?
        Como assim?
        É esse exemplo que ele quer que Emilly siga?
        Ele é o modelo?
        “Médico, cura-te a ti mesmo”.

        Curtir

        1. Simone

          Vero.
          Loucura, loucura, loucura! Rsrsrsrs.

          Quem aguenta? Última festa e o cara começa com a velha e recorrente mania de perseguição e suto pré paredão, querendo obrigar a Mari a confessar o complô do Rômulo contra ele. Rsrsrsrsrs. Que a Mari explique sobre o esmalte e as chagas de Cristo, Que queriam por algo na bebida dele – no caso só se fosse a Produção – para ele ir pra cima de Elettra, eu “sacou” tudo e sumiu da festa, não bebeu, a Emily tem que escolher entre ele e Ieda, quer a cabeça de qualquer um que for contra o casal, DR é mais importante do que assistir o video da festa que a Produção preparou para eles.

          Essa é a verdadeira prova de resistência: aguentar esse Cara que ouve voz, alguém disse, os mestres falaram com ele.

          Socorro.oooooooooooooooooooooooooooooooooooo.

          Curtir

      1. MN M…Está me parecendo que voce tem problema ou magoa com medicos, sei la…Vc está supervalorizando qualquer atitude do Marcos com o argumento de ser arrogancia por se médico, tanto assim que me parece que se Marcos fosse balconista de loja não te incomodaria tanto.

        Não foi zombaria falar do Ilmar em relação á causa indigena, ele é ligado nisso e voce falou que BBBs influenciam pessoas…por que não então a causa indigena?…por que citar a causa indigena seria zombaria ao Ilmar?…não entendi.

        Curtir

  14. Gente, Marcos nesse momento está esculachando Emily, como sempre gritando e com aquele dedo horroroso em riste: “Está todo mundo querendo culpar o ouvido dos outros aqui. Fica em silêncio do meu lado. Eu não vou desistir de falar, nunca diga para uma pessoa que gosta de você que tu sente nojo do que ela está falando. O respeito é irrecuperável e nenhuma pessao vai receber isso bem. Não espere que alguém vá abaixar a cabeça para você porque você é pseudolíder”. Se isso não é intimidação, não sei o que é?

    Curtir

  15. Eu, já deixou claro nas entrelinhas que tem ligações diretas com o Marcos. Sabe que aqui não simpatizamos com o casal e fica sempre em defesa dele, minimizando, negando, tirando por menos. Por isso seus comentários são tão parciais.

    Curtir

    1. MN M…Não é verdade, apenas gosto do Marcos, e separo a figura do medico e do BBB.

      Se o blog fosse teu eu não postaria, pois ja entendi que te incomoda eu não torcer igual , mas por conhecer o Piloto ha tempos, e ja ter convergido com ele em torcidas passadas e achar que ele sempre encarou bem as divergencias continuei postando, mas peguntei se ele queria que eu parasse, e ele não pediu…Pra te ser franca não ligo a minima voce torcer pela Vivan ou sei lá pra quem voce torce…Fazia, acho que, 2 edições que eu não assistia BBB (na verdade a ultima foi dos frangos)…mas dou apenas a minha opinião, não perco o sono nem nada.

      Não se incomode com a minha opinião, continue com a sua de boa…se dou minha opinião é apenas pra tentar mostrar um outro angulo, mas de boa com as divergencias.

      Curtir

      1. Eu
        Ainda que o Blog fosse meu, você seria benvinda. Tranquila. Não se avexe não. Você não me incomoda, acredite. A discordância faz parte do exercício da liberdade de expressão e das interações.

        Posso não concordar com uma vírgula do que você diz. Mas defenderei até a morte o seu direito de dizê-lo.

        Nem mesmo a pessoa do Marcos me incomoda. As ações dele no jogo merecem as minhas críticas e repúdio. Odiar uma ação não é o mesmo que odiar a pessoa que a pratica. Tenho a clareza de separar as coisas.

        Quando você fala de certas qualificações do Marcos ,tais como a coordenação motora fina, o traço refinado, e outros detalhes muito específicos, nos levam a entender que você não mera observadora perspicaz, mas alguém que priva da intimidade dele. Você disse em mais de uma ocasião que não assiste BBB. Que só está assistindo por ele. Não é um comentário de um mero fã. É de alguém que conhece essa pessoa na vida. Mas eu só acho, do verbo achar. Se você diz que não…

        De qualquer modo, se você de fato o conhece ou não isso é irrelevante. Não muda nada em relação ao seu direito de defendê-lo. Seja você mera fã, ou uma amiga, uma sócia, uma pessoa da família. Afinal você disse que só assiste ao BBB por ele.

        Embora eu não precise explicar ou justificar minha torcida, ou falta dela, mas uma vez : eu não torço pra ninguém, não tenho PPV, não voto( votei uma única vez no último paredão – voto de protesto). Não porque eu me envergonhe de fazê-lo. Mas não quero nem pretendo a me envolver com BBB demasiadamente. Nem tenho tempo para tanto. Só estou aproveitando o ócio ocasional de um dias de licença. Só por isso estou zanzando por aqui. Veja que eu não sou figurinha carimba em Blogs. De fato tenho uma rotina cheia que não me permite fazê-lo, e nem eu quero um grau maior de envolvimento com RS. Para mim é só passatempo muito “an passant”.( redundância para ênfase). Rsrsrsrs.

        Simpatizo muito com a garota (Vivian) pelo conjunto da obra. Muito me impressiona a sua inteligência emocional raríssima,a sua assertividade, sempre que necessário, e a clareza de percepção. Mas não sou torcedora no sentido de votar. Mas, entre os que estão na casa, gostaria de vê-la na final – quero do verbo querer e do verbo desejar. Solamente. Se possível ( improvável) desbancando o casal guaraná e tio sukita.

        Curtir

        1. MN M…Pra quem não assiste voce enfatiza bem atos contra o Marcos, rsrs…Mas sou mera espectadora…e sim, gosto do Marcos…

          Sobre a Vivian…Acho bonita e dança bem!…Meio fofoqueira mas boa garota, só faltou protagonizar, se jogar no BBB…Entre os que estão na casa, merece estar entre os 3 mas, na minha opinião, ela não tem torcida, tem os haters do casal a favor dela…Enfim, nem eu nem voce decidiremos, pois pelo visto não pesamos na votação…Ótimo fim de noite.

          Curtir

          1. Eu
            Os feitos impagáveis do Marcos estão espalhados pela net: videos postados no twitter, na própria página do RS. Os relatos pormenorizados minuto a minuto das cenas patéticas protagonizadas por ele, estão relatadas com riqueza de detalhes por aí , devidamente comprovadas pelas centenas de videos. De fato não tenho mesmo PPV.
            Tenho um senso de observação apurado. Marcos é um prato cheio para gosta de bisbilhotar o humano. A minha opinião sobre ele infelizmente, para ele, não é uma exceção. É a regra. Vejo o que todos veem, a maioria concorda comigo, apenas uma minoria fanática e cega teima em negar ou minimizar, pondo panos quentes. Veja que não há um blog sequer em defesa dele. Até os torcedores ferrenhos ele perdeu um a um.
            A responsabilidade pelo burburinho em torno dele é inteiramente dele. Ele conseguiu essa façanha. Se descontruiu diante dos nossos olhos. Só não vê quem não quer.

            Curtir

        1. Piloto
          Não entendi. Você encontrou alguma animosidade nas palavras que eu dirigi à Pessoa de “EU”? Muito pelo contrário. assegurei a ele que ainda que o Blog fosse meu ela seria bem-vinda e que os comentários dela não me incomodam, que posso até não concordar , mas defenderei sempre o direito a expressão.
          E a segunda vez que você direciona a mim um comentário dessa natureza. A primeira foi em relação ao L. Mesquita, simplesmente porque eu pedi: Menos caps Look, por
          gentileza. Ele respondeu com rudeza, e eu expliquei que não era pessoal, simplesmente o CAPS na etiqueta da net, equivale a gritos, e que não havia necessidade de ser grosseiro.
          Em nenhum momento me excedi com ninguém. Muito pelo contrário.
          Divergência é normal. Não constitui briga.

          Continuo sem entender esse segundo recado dirigido a mim.

          Curtir

  16. Bia
    Ao educar meus filhos, eu sempre enfatizei que determinados fatores não podem ser desconsiderados na hora de escolher um parceiro.
    Quanto mais a pessoa que você escolhe para estar ao seu lado, tem valores, comportamentos, ideais e crenças diametralmente opostas as suas, maiores as fricções e possibilidade de tensão, stress, ruptura.

    Sempre digo que o amor não é cego. Cega é a paixão. O amor seleciona sim.
    Antes de conhecer o outro, temos que conhecer razoavelmente a nós mesmos:

    – Quais são os meus limites?
    – O que eu gosto nessa pessoa?
    – Que características indesejáveis ela tem? Sou capaz de suportá-las no convívio diário? A que ponto essas características me incomodam? Tenho inteligência emocional o bastante para lidar com as diferenças sem fazer delas um furação?
    – Temos os mesmos valores básicos?
    – Como é a relação dessa pessoa com a sua família achegada? Como ela trata pais e irmãos?
    – Consigo me imaginar partilhando a minha vida como ela nos próximos 20 anos?
    – Quero alguém a quem em possa admirar, como quem eu possa trocar, e que está afinada comigo?
    – Ou quero alguém para me servir, me temer, me ter como legislador e dono absoluto das suas vontades?

    É difícil mudar a nós mesmos, imagina então mudar o outro.

    Apaixonar-se por quem uma pessoa vai se tornar após o seu pretenso processo de remodelagem não funciona na prática.

    Curtir

  17. Eu fico um pouco assustada apenas com o numero de adolescentes que assistem esse programa e podem estar pesando que isso é super normal num relacionamento. O modo como ele a trata não está certo, ele impõe, desconsidera as opiniões dela, só a diminui, é um absurdo e tem muita gente romantizando isso, a começar pela produção. É muito triste.

    Curtir

  18. Esse cara se acha o próprio Christian Grey. Decerto que vai protagonizar “50 tons de roxo”.
    Morro e não vejo tudo…
    E essa ladainha de ser 20 anos mais velho?
    E de que adianta isso? 20 anos mais velho e mais idiota que a ficam te. E ainda acha isso normal. Esse cara é doente, mesmo, e está fazendo um mal tremendo a essa moça.

    Curtir

  19. ” Por mim, eu botava o dedo na cara de todo mundo aqui “.
    Marcos de Oliveira Harter

    EU… acho, só acho que estas palavras, este gesto, este comportamento e esta atitude é uma conduta abusiva, imoral e violenta.

    MN M, espelho, espelho meu… o espelho falante “avisou ” como deveria ser este paredão.
    Já imaginou um novo dia de fúria do Doc doido?
    Tá loco, meu!

    Chega ser cômico… ver a cena e as justificativas impostas desse maluco.
    EU posso berrar, você jamais.
    Calma doido, COMER não pode.

    Curtir

  20. Kasan

    Fujo completamente desse tipo de generosidade. Quem é generoso realmente não faz marketing dessa generosidade. É secreto. Tudo o mais é um toma lá dá cá.

    A cada paredão é um flash. Que incapacidade de perder é essa? Nunca vi igual? Não aceita ser contestado mas contesta tudo e todos todo o tempo.

    Ele consegui a façanha de se descontruir sozinho.

    Curtir

  21. A raiz dos abusos que Marcos comete com Emily está no fato dele se considerar infinitamente ” superior” a ela. Todos os diálogos entre eles Marcos sempre se coloca de forma professoral, superior e inquestionável. Tem a necessidade de estar sempre certo e quando confrontado ele é ” galo do terreiro” estufa o peito e levanta a crista. Pode parecer contraditório, mas me parece ele sofre de sérios problemas de auto-estima. Uma necessidade enorme de ser aceito, de estar certo e de se mostrar evoluído. Nessa ânsia, qualquer atitude de terceiros que sinalize para o contrário vira confronto, seja com o dedo em riste ou com aqueles diálogos impostos que ele sempre insiste para se sentir ou parecer correto. Não obteve êxito com Rômulo, que ele reconhecia como intelectualmente forte, e que o derrubava na calma e com argumentos embasados. Nem com Vivian, que não dá trela, não demostra nenhum interesse por ele que, ao contrário, tem interesse nela e confronto impediria qualquer aproximação futura. Vivian é esperta demais para cair na dele, torço por ela!
    Sempre achei Ilmar mais amigo dele do que o contrário, e esse esbravejamento contra o Mamão que o Marcos faz até hoje é por ele ter tornado a vida deles “mais difícil” nessa reta final e não do amigo que se sente traído. Marcos sempre diz que o trio era ótimo, mas escala dele e da Emily, Ilmar sempre era o terceiro colocado. A única parecida com verdade no trio era amizade de Ilmar por Marcos, o resto era/é fake.
    Emily estar nesse relacionamento abusivo em que Marcos mesmo questiona ” Eu coloquei o dedo na sua cara e você não falou nada! ” Porque você é meu homem” é a resposta que ela dá ou quando Pedro perguntou qual é o limite dela para esse relacionamento ela diz ” eu não sei, eu gosto dele” é a conveniência do jogo dela. Bem diferente dos casos de relacionamento abusivo que vemos aos montes no dia dia. Tanto que em toda oportunidade ela faz questão de pontuar todos os excessos do Marcos. O dedo na cara no quarto do líder a garota realmente ficou com medo, mesmo assim persistiu na opção de continuar o relacionamento-fake. E, este relacionamento não ultrapassa a porta de saída da casa, pode até rolar um tempinho de marketing, mas não dura. Apesar dele cometer abusos reais, ela é uma vítima fake, está suportanto em nome do jogo. No fim a guria é mais esperta do que ele.
    Nessa novela os possíveis protagonistas ficaram pelo caminho, vejo os antagosnistas se destacando como naquele finais que o mocinho morre no final e os bandidos fogem para Paris. Só que essa é uma tragédia da vida real.

    Curtir

  22. TRILICA – Concordo em absoluto até com suas vírgulas, PERFEITO!

    Acho tb um ABSURDO deixarem este Marcos e tirar a Mari, este cara é grosso, machista ,pesado, fake, cínico, hipócrita..

    Brigou e xingou todos! depois disse SER EVOLUIDO, pediu desculpas a todos; ONTEM os 2 a mando DELE conversaram e abraçaram as meninas, HOJE xingou todos novamente e as chamou de falsas.

    Ele pede desculpas (fakes) e não desculpa NÍNGUEM.

    Cheio de discursos, frases decoradas, etc… ela fica com ele pra fazer casal sim, é casal fake sim.

    A única coisa que posso falar de bom da Emily foi uma das brigas de hj ( pois agora brigam demanhã, tarde e noite) jogou um monte na cara dele e saiu por cima, porém, ele voltando..volta o romance fake pra fazer VT prestar continência a bandeira…afff.

    Não concordo com as criticas de alguns comentários aqui ao fato do Piloto ser contra carregar bandeiras, e acho que não respeitaram suas razões, desviando o assunto principal como se ele fosse obrigado a lutar por uma causa concordado com tudo que muitas vezes é um exagero e beira loucura.

    O cara desabafa aqui conosco e é criticado.

    É como se dissessem que toda mulher tem q lutar pela causa feminista pq se não ela é machista, só existem 2 pontos.

    Eu tb detesto bandeiras, acho que vão perdendo o sentido da luta , mas, nao é algo a se falar agora.

    Curtir

    1. Yellow
      Acho que houve um grande equívoco. Ninguém discordou da música, nem deixou de entendê-la Nem houve críticas ao posicionamento do Piloto. Afinal o posicionamento é dele. O que houve aqui foi pessoas com opiniões diferentes se expressando.

      O que foi dito é que de tanto repetir que não se levanta bandeiras, incorre-se num mesmo extremo que tanto se condena. Ter consciência de que a mulher é a maior vítima da violência não é empunhar bandeiras. E não é achismo. Independente de qualquer opinião, os dados alarmantes estão aí para quem se dispõe a ver o óbvio. O que ficou dito foi que nem toda luta resvala no politicamente correto. Simplesmente porque existem lutas pelo que É correto.
      E correção é respeitar a dignidade do outro. E sim, a mulher é oprimida mesmo no século XXI por questão de gênero. Queiramos ou não admitir. São dados, pesquisas, estatísticas, e provas contundentes.

      Curtir

    2. YELLOW…Democracia é isto, a gente torce mas a maioria vence…Quer tirar tem que votar!!…Aí pode dizer “ah, mas tem uma minoria que vota muito”…Fazer o que, são as regras do jogo, é assistir ou desistir!!

      Curtir

  23. Falo por mim: Piloto não foi criticado por não querer carregar bandeira. Essa é uma escolha pessoal. O que comentei foram as expressões ” histeria” e “corporativismo” para quem defende causas ligadas aos direitos de gays, mulheres, negros, crianças, animais etc… Só isso.

    Curtir

  24. Momentos de sabedoria

    “Achei que discutir a relação fosse mais importante que um video”.

    “Acho que foi o cara que saiu mais por baixo( Ilmar)”

    “Não preciso de grana. Tenho grana. Busco iluminação. Relacionamento interpessoal”.

    ” Vai com tua amiga lá, a Ieda”.

    “Vim aqui pra provar que eu mudei. Eu era esse. Mas eu mudei”. Sei!

    “Qual a pessoa que em um reality show, ia falar que você é a vencedora? Quem?????????

    Eu não vim para cá atrás de dinheiro e isso não é tudo”.

    “Pera lá. Vou fazer um VTzinho. Vamos Emilly. Bolinha de sabão, bandeira, cabaninha, armadilha para gambás, jogo de xadrez, escultura no sabonete, beijoca na barriga ( baby Mally a caminho?) Já tem até fotinho do baby no Twitter. Rsrsrsrs.

    Curtir

  25. Após ter esbravejado contra Ieda, a aposentada volta a ser pauta do casal e ele dá um ultimato na sister: “Eu vou terminar, não quero ti ti ti. Decida: Sou eu ou a Ieda. Porque quando vejo a vovó dinheiro conversando com você, eu vejo aqui: ‘não é para ti’. O que ela está influenciando?”

    “Vovó dinheiro”. Rindo até 5050.

    “Eu tenho raiva porque quem nos quer separados, eu vou ter ódio até o final. Eu quero a cabeça”.

    Curtir

    1. MN M ….. A IEDA é muito perspicaz, inteligentíssima, já sacou o Marcos há tempos. Ela, como todos, está jogando pra sobreviver no jogo mas o idiota do Marcos acha que todos tem de ser amiguinhos de infância. Não admite ser votado – sempre se descontrola, quer saber “pq” votaram nele, jura vingança.
      A IEDA já foi votada várias vezes e nem por isso deixou de falar com os outros participantes, votando ou não nela (a Mari votou nela e ela está ao lado da Mari hoje…e não votou nela no paredão Ilmar/Marcos). Entende que ali é um jogo.
      Já o Marcos fica “com ódio” de quem vota nele e quer se “vingar” a qualquer preço. Aí ele começa a destilar seu veneno pra desmoralizar a pessoa.
      Ele pode votar em quem quiser. Sempre tem uma justificativa na ponta da língua. Mas vote nele pra ver. Ganhou um inimigo.
      Acho que foi daquelas crianças que não admitiam perder em nenhum jogo e os pais faziam a vontade. Mimadinho e egoísta igual a Emilly. Se merecem!!

      Curtir

  26. Emilly a prendendo a fazer ceninha pra edição.
    Ajoelha-se diante de Marcos e implora que ele a ouça e depois pode rebater. Ele vem com essa:

    “São fracos. Você quer o que? Que eu respeite você por gostar da Ieda porque eu respeito a Vivian? ”

    Quanto respeito! Se você é incapaz de respeitar a opinião de quem está com você por que insistir nessa relação?

    Curtir

  27. Piloto

    Como sempre seu texto está primoroso.
    Amei infinitamente.

    Abriu campo para reflexão não porque discordamos de você na essência, muito pelo contrário. É que o combate ao politicamente correto termina também sendo uma Bandeira, como disse uma das meninas.

    “Apenas não queiram isso na vida de vocês. Não fantasiem ou idealizem algo distorcido em situações como 50 Tons de Cinza.”

    Com certeza. Dominar e subjugar não é amor.

    Obrigada! Ótimo domingo!

    Sabe que amamos você e amamos este espaço.

    Curtir

  28. Ontem Marcos deu outro SHOW de brutalidade.

    Encurralou a menina no canto 2x, enfiou o dedo na cara dela diversas vezes, machucou o pulso dela, bateu a cabeça dela no chão, BERROU na cara dela.

    Ta cheio de gente denunciando pra Policia e MP.

    Acho q ele vai ser expulso com policia no Projac.

    Curtir

    1. O bom é que Marcos pediu pra terminar, que o relacionamento está tóxico que ele e Emilly estão se machucando…Espero que seja o fim.

      Se Marcos realmente tivesse agredido a Emilly o programa o teria expulsado, mas agressão verbal sim, inclusive da torcida, um horror…

      Li que o começo da ultima briga foi ela peguntando na frente da Vivian quem ele achava que devia vencer o programa, e que ele respondeu que as duas, em seguida o mundo veio abaixo, ela cobrou, porque ele não falou que queria que fosse ela e a coisa descambou…olha, se a mulher reclama de falta de respeito ela tem que sair fora e não ficar pedindo e deixando a solução na mão do homem.

      Emilly deixa qualquer homem maluco, não tem jeito, é muito sem noção, sem contar a conversa com Ieda ontem, um horror…e Marcos está sobre intensa pressão, já não dá mais pra eles.

      Espero que terminem, é o melhor para ambos.

      Curtir

        1. TRILICA…Sim Emilly joga muito…queima tanto quanto a Leda mas joga melhor!…e Leda me assusta bastante…Me impressiono com a capacidade dela em inventar fatos para detonar, e é esperta, sabe pegar na jugular…A ultima da Leda é que o Marcos não suporta o brilho da Emilly, olha a cara de pau, e Emilly da palco pra ela o tempo inteiro…Hoje ela queima o Marcos porque ele está no paredão (atinge a honra, a pessoa, o profissional, não tem limites), amanhã será vez da Emilly…é cobra comenda cobra e para um cara como o Marcos não é facil esse serpentário.

          Curtir

          1. EU …… Acho que a IEDA (pq você insiste em Leda?) tem uma visão fantástica do jogo. Tiro o chapéu pra ela. Ela lê o Marcos direitinho. E o que ela disse é verdade. Quando Mamão discutiu e chamou Emilly de “verme” ele ficou caladinho, tava nem aí. Quando Marinalva disse que ela não tem caráter, que é a escória, ele também não se manifestou. Rômulo criticou bastante Emilly e ele concordou até. Ele próprio disse a ela que, talvez, os vermes sejam mais evoluídos que ela. Ou seja, ele não a respeita e não se incomoda se alguém a ofende. Apenas quer ter o domínio sobre a guria. A birra dele com a IEDA é pq ela é a única que acolheu Emilly, tratou com carinho e deu conselhos à ela sobre o nefasto relacionamento. Ela está alertando Emilly e por isso ele não a suporta. Quer Emilly longe da IEDA pq sabe que ela o vê exatamente como ele é. Quer impingir a pecha de “falsa” na IEDA mas aquilo é um jogo e a própria IEDA disse à Emilly que gostava dela mas, se precisasse votar nela votaria, que elas se tombariam no programa mas que a queria como amiga fora do reality. Ela foi bem franca com Emilly e esta entendeu.
            O que Marcos teme é que IEDA abra os olhos de Emilly e seja uma ameaça ao casal. Está disputando forças com ela. É tudo bem claro.

            Curtir

  29. Não vale nada,mas acho tudo muito teatral,ele pegou no braço da garota e depois foi deitando e chorou copiosamente,ok ele é abusivo mas ao mesmo te mpo teatral,cena de ambas partes

    Curtir

  30. EU
    Não “compro” a Emily, mas
    Marcos se queima sozinho.Foi assim no paredão anterior e agora novamente. O paredão aciona um gatilho que tira dele até a sanidade. Qual a necessidade daquele surto ontem, onde todos estavam olhando as fotos, dançando? Ali ele começou a rilhar os dentes, se transformou e foi pra cima da Ieda. Ele está se enforcando sozinho. Sob pressão todos ali estão.

    Curtir

    1. Bia
      Completamente. A incapacidade dele de administrar frustração é incomparável e assustadora. Não aceita perder, quer dominar todas as cenas e fazer o “espetáculo” sozinho. sem se importar com o preço envolvido por tamanha exposição? Vale a pena?

      Curtir

    2. Bia

      Não assisti ontem…mas pelo que li Marcos ficou revoltado pela postura da Emilly de proximidade com a Ieda, mas…Gosto do Marcos, acho bem intencionado, porem sei que erra e acho natural apos tantos dias num serpentario daquele nivel, surtar…algo natural e esperado…Ele ganha, perde?…Não sei, penso na pessoa que ele é, na familia que ele tem e não abro mão dele, apesar dos pesares que li.

      PS: Com tanta provocação, com tanta gente fazendo qualquer coisa pela dinheiro, como uma pessoa como o Marcos não iria se ressentir?

      Curtir

    3. BIA … é exatamente isto. O Marcos surta a cada vez que é indicado ao paredão. Ele se acha “intocável”. Se julga tão perfeito que não consegue digerir o voto nele. Acha que todos devem ser leais “à ele” (ou ao casal).
      Mas acho que o Marcos “viaja” muito ao pretender que todos pensem como ele, em respeito à Emilly. Agora há pouco ele perguntou à Emilly se a Ieda falou que torcia pra ela. Ela respondeu que Ieda a elogiou, que ela tinha garra, determinação e características de campeão. Mas ele insistiu algumas vezes: Mas ela falou que “torce” por você? Ou seja, ele esquece que todos ali tem o mesmo objetivo: Chegar à final e ganhar o prêmio maior. E se alguém não diz pra Emilly “textualmente”: Eu torço “por você”, na cabeça dele “é falso”. Como assim? Ele acha que todos devem pensar como ele: A Emilly é a única merecedora!! Disse à Emilly que não se vê como adversário da ninfeta e torce pra ela ganhar. Aí é problema dele mas, que diabos….querer obrigar os outros a torcer pra ela, também, ainda dentro do jogo, é paranóia mesmo. Ele tenta “isolar” Emilly de todos. Ninguém é confiável, só ele. Tem uma mente doentia. Talvez tenha algum caso de loucura na família.

      Curtir

      1. MAGAH…Acho que o povo está surtado lá dentro e aqui fora…Marcos falou da Leda como exemplo…Emilly é muito insegura, quer sempre testar, cobra se o Marcos fala com as pessaos que não estão ao lado deles, mas acha certo ela falae alegremente…Emilly quer Marcos isolado enquanto ela socializa…É uma doidice.

        Curtir

  31. Fiquei sabendo que o pai do Marcos estava disposto a tirá-lo de lá de qualquer jeito, no último paredão (com Ilmar) pois sua imagem está sendo arranhada.
    Mas a produção não deixou e o convenceu do contrário.
    Ou seja, a produção do BBB está adorando este bafafá todo e não tem o menor interesse em tirar o Marcos do programa.
    Se, naquela semana, a imagem estava arranhada imagina agora.
    Quero ver a cara do pai dele voltando pro Projac e vendo o filho ficar novamente. Até o fim do realitty ele pode trincar de vez sua reputação.
    #foramarcos

    Curtir

  32. Piloto,

    Você sabe que eu não ando comentando por aqui porque eu não vi esse BBB, mas depois de ler esse texto foda, que é mais sobre a vida do que sobre o programa, preciso comentar aqui.

    Você me conhece e sabe que eu já levantei bandeiras feministas. Falo no passado, porque hoje, apesar de me considerar individualmente como feminista, não consigo mais me ver como parte do movimento feminista.

    E a razão, embora não seja igual a sua, é muito parecida. Enquanto o movimento brinca de apontar dedos, ser lacradora, criar novos vocabulários, quando falamos de violência real, na prática, que alguém sofreu ou sofre todos se calam e tiram o seu da reta porque você não faz parte da corrente certa.

    Vivi isso em primeira mão. Fui vítima de crimes de exposição de dados e imagem, tive que fazer vários BOS, me obriguei a abandonar trabalhos para não expor meus clientes.

    A razão de eu ter sofrido isso foi ter pego um caso que “não devia” e ter ficado na mira das pessoas erradas. Enviaram e-mails ameaçadores para meus pais e meu ambiente de trabalho.

    No meio tempo que passei por isso, as minas do movimento, que escrevem textão e problematizam piada pavê, ou me ignoraram ou dizeram que não podiam/queriam me ajudar.

    Enfim, passou, consegui sair da mira dessa gente, fiz as representações e fico de olho para ver se eles me esqueceram mesmo.

    Então assim oh: mais vale um texto teu, correto, foda que fala da violência contra a mulher e a violência que você mesmo sofreu do que textão problematizador que não significa porra nenhuma.

    Prometo que vou voltar a frequentar aqui. Pena que vc abandonou o Masterchef.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s