Dancing Brasil #5

Olá, passageiros! Mais uma semana de Dancing Brasil e dessa vez o tema foi “O momento mais marcante da minha vida”. As apresentações foram muito emocionante para os competidores, que tiveram surpresinhas no fim de cada coreografia.

Captura de Tela 2017-05-03 às 05.28.20

Estamos na quinta semana, uma fase em que não dá mais para relevar erros básicos em qualquer dança. Eu, @paypervitu, o @luguicosta e o @luizcmorais estaremos muito mais rígidos.

E, Record, JAMAIS repita esse disparate de colocar vários competidores mais fracos em sequência. Tânia, Richarlyson, Fabíola e MC Gui em carreirinha foi dose. Sem mais delongas, vamos ao que interessa: as apresentações!

Maytê e Paulo (Rumba)

Mayte
Crédito: Blad Meneghel

Vitu: Abriram a noite com o nível bem elevado. Foi a Rumba de Ballroom, mais lenta e compassada. Maytê sempre em ascensão. Coreografia simples, mas bonita, bem desenhada e trabalhada. Ela conseguiu fazer um bom jogo de pernas, ainda falta um pouco mais de suavidade na dança da Maytê, teve um porté em que a descida teve um desequilíbrio. Um detalhe que nessa fase da competição não pode passar batido. Maytê PRECISA ir menos tensa para as apresentações. Só isso. Nota 9

Lugui: Já começamos com o casal caprichete pra gente poder ter esperanças que o programa hoje vai ser bom. Maytê e Paulo fizeram uma homenagem tão verídica à filha da Maytê, que encenaram a fecundação dela, com direito ao Paulo sem camisa (que já assumiu o posto de descamisado do programa), teve sensualidade e ela até pariu uma violeta no final. Enredo à parte, a rumba em si foi ótima, com bons passos de fato do ritmo. Maytê nunca esteve tão segura e com tanta qualidade na execução da dança, sem falar na ótima coreografia do Paulo e no entrosamento perfeito entre eles! Só confirmo que eles são minha dupla favorita e estou torcendo bastante! Nota 10

Luiz: Gostaria muito de comentar com propriedade, mas em certo momento eu não consegui enxergar mais a Mayte e o Paulo. Ficou violeta demais.

A dança em si foi bem executada, com toque de outros estilos, muita perna e quadril, muito braço esticado, movimentos contínuos e o sentimento da rumba. Adoro assistir a Mayte porque ela se entrega bastante, sente a dança e o Paulo vai na dela e deixa ela interpretar e dá essa liberdade pra se expressar na dança e isso fica evidente nas apresentações. Poderia até valer o 10 se não fosse o lift no final. Nota 9

Mika e Bárbara (Jive)

Mika
Crédito: Blad Meneghel

Vitu: Mika evoluiu muito ao longo da competição. O Jive foi ok, apesar de em MUITAS partes da coreografia ter ficado parado (não por culpa dele), mas teve até aéreo por mais de 15 segundos, o que pra mim é imperdoável nesse ritmo. Jive é pé, é perna, é movimento. Ter tecido nessa coreografia prejudicou muito porque parou a dança. No entanto, Mika tá com um alongamento e acabamento ótimos. De vez em quando derrapou nos contratempos e perdeu a sincronia com a partner. Nota 6

Lugui: Não entendi porque Mika parecia pai de família que veio direto do escritório e a professora tava com roupa de pote de arco-íris e louca da fluoxetina. Eles tavam em ritmos completamente diferentes e faltou sincronia. Já o jive foi bom, apesar de pequenos erros. O problema foi ter jive de menos e presepada demais: quando a dupla encontrava o tom, parava pra fazer tecido, passinho da minhoca, malabarismo… Mika dança bem e merece ser melhor explorado. Nota 7

Luiz: Adoro a professora do Mika. Já fez ótimas coreografias, mas não tava sabendo que essa semana eles tava homenageando o Marcos Frota emulando o Circo do Faustão na Record. Outra reclamação técnica: corte de câmeras uma merda. Adoraria ver o pé do Mika no jive. Caguei se ele planta bananeira, sobe no tecido e faz malabarismo se equilibrando numa prancha. Quero ver chutes precisos e rápidos. Pés fazendo pontas. Infelizmente não vi nada disso. Nota 6

Jade e Teo (Paso Doble)

Jade
Crédito: Blad Meneghel

Vitu: no geral, eu gostei. Mas acho que focou MUITO na ginástica e ainda que o Paso Doble permitisse isso por ter passos precisos, senti falta dos movimentos ondulados que a mulher deve fazer nesse ritmo. Teve um erro coreográfico e a Jade ainda está com o corpo duro. O Teo precisa suavizar um pouco mais os movimentos dela. E olha que ela já finaliza e alonga muito bem os passos, mas necessita suavizar. A coreografia poderia ter sido mais elaborada, ela já está num nível que consegue mais do que a simplicidade. Nota 7

Lugui: Quando soube do tema dessa semana, fiquei uma semana me preparando pra não tentarem fazer a Jade imitar a dança Laurie Hernandez, ginasta americana vencedora do último Dancing With The Stars:

https://youtu.be/tivrR6jIlNw

Claramente houve uma ~ inspiração, o ritmo era o mesmo, mas o resultado foi beeem diferente. O que não quer dizer que foi ruim. Eu adorei essa música e a apresentação foi bem contagiante, a postura da Jade estava correta e as finalizações também, mas faltou mais força e agilidade nos movimentos. A conexão entre os passos de dança e os movimentos de ginástica foi ótima e Jade tava bem confiante. Depois da zona de risco da semana passada, Jade retorna ao time dos favoritos da competição. Nota 8

Luiz: Muitos sentimentos misturados.

Começamos com: cadê a saia? A parte mais bonita do Paso eles cortaram. O sapato sumiu também, mas dá pra fazer descalço. Achei bacana a troca do touro pela ginasta, foi bem inteligente fazer ela ir de encontro a capa. Com tudo isso, depois de relevar muita coisa, é preciso dizer que os passos saíram um pouco estranhos por conta da postura dela como ginasta e a forma como ela pisa sempre parecendo que vai começar um salto. Relevei os saltos sozinha, mas o lift no final é complicado. E já tô esperando algum irmão Hypolito na próxima temporada. Nota 7

Sheila e Marcelo (Valsa)

Sheila
Crédito: Blad Meneghel

Vitu: Achei que faltou fluidez nessa Valsa. Não em relação ao bailado porque a Sheila fez os movimentos corretos, alongamentos e finalizações de bailarina, mas a coreografia me incomodou. Parece que foram duas em uma. Metade de um jeito e a outra metade completamente oposta. Os giros e os movimentos de cabeça perfeitos, mas a perna ainda tá pesada. Não sei se o figurino deixou muito evidente, mas não teve a suavidade necessária. O final da coreografia foi mal acabado. Mesmo que fosse uma surpresa, deveria ter um desfecho que ficou faltando. Aliás, achei que o técnico errou mais do que a estrela na Valsa. Nota 7

Lugui: Eu só queria que ela tivesse escolhido seu grande hit Água pra performance. Não sei pra ela, mas foi um momento marcante pra indústria fonográfica brasileira! Por fim ela escolheu homenagear o Xuxa mesmo e a coreografia foi tão entediante quanto a edição de A Fazenda em que eles se conheceram.

Sheila é ótima, seu professor sabe disso, mas a cobrança é crescente e eles não podem estagnar, pois têm outros favoritos despontando na competição e ser just ok não basta. O professor, com medo de ousar, entregou uma valsa padrão e perdeu a chance de explorar melhor as qualidades da Sheila, assim como a própria Sheila precisava se atentar com leveza e suavidade dos passos. A dupla precisa se acertar ou a trajetória deles vai ser igual água: corredeira abaixo! Nota 8

Luiz: Morro de pena dessa mulher. Tanto potencial com um professor meia boca desses.

A postura foi um problema. A dele, no caso. A mão quase na cintura da Sheila é uma piada. Acho que ele tentou ser o pai dela a conduzindo ao altar, mas só entendi isso revendo a dança.  A Sheila tem toda a continuidade, as linhas, mas, como um dos jurados falou, ele não parece natural nos lifts (que não deveriam existir na valsa), fica pesado. No mais, foi uma dança apenas correta. Nota 8

Leo e Dani (Paso Doble)

Leo
Crédito: Blad Meneghel

Vitu: Leo veio mais comedido no Paso Doble do que nas apresentações anteriores. Isso foi bom pra esse ritmo e seria perfeito se a execução da coreografia fosse boa. Não foi. Eles erraram alguns passos, faltou equilíbrio, faltou precisão nas pernas em alguns momentos e a música não tinha nada a ver com a coreografia. Leo foi bom nos movimentos de braço e mãos, pernas mediano e postura corporal muito agressiva, mais do que o necessário para o Paso Doble. Nota 5

Lugui: Todo mundo conhece aquele ditado “não se pode cantar vitória antes do tempo”. Se esse ditado estivesse num dicionário, a foto do Léo estaria como definição. Desde a primeira semana ele se acha o melhor bailarino e ator do programa, mas o melhor momento desse programa de “melhores momentos” foi seu tombamento! Tenho certeza que ele escolheu a música Simply The Best pra falarem que ele é simplesmente o melhor, mas faltou muito: faltou coordenar melhor os movimentos, conduzir a parceira, fluidez, sem parecer que está pensando sempre no próximo passo, e até sua expressão, que sempre é exagerada, dessa vez foi menos do que poderia. Nota 6

Luiz: Exagero, teu nome é Leo Miggiorin.

Tudo é demais, emoção demais, força demais, afetação demais, empolgação demais, teatral demais. O exagero fez ele passar do ponto em tudo. Perdeu equilíbrio, perdeu footwoork, perdeu sincronia, perdeu técnica. Posso falar das linhas espanholas que estavam bem marcadas, até demais. E me incomodei muito com o microfone ligado durante toda a dança só pra ouvir um “olé” no final. A dança inteira foi desnecessária. Nota 6

Tânia e Marcos (Rumba)

Tania
Crédito: Blad Meneghel

Vitu: Que dança chata. Faltou sincronia, faltou sintonia, faltou passo, faltou movimento e coreografia numa música que dava muito bem pra ser uma Rumba excelente. Não consigo ver evolução nesse casal. Ainda continuam perdendo muito tempo na introdução ao invés de caírem dentro da dança. Já estamos na quinta semana e é inaceitável alguns erros como esquecer alguns passos. Desequilíbrio uma vez, ok, mas algumas vezes é demais. A Rumba de ballroom dance é bem similar ao Bolero, mas ao ver o vídeo sem som, só captei o Bolero. Nota 3

Lugui: Não sabia se o momento mais marcante da vida da Tânia era a chegada da Família Real ou a proclamação da República, não entendi. E a produção também não entendeu muito, porque ela falou de Maria Bonita no ensaio e a performance foi de tapete vermelho!

Independente do personagem, Tânia tá fazendo a mesma coisa há 5 semanas: anda, faz pose, o professor joga pro alto, levanta a perna pra mostrar que academia tá em dia, gira e faz carão. Não importa o ritmo! A música podia ter sido “Ela não anda, ela desfila”. Pra mim ela não dança nem atua, ela vive um alter ego de uma diva que ela pensa ser ela. Mais raiva do que Tânia se apresentando, só ela sempre escapando por pouco de toda zona de risco. Nota 4

Luiz: De alguma forma, Tania me encanta. Não pela dança, mas talvez pela classe ou postura. Nessa apresentação, teve quadril, teve braço, mas não na forma correta. Foi só enquanto ela andava.

Durante os passos, foi muito ela caindo e ele segurando, faltou o clássico da rumba. O lift é proibido, foi um passo entre vários da coreografia que não estavam conectados. A Tania continua fazendo bons passos parados, mas não há continuidade na dança, eles não conseguem levar o final de um movimento ao começo do outro. Nota 5

Richarlyson e Camila (Bolero)

Richarlyson
Crédito: Blad Meneghel

Vitu: Já começou errando a coreografia. Tive a impressão que faltou ensaio e eles improvisaram qualquer coisa ali na hora com passos que já conheciam e salpicaram tudo ali. Foi uma dança feia! Cheia de erros técnicos como pegadas, portés, sincronia, erros coreográficos mesmo. Aliás, a coreografia foi muito fraca, com poucos elementos e lenta demais para a música escolhida. A mão do Rich ficou solta demais e as pernas se desencontraram. Ele pareceu estar muito inseguro e realmente a dança deixou muito a desejar. Se ele ainda não consegue fazer passos muito complexos, que a técnica apostasse na movimentação de palco, no bailado. Nota 3

Lugui: Não entendi o que Corazón Partío tem em comum com seleção brasileira. Seria o sentimento depois do 7×1? Mas 7×1 é toda semana ver o Richarlyson só indo mal a cada dança! Não dá pra negar que ele se esforça, mas os erros são sempre os mesmos. Nessa dança, deu pra sentir que o problema não é só ele, mas a professora também é fraca, errou bastante e pode não ter explorado o potencial do Richarlyson. Nesse bolero os dois estavam completamente fora do ritmo da música, com passos sem fluidez e sem coordenação entre si. Faltou leveza e faltou uma boa professora e coreografia que fossem capazes de esconder os erros do aluno. Pelo menos essa noite os pais do Richarlyson estavam lá pra ajudar a levá-lo no caminho de volta pra casa. Nota 4

Luiz: Procurem Cheryl Burke e Drew Lachey no Google que vocês vão ver de onde a Camila tirou a ideia pra esse cabelo.

Gosto quando há uma quebra na proposta inicial da dança, tipo quando a mulher dança de calça. A postura do Richarlyson é péssima. Ombros altos, pegada errada, mão na cintura. Ele conduziu a Camila pela mão esticada. Desequilibrado, lift complicado, à frente da Camila por boa parte da apresentação. Uma negação. Nota 4

Fabíola e Bruno (Salsa)

Fabiola
Crédito: Blad Meneghel

Vitu: Achei a coreografia boa, mas a Fabíola semitonou em muitos dos passos. Vejo uma evolução dela desde o início até agora, mas o técnico dela fez uma coreografia onde a Fabíola não conseguiu acompanhar muito bem. Tava tudo muito rápido – como deve ser a Salsa – e em muitos momentos parecia que ela tava 1 segundo atrás dele nos passos. A dança ainda precisa de muita limpeza para que tenha uma fluidez ok. Só em assistir, eu me senti cansado de ver a força que os dois estavam fazendo e isso é um erro muito grande numa competição, porque para o espectador tem que parecer tudo simples, fácil e leve. Não foi nada disso, absolutamente. Ah, e não terminaram a dança junto com a música. Nota 4

Lugui: Fabíola melhorou, o que não é sinônimo de que ela foi bem! A dança dessa semana foi continuação do zouk da semana passada, né? E parecia uma grande aula de lambaeróbica! Tinha a sensação que ia surgir um instrutor gritando pra Fabíola ir pra um lado, pro outro, pegar o buquê, jogar beijo etc, de tão mecânico que tudo parecia! Pelo menos o básico ela tá executando, os acabamentos estão bons e ela tá no ritmo. Só acredito que deveria manter no básico pois, qualquer passo mais arriscado fica aparente o quanto ela é ruim dançando. Nota 5

Obs: Que absurdo de notas foram essas dos jurados pra Fabíola?? NOVE??? Gente, ela só melhorou um pouquinho e mereceu mais de 4, o que não significa dar 9!

Luiz: Até agora abismado com o tamanho dos filhos da Fabíola. Dois galalaus e a mulher com 37 anos, de acordo com a Wikipedia.

Como jornalista na ativa, não acho legal ela usar uns maiôs como esse, porém ela já é conhecida como Rabo de Arraia… A mulher tem atitude e carisma, só não tem quadril, ou melhor, movimento de quadril. Toda dura, mas pelo menos tava em sincronia com as batidas da música, já com o professor nem tanto porque foram vários erros de pegadas de mão e influencia direto nisso. Nota 5

MC Gui e Bella (Rumba)

Gui
Crédito: Blad Meneghel

Vitu: Acho que o MC Gui deu um migué na semana passada e passou duas semanas ensaiando pra essa coreografia. Não cometeu erros coreográficos até porque a técnica – que é ótima –  levou toda a dança, mas o Gui foi um ótimo apoio. Foi uma Rumba bem sensual, com pegadas intensas. Ele ainda precisa de muito mais aulas para aprender movimentos, a mão fica solta demais e ele ainda não aprendeu a dançar. Tá muito executor de passos e não dançarino. Senti que ele pelo menos se dedicou um pouco mais ao programa essa semana e foi menos poste que nas outras. Nota 4

Lugui: Não estou preparado pra assistir um programa em que MC Gui se recupera de lesão e volta, mas a Juliana Silveira não. Também não entendo porque perderam a chance de fazer uma apresentação com emoção usando a única música do Gui – Sonhar – e homenagear o irmão. Aí preferiram forçar um MC Gui sex symbol da periferia, pervertido porque fez 18 anos, com uma música que provavelmente ele não conhece e não escolheu. Gui realmente progrediu e pelo menos se movimenta e tem ritmo, mas é tudo muito poluído e forçado e eu grito em casa pra limpar e melhorar isso aí! Foi uma apresentação de competidor mediano na 1a semana, com a grande diferença que estamos na 5a semana e Gui precisa correr muito atrás do prejuízo.

Destaque pra professora do Gui, a Bella, que nunca tinha reparado e segurou a apresentação. Provavelmente ficou com medo do Gui desistir antes de alguém conseguir memorizar o nome dela e aí resolveu dar tudo de si. Nota 5

Luiz: Podia ter me poupado esse trabalho se tivesse ficado machucado. E achei uma audácia ele corrigir a postura do pai dele. Sabe nem fazer, quem dirá ensinar a alguém.

Em algum lugar dos Estados Unidos, The Weeknd pedia a anulação dessa dança pelo desperdício da música. Acho o Gui forçado, sem firmeza alguma nos pés e nas mãos. Parece que tem medo de pegar na Bella, mas quando é pra alisar a bunda da garota ele vai com tudo. Achei um tanto quanto demais essa mão boba dele. Novamente, rumba não tem lift. Ele não é nenhum homão desses pra abrir a camisa, revelar uma regata e as caprichos gritarem. Falta esticar a perna, quadril, equilíbrio e ser eliminado logo. Nota 3

Bianca e Tutu (Quickstep)

Bianca
Crédito: Blad Meneghel

Vitu: Coreografia complexa e bem executada. Rápida como o Quickstep tem que ser, contratempos na medida, sincronia, precisão, movimentos de qualidade, alongamento, acabamento e agilidade. O movimento de quadris foi perfeito para essa dança. O cambré bem executado e uma coisa que eu sempre espero nas coreografias, que a música leve o corpo dos bailarinos. Apesar de ter sido o melhor casal da noite, percebi dois erros na coreografia. E só por isso… Nota 9

Lugui: Não tenho a menor maturidade pra dança indiana e eu começo a dançar internamente junto com a música! Precisei rever 5 vezes pra ter maturidade pra julgar. Eu vou ignorar que isso não foi um quickstep, mas uma fusão de quickstep com Bollywood, porque a técnica do quickstep vai além de ficar andando rápido junto com o parceiro pelo salão. Achei que Bianca se divertiu muito e nem parecia estar competindo (mesmo ela sendo tão competitiva e eu adorar isso nela). O entrosamento tava perfeito e o ritmo e energia na medida certa. Eles tiveram um pequeno desencontro e uma finalização ou outra que podia ter saído melhor, mas eles foram um dos meus preferidos da noite e também da competição. Nota 9

Luiz: Desculpa, gente. Hoje não rolou.

Foi quick até demais. Não teve postura, muito bollywood dentro do ballroom, perderam timing, passadas abertas demais, teve lift, pouco contato físico quando juntos e se separaram muito cedo. Acho que deu uma hora que a Bianca tava só indo junto com o povo, sendo empurrada pelo Tutu. Cansei por ela. Duvido até que isso tenha sido um Quickstep, vou dar o benefício da dúvida. Se fosse um samba, teria sido melhor. Nota 6

Considerações

Vitu: Achei justa a eliminação dessa semana. Richarlyson por mais que tentasse não conseguia e ainda enfraqueceu a dança da técnica. Uma coisa que muito tem me incomodado, mas que nessa semana chamou mais atenção foi o corte de imagens. O jogo de luz atrapalhou muito a observação de algumas apresentações e por VÁRIOS momentos a iluminação estourou na câmera.

Lugui: Léo tava precisando desse tapa na cara de ir pra zona de risco pra descer do pedestal e se reencontrar na disputa. Entre Gui e Richarlyson, pelo menos Gui melhorou um pouco, enquanto Richarlyson tava fazendo hora extra, portanto achei justa a eliminação.

Luiz: Querida produção do programa, ensaiem mais. Deu problema nas luzes, o corte de câmeras é ruim, os ritmos não condizem com as músicas, arranjem melhor cada música. Proponho um switch-up pra trocar alguns professores com famosos pra Sheila se dar bem ao menos uma vez na dança. O episódio foi composto por várias danças fracas, onde a melhor abriu o programa. Isso não se faz. Já tá na hora de muita gente aí aposentar o sapato de dança!

É isso, pessoal! Semana que vem tem mais.

 

Anúncios

21 comentários em “Dancing Brasil #5

  1. Ao contrário da Dança dos Famosos, eu não vejo sem olhar técnico muita melhora dos participantes. Não entendo pq Tania Alves é supervalorizada, não entendo pq o Leo se supervaloriza, não entendo pq Sergio Marone é o reporter. O casal que mais gostei foi da Bianca, não entendo patavinas de dança indiana, mas foi meio arrebatador pra mim a alegria deles sem contar que acho a competitividade dela inspiradora.
    Que venha a próxima semana, continuo assistindo esse programa por Sheila, Mayte e sobretudo Bianca, os demais não entendo bem o que fazem na quinta semana de competição…

    Curtido por 2 pessoas

  2. Gente, que imagens! Parabéns Blad Meneghel, o post ficou maravilhoso visualmente falando. Eu amei como ficou tudo lindo, e amei os comentários, agora não vou falar que vocês puxam sardinha da Sheila mais nem que vocês pegam muito no pé no Richarlyson, eliminação muito justa, enfim, vida que segue.
    Meu sentimento por Tânia é esse “Pra mim ela não dança nem atua, ela vive um alter ego de uma diva que ela pensa ser ela.” – obrigada Lugui, ela tem uma cara de sebosa e de que está ali obrigada que ninguém merece, e eu já não aguento mais!
    O que foi a Fabíola na frente da Sheila no placar geral? O que deram para os jurados? Achei a dança tão chata quanto ela, acho que tenho ranço dela porque meu pai quando chega em casa cedo, estaciona a TV no Marcelo Rezende e não sai de lá nunca mais, ou então para ir pro Datena, então não suporto maaaaaaaaaaaais.
    Estou aqui, nesse momento declarando de vez minha torcida para Maytê e Bianca (acho que é a primeira vez que torço em alguma competição assim por mulheres, aloka), nessa ordem, e acho que as mulheres vão sair só depois que exterminarem os homens.
    Por fim, sim, Paulo sem camisa, SIM!

    Curtido por 2 pessoas

    1. Blad Meneghel mandou agradecer o elogio ❤

      Ai, eu amo que não estou sozinho no ódio pela Tânia e muito menos na torcida por Maytê e Bianca! hahaha

      Curtir

  3. Meninos,
    Que postagem supimpa. E sim, as imagens estão maravilhosas!

    Confesso que dessa vez a “dança” de alguns me incomodou verdadeiramente. Simplesmente nem houve dança, na verdadeira acepção da palavra, em alguns casos.

    Apesar da minha bom vontade com as limitações do Richarlyson, ele mereceu muito essa eliminação. Parece-me que a falha não é apenas dos famosos. Muitos profissionais do DB são fracos, muito fracos. Algumas coreografias estranhas. Os dançarinos não conseguem entender os seus partners, não desenvolvem uma coreografia que os favoreça e camufle os erros. Talvez falte mais tempo de ensaio também. E essa escolha recorrente de dançar um ritmo com um música que não tem nenhuma relação, ao meu ver mais atrapalha do que ajuda. Não entendo o porquê de insistir nisso.

    Paulo PODE E DEVE continuar descamisado, viu? Dançarino porreta! Tão jovem e tão talentoso. Que casal afinado!

    Biança, um arraso! Ela é muito competitiva, mas não é uma competividade pela competividade. Compete consigo mesma, buscando a superação, a excelência, a fluidez, a leveza. Para mim é brilhou.

    Sheila é destaque, mas as duas – Maytê e Bianca estão vários degraus acima, na minha opinião. Acho que o DB precisa melhorar ainda. Tem muitas falhas de todas as ordens.

    Curtido por 2 pessoas

    1. ❤❤❤

      Ainda tem muita gente fraca, mas acho q os erros maiores, nesses casos são dos técnicos que não tão sabendo ensinar ou extrair de melhor oq a sua estrela pode dar.

      Curtir

  4. Nossa, aquela câmera rodando o tempo todo pra todos os lados não me deixa acompanhar as danças direito. Não consigo julgar nada e ainda fico meio tonto.

    Estou seriamente pensando em parar de assistir esse programa por isso. E esperar a Dança dos Famosos.

    Curtido por 2 pessoas

    1. A Dança dos Famosos tbm tem essa câmera, mas é em menor escala pq o cenário é menor. Aí a gente não percebe tanto. Mas esse giro no Dancing incomoda mesmo.

      Curtir

  5. achava que nada seria mais aleatório que a Dança dos Famosos, e o Dancing veio me mostrar que eu estava errada. Músicas NADA A VER com as danças e exageros de lifts.
    PELOAMOR PAREM DE DISFARÇAR SUA RUINDADE COM LIFTS! Melhor fazer um dois pra lá dois pra cá limpo do que um monte de presepada “suja” (no sentido de coreografia suja, sabe?)
    E pra ser beeeem sincera, acho o DWTS bem estranho algumas vezes, sobretudo na escolha das músicas. Então essa crítica minha é feita de forma mundial rsrs não só ao do Brasil.
    Minha paixão por dança me faz assistir essas coisas e passar raiva…

    Curtido por 1 pessoa

    1. Cissa, que bom que você tá gostando do nosso recap! Realmente o formato causa estranhamento às vezes. No Dancing With Stars não vejo ser tão estranho devido à qualidade da produção, já aqui no Dancing…

      Curtir

  6. Esse programa está me cansando. Tanto que assisti a reprise que só passa o básico. Porém, lendo as críticas, só posso dizer que me sinto ainda mais vidente. Devia trocar pra “Dentista Dinah”. UHAEhuaEHUaHU! Eu critiquei todo o desempenho da equipe técnica desde o primeiro episódio, eis que surgem os 3 colunistas de Pilotando criticando tal coisa. O Luiz basicamente falou tudo que eu falei semanas anteriores. É… Record sabe copiar bem até a página 20, depois sai merda. Também foi escrito coisas que falei semanas anteriores: que a professora do Richarlyson é indesculpável. O professor da Sheyla um sem noção. A grande verdade é que podem pegar professores de Sheyla, Fabiola, Richarlyson, Mika e bater num liquidificador e não dá nem meio professor Paulo. O da Sheyla é um sem noção que não sabe encenar (e ensinar), a do Mika copia e disfarça a falta de talento botando o famoso dela pra fazer 532 atividades nada a ver no meio da dança, e o da Fabiola nem se comenta. O do Richarlyson eu demitira só pela caroça feia. No entanto, o professor que é sempre malhado pelo juri, o da Tania, o único erro foi ter tirado a Tania pra dançar! hahah! E essa semana não vou perder tempo comentando Flop Miggiorin pq já falei o suficiente semanas anteriores.

    Vamos comentar mais uma coisa? Que tal as tomadas ginecológicas? O que são aqueles momentos que vemos o meio das pernas de Sheyla e Tania? Durante a salsa, beleza, a mulher está vestida pra tal. Mas numa valsa? Numa rumba? Demitam essa figurinista que não sabe vestir essas mulheres para ficarem elegantes no palco. A banheira do Gugu era mais sutil. Momento pior foi a roupa da professora do MC Gui despedaçando. Mas essa coitada sempre recebe as piores roupas… junto com ele. Mas pra quem foi sorteada pra dançar com Gui, ela já deveria descartar 2017 como um ano gentil com ela.

    Toda semana eu elejo as melhores alfinetadas de Lugui. Essas me racharam:

    “Não entendi porque Mika parecia pai de família que veio direto do escritório e a professora tava com roupa de pote de arco-íris e louca da fluoxetina.”
    – Não tente entender pois ali tudo é pura presunção da destalentada.

    “Pra mim ela não dança nem atua, ela vive um alter ego de uma diva que ela pensa ser ela.”
    – UAEHAUEHUAEHUAHE. O mundo é tão louco que passar a vida num surto pode ser melhor, né?

    “Não entendi o que Corazón Partío tem em comum com seleção brasileira. Seria o sentimento depois do 7×1? Mas 7×1 é toda semana ver o Richarlyson só indo mal a cada dança!” … “Pelo menos essa noite os pais do Richarlyson estavam lá pra ajudar a levá-lo no caminho de volta pra casa.”
    – AUEUAHEUAHEUAEHUAHEUHE x 1000! Richarlyson é um dos seres mais sem-noção que já vi na vida.

    “Aí preferiram forçar um MC Gui sex symbol da periferia, pervertido porque fez 18 anos, com uma música que provavelmente ele não conhece e não escolheu.”
    – Sex symbol de periferia DEFINE!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Eu fico aguardando seu comentário-post aqui com a gente toda semana, Dentista! hahaha Tem algumas coisas que acontecem nesse programa que só com muito humor e uma dose de veneno pra gente suportar. Principalmente esses problemas técnicos, professores fracos e alguns candidatos péssimos.

      Sobre a Tânia: “O mundo é tão louco que passar a vida num surto pode ser melhor, né?” HAHAHAHAHA ela deveria colocar isso na lápide dela quando morrer, melhor definição pro personagem Tânia Alves.

      Curtir

      1. AUHEUHAEHAUHEHUAEHUAUEH Lugui rei dos shades. Sou fã… se vai zuar, que seja um zueiro vida l0ka sem medo de falar a verdade. Essa sacada da lápide foi outra pérola. O Piloto devia convidar pra vc escrever coluna semanal falando de todas as faltas de noções de todos os realities. E vc devia se candidatar pra roteirista de TV. Quem sabe essa nau desgovernada do Dancing não tem a sorte de tirar vc como novo contratado. Aqueles jurados se beneficiariam bastante!

        Curtido por 1 pessoa

  7. Eu gostaria muito, mas o Luiz não é do RJ aí fica um pouco complicado… Mas quem sabe um dia rola?! Entretanto, oq vem aí do Lugui é bem legal e vai ter participação da galera 😉

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s