Dancing Brasil #11

Olá, meus queridos passageiros! Esta semana o Dancing Brasil caiu no Dia dos Namorados e foi esse o tema que embalou os participantes no décimo programa da temporada.

E sabe quem estava lá no estúdio acompanhando tudo? Eu mesmo, @paypervitu, que já sou habitué do show e, para a alegria de vocês, o nosso querido colunista @luguicosta! Só faltou o @luizcmorais pra gente fazer a bancada igualzinho no programa. Ainda vamos todos juntos e levaremos plaquinhas. Aguardem esse momento. Ainda vamos tentar arrastar o @pilotandotv!

Eu achei fraco o programa a nível de coreografia. Espera muito mais dos concorrentes e dos coreógrafos a essa altura da competição. Muito mais. Mas teve Xuxa relembrando seus tempos de princesa e casando com seu príncipe Junno, teve a professora do MC Gui fazendo a Beyoncé, teve a Xuxa usando seu perfume Jequiti e espirrando perto da gente e teve a plateia saindo com um amaciante Comfort porque não somos obrigados, né?!

Captura de Tela 2017-06-13 às 21.00.34

Vamos às análises!

Jade e Teo (Zouk)

Captura de Tela 2017-06-13 às 04.28.45

Vitu: Bem complicado nessa altura do campeonato. O Zouk é o ritmo mais difícil de aprender a meu ver porque tem muito detalhe no corpo, precisa ter uma suavidade e uma limpeza de movimentos muito grande. A Jade não conseguiu fazer os cambrês do Zouk, que são como se a coluna rebolasse junto com a cabeça. Foi um movimento pa-pa-pum, não foi suave.

Outro elemento fundamental no Zouk é o equilíbrio, que faltou algumas vezes. Eu acho Jade e Teo um casal bem entrosado, mas nesse ritmo, particularmente, achei que não estavam. Zouk é uma dança muito direcionada à mulher, em que ela precisa se sentir relaxada e achei os dois tensos. É uma dança muito sinuosa, a coluna tem que parecer um ‘S’.

Existe um movimento chamado manivela que é pra acontecer de forma arredondada (assim como os cambrês) e foi isso que não aconteceu, além de terem cometido alguns erros coreográficos. Aliás, senti falta deles terem explorado mais a dança, bailar mais pela pista. Nota 6

Lugui: Se nem a Sheila, que entendia tanto de zouk quando entende de ralar o tchan, conseguiu se dar bem no zouk, imagina nossa Jadão? Pra mim o zouk é uma rumba mais rápida, mas fazendo passinho da minhoca e girando a cabeça, e Jade não fez bem esses passos característicos. É inegável que ela tem muita sintonia com o Téo e o quanto ela brilha cada vez mais no palco, mas ela foi muito inconsistente tecnicamente, com problemas nas terminações com os braços, nos lifts e até no salto que ela já faz há uns 20 anos. Era dia dos namorados e acredito que Téo deveria ter investido em uma coreografia mais caprichete pra bater de frente com casal Patê, mas ele deixou isso pro melhor professor do programa fazer. Nota 8

Luiz: Mais um bate-cabelo. Ou melhor dizendo, um zouk. E olha, a pessoa gira tanto nessa dança, que no final da pra enjoar legal.

Não foi o caso da Jade. Eu vejo o zouk como uma dança redonda, onde os passos se complementam, há envolvimento e muito giro. Nessa dança não foi assim. A postura estava feia, quadrada. Os giros travavam, faltava técnica na entrada e na saída. Pegada de mão errada e um passo confundido ali no meio. Até o lift foi um pouco estranho. Me lembrou da Jade do começo do programa. Nota 8

Mika e Bárbara (Quickstep)

Captura de Tela 2017-06-13 às 21.56.16

Vitu: Arrisco dizer que essa foi uma das melhores performances do Mika. Veja bem, eu disse “do Mika”. Bem dentro da coreografia, sincronizado, no ritmo, mas… e o Quickstep? Foi muito slow quiquiqui pro que o ritmo necessita. A coreografia foi sem graça. Na altura que a competição está, os coreógrafos precisam extrair mais dos seus partners. Já não dá mais pra ser básico. Mika segue com a postura errada, curvado… Pelo que percebi o problema dele já nem é mais com a postura da dança em si, precisa fazer um RPG, sério. Nota 8

Lugui: Não acredito que fui pra plateia do programa pra ver Mika ir bem. Ele fez um bom quickstep, quando teve, porque teve de tudo nessa coreografia, mas pouco quickstep. Ouso dizer que foi mais um jive em que falta jive (bjs  Jayme) do que quickstep. Mas, pra mim, o grande problema foi a coreografia tão infantiloide e tatibitate a essa altura da competição. Isso foi muito dança de início de temporada e com baixa dificuldade!

Provavelmente Bárbara fez essa opção pra fazer parecer que Mika foi melhor do que ele realmente é, mas na fase em que a competição estamos, isso não foi uma apresentação de um campeão. Nota 8

Luiz: Eles pegaram o livro de regras dessa dança, pisaram em cima, rasgaram e deram descarga. Isso foi errado em vários níveis.

Começamos pelo Quickstep: muitas saudades desse ritmo que foi pouco explorado. Teve muito Charleston e isso é um erro. E eu digo o porquê (e já falei em outros posts): no Quickstep, entrou no hold/abraço, você solta APENAS pra terminar a dança. Falando nesse hold, cabe uma Fabíola Gadelha aí no meio e eu quero mamilo com mamilo! O hold eleva a postura, que estava terrível. O Mika errou uns passinhos na entrada e saída daquele Charleston/Jazz. E onde já se viu esse mortais no Quickstep? Só quer ser a Shawn Johnson. Enfiaram as regras naquele canto. Nota 6

Maytê e Paulo Victor (Valsa)

Captura de Tela 2017-06-13 às 22.39.15

 

Vitu: Foi linda a apresentação. Delicado, suave… A Maytê vai muito bem nos ritmos lentos porque dá pra trabalhar melhor a sincronia, coisa que sempre perde nos ritmos acelerados. Foi alongada, mas as terminações poderiam ter sido com um pouquiiiinho mais de qualidade.

A coreografia foi muito bonita e bem executada. Mas senti falta da Valsa de dar voltas mesmo e ainda que não tenha sido a proposta do Paulo, senti falta também do pescoço característico da Valsa vienense. Nota 9

Lugui: O tema era “o amor está no ar”, então era a semana perfeita pro casal Patê, que não sabe se tá brincando de Dancing Brasil ou de Power Couple. Porém, eu tive que ver minha própria Maytê sendo ROUBADA pelos jurados nessa apresentação. Teve interpretação impecável? Teve! E tiveram braços excelentes, postura perfeita, muitos giros e muita leveza também.

Foi uma das melhores danças dessa competição e Maytê estava linda e roubando todos os holofotes pra si. Porém, os jurados não comentaram nada disso, reclamaram de problema de tempo, e o único problema de tempo que vejo é o que tempo que já passou pra eles e deixou todos gagá. Sem contar que eles insistem em pedir ousadia, mas, pra qualquer teatro meia boca que fazem, parece que eles tão assistindo a um espetáculo da Broadway. Estou revoltado sim! Nota 10

Luiz: Eu tô encantado com os detalhes dessa dança. Abram o vídeo no YouTube e vejam a mão da Mayte dançando e alongando cada linha (3:08 é o ápice).

Era isso que eu queria ver no Dancing Brasil: musicas nacionais, trabalho de criatividade vindo do 0 dos professores, a exploração do que a gente tem de bom. Que lindo! Essa Valsa foi extremamente boa de se assistir. Mayte estava leve, dançando com o coração, sem errar uma ponta que fosse. Lift bem executado e um giro muito muito muito bom. Interpretações ideais, teatralidade sem interromper o desenvolvimento da dança e uma química do caralho. (Pra ajudar o Paulo com os jurados, só fazer uma historinha mais elaborado que eles caem). Nota 10

Leo e Dani (Cha Cha Cha)

Captura de Tela 2017-06-13 às 23.01.48

Vitu: Melhor coreografia da noite. Criatividade, técnica, ritmo presente, passos de Cha Cha Cha bem característicos e sem exagero, porém com um erro evidente na coreografia. A atuação foi na medida. Achei extremamente adequado para um programa com temática de Dia dos Namorados.

Claro que sempre tem aquela coisa que já comentei aqui do Léo sempre dançar como um personagem, mas talvez o personagem escolhido pra essa semana tenha sido o mais próximo do que ele é. Nota 9

Lugui: Eis que chega o Léo super irritante pra fazer striptease com a sua professora. O ritmo era cha cha cha, mas ele foi só cha cha chato mesmo. Ele executa muita bem os passos, mas parece que faz uma força enorme pra parecer grandioso e tudo parece menos natural que o corpo da Ângela Bismarchi.

Só quando começou a presepada que ele cresceu na apresentação e conseguiu ser ele mesmo, e aí tira mais roupa, dança na cama, usa o descamisado card e faltou só fazer o quadradinho de oito! Foi longe de ser uma dança ruim, mas não foi esse espetáculo todo e, se tirar a roupa é ousadia pros jurados, o Mika já era ousado na terceira semana. Nota 9

Luiz: Há duas maneiras de julgar e analisar essa dança. A primeira é a parte criativa. E pra isso, eu preciso aplaudir Dani de pé. Ela soube unir a música ao ritmo, criou personagens, um cenário e uma história com começo, meio e fim. Antes de ser uma dança, isso é uma performance e o quê de “artistry” colado foi muito inteligente. Me preocupei com da dança na cama, o que não é seguro, mas foi apenas um detalhe.

A segunda maneira é pelo ponto de vista técnico. A perfomance, enquanto Cha Cha Cha foi inteligente no ponto de conseguir encaixar os elementos do ritmo em uma música nada ideal. Um bolero seria ótimo ai. Os passos do Léo não foram tão precisos e teve um claríssimo erro na pegada de mão. Os lifts não são permitidos, mas eu já comecei a relevar. E faltou um pouco mais de quadril pro Léo.  É muito o que ponderar, mas foi bonito. Só não perfeito. Nota 9

Desafio em grupo: fusão de ritmos (Foxtrote e Salsa)

Léo e Dani + Mika e Bárbara 

Captura de Tela 2017-06-14 às 01.05.06

Vitu: Lá no programa eu não gostei muito porque achei que demoraram muito a engrenar na coreografia. Assistindo o vídeo mantenho minha opinião. A dança do Léo com o Mika no começo era pra ter sido engraçada? Pra mim, não foi e acho que perderam tempo nisso. A música poderia ter sido muito melhor explorada já com os dois casais dançando desde o início.

Mika errou no Foxtrote e na Salsa. Léo se atrapalhou muito na Salsa. Realmente, não ficou legal essa dança em grupo. Nota 7

Lugui: Esse grupo bateu todos os recordes de ego elevado por metro quadrado já vistos na face da terra. O somatório de um participante que se acha o mais engraçadão do Brasil + outro participante que se acha super interessante + 2 professores que amam aparecer resultam em um Lugui que preferia estar morto. A apresentação toda teve aquele teatrinho maroto de dar inveja a qualquer Zorra Total.

Léo e Mika começaram a dança tentando ser os maiores desconstruídos que você respeita e a ideia realmente foi ótima, mas a execução não foi no mesmo patamar. Na parte técnica, uma coreografia fácil, mas ainda assim com problemas técnicos de ambos. No final, tudo virou uma grande suruba e todos terminaram bem plenos com seus egos nos devidos lugares. Os jurados obviamente adoraram e encontraram a oitava maravilha da humanidade, enquanto eu odiei. Nota 7

Luiz: Tá faltando verba pro figurino? Podiam repetir uma roupinha de outra pessoa,  ninguém ia notar e podia deixar uma coisa mais coesa, né?

A parte do foxtrote foi melhor que a da Salsa. Foi mais sincronizada e até a postura do Mika tava melhor do que no Quickstep. A Salsa em si já foi mais complicada, principalmente nos lifts, que o Mika tem mais condições de fazer rápido pela base maior e mais forte que a do Léo e atrasou um pouco a Dani. Eles tiveram mais momentos bons do que ruins e souberam trabalhar em grupo. Nota 9

Jade e Téo + Maytê e Paulo Victor

Captura de Tela 2017-06-14 às 01.32.00

Vitu: Achei uma verdadeira confusão. Faltou sincronia de grupo. Maytê e Paulo perderam o contratempo numa parte da dança e os casais ficaram sem a menor sincronia, tava parecendo freestyle. Jade e Maytê se atrapalharam na hora que elas fizeram o passo de braço juntas na Salsa.

Dessa vez ficou muito evidente que a Maytê é muito melhor nos ritmos lentos. Na hora da Salsa, Jade, Téo e Paulo estavam no mesmo movimento e Maytê um pouco atrás. Foi uma coreografia, no geral, boa, mas mal executada. Nota 6

Lugui: Esse grupo foi uma verdadeira torta de climão feita pela produção pra fingir que não teve nenhum problema entre eles na semana de troca de casais, que a Maytê ama todo mundo e que tanto Paulo quanto Téo podem ser os melhores professores do programa. Enquanto rodava o VT dos ensaios, Jade e Maytê estavam bem bffs no palco e eu, como to shippando tudo, já quero essa amizade Jaytê!

Quando à apresentação, realmente teve dança e eu gosto quando é assim e não quando é uma peça de stand up. Porém, a opção de fazer os casais dançando de maneira sincronizada não deu muito certo porque não teve a menor sincronia e cada dupla parecia estar dançando uma música diferente, além da Maytê ter errado um passo (e ter confessado, o que é imperdoável em competição). A intenção foi boa e teriam sido ótimas apresentações, mas se fossem individuais. Nota 8

Luiz: Tem como fingir que essa dança não existiu e não entrou no currículo das meninas? Eu já vi esse MESMO problema acontecer com Meryl e Danica na S18 do DWTS e era uma Salsa também.

Sozinhos, eles até dançaram bem. Juntos que foi um desastre. Jade e Teo sempre à frente e mais rápidos que Mayte e Paulo e isso BEM evidente. Mayte se enrolou na roupa e ficou nervosa. Aí eles vão e se separam e dançam olhando pros jurados. 2 profissionais, uma atleta e uma atriz. Tinha que dar merda, né? Cada um fazia uma coisa, sem a menor sincronia. Muito difícil de apresentar essa coreografia nessas condições. Foi burrice. E a verba do figurino só deu pra pagar essa segunda pele, foi? Nada contra, só que destoou todos de preto e a Mayte de laranja. Nota 7

Momento Tânia Alves

Você arriscaria dizer quem dá aquele berro “MAYTÊ” de incentivo, assim que acaba a dança de grupo?

Resposta:

Captura de Tela 2017-06-14 às 02.00.13

Considerações

Vitu: Confesso que eu esperava bem mais de todos os casais nessa noite. O Top4 não deveria ter nenhuma nota menor do que 8 (na minha escala de pontuação), não quero mais ver erros de início de competição. Não está mais na hora de errarem passos, de não finalizarem, de não saberem executar um cambrê, de não ter sincronia, de postura. Isso é tolerável até o meio da competição. Os que sobraram são Top3, semifinalistas, as coreografias têm de ser maravilhosas e não ok.

O Top3 aliás formado por tipos diferentes: o teatral, a competitiva e a evolução. Eu quero ver show. Quero ver dança boa. Quero mais do que apresentações medianas e fracas.

Lugui: Eu amei ter assistido o programa na plateia! É ainda mais legal do que pela tv, com tudo muito bem produzido. Eu ainda pude gritar pela Maytê e ouvi meus gritos nos vídeos pelo menos umas 4 vezes hahahaha Só teria amado ainda mais se não tivesse ido pra ver Léo sendo adorado, Maytê sendo subestimada e Jade quase indo pra casa. Pelo menos fui buscar o Mika e levei ele de volta pro posto de gasolina pra ser bonecão do posto! Outro absurdo foi ter duas apresentações de foxtrote e nenhuma homenagem pra Tânia Alves com um slow qüíqüíqüí.

Já os jurados tiraram a noite pra me irritar e me fizeram ter saudades do júri do Superstar com direito a Fábio Autoral Jr ou Daniela insuportável Mercury. No final, pelo menos tirei foto com a Xuxa, senti o cheirinho de Jequiti dela, e voltei pra casa com um amaciante Comfort do merchan. P.S.: Ainda chocado com a altura do Sérgio Marone e com o fato dele ter uma curica que abana e limpa o suor dele.

Luiz: Amém que Vitu e Lugui foram buscar o Mika. O pior dos 4 que sobraram e creio que esse seja um top 3 justo. Temos a melhor dançarina, a superação e o showman. Será uma semifinal interessante e eu imploro que cada um dance 2 vezes! Gostei desse “desafio”, mas os ritmos poderiam ter sido diferentes e PELO AMOR DE DEUS, A VERBA DO FIGURINO. Até o Léo tirou a camisa hoje.

Semana que vem…

É a semifinal. Vai ter Sandy e Tiago Iorc no programa e será praticamente impossível ter algum ritmo agitado porque, né, meus amores, não vai ter Júnior lá pra gritar VAMO PULÁ! Mais uma vez peço aos participantes e, principalmente aos coreógrafos: NOS SURPREENDAM!

Beeeeijo, oooutro, tchau!

Anúncios

13 comentários em “Dancing Brasil #11

  1. Quando eu comecei a ver o programa, e falaram que iam juntar duas duplas, e passou o quarteto, eu quase caí do sofá, porque eu achei uma presepada absurda. Até mais porque seria interessante um coreógrafo, e uma coreógrafa trabalhando juntos, do que os dois do mesmo sexo. Mas foi bem óbvio que isso foi uma tentativa de passar aquela #paz que não existe nos bastidores.
    A Jade é uma fofa né? Prefiro ela dançando do que na Ginástica, porque na dança ela se diverte, enquanto na Ginástica ela está sempre no ponto de choro, e isso me irrita um pouco. Cantei que rolava Jade e Téo faz umas semanas, e bem, os sites de fofoca não falam sobre outra coisa depois de segunda – algo mais para cutucar menina Maytê, porque ela não é a única a formar um casal…
    Mika, eu até gostei da dança dele, mas como queria ele fora, vou fingir que ele foi bem mediano.
    Meu casal Patê, que me leva aos dois extremos – no caso a Maytê. Eu adoro os dois, mas foi uma valsa bolero que não foi totalmente valsa, mas foi lindo de se ver, eles são lindos demais ❤
    Léo, o descamizado card da semana foi totalmente aprovado por mim, pode usar mais vezes, por favor! E não entendi muito bem a dança não, maaaaaaaas, o povo deu 30 então deve ter sido maravilhosa.
    Os quartetos, eu gostei do primeiro, achei divertidos, embora tenha achado uma leve apelação aquele começo, mas eu gostei bastante. Já o segundo grupo, começou errado e não acertaram em momento algum, não deu liga, infelizmente não colou.
    Fiquei com um meeeeeeeeeeedo da Jade ser eliminada pelo Mika, porque não sabia o tamanho da força da torcida dele, ele era um Rebelde né? Ainda bem que não é tão forte assim, e a eliminação dele estava mais para a rejeição que ele como protagonista de Malhação teve, vá com Deus Bárbara!

    P.S.: Vou ter que assistir ao vídeo da Dança da Maytê só para ouvir o grito do Lugui.
    P.S.:² Sandy e Tiago Iorc deveriam ter ido essa semana, que era o tema do Dia dos Namorados, não vejo uma música interessante, para ser dançada. Duas semanas com essas músicas, e eu enjoarei horrores.

    Como funciona essa reta final? O melhor da noite se livra, e os dois vão para a zona de risco? Os ritmos continuam sendo diferentes? Eu acho muito injusto os ritmos serem diferentes, sempre achei. Há ritmos que exigem mais do que os outros, e muitas eliminações podem ter acontecido por causa disso, julgar as pessoas no mesmo nível com ritmos diferentes não me agrada.

    No mais estou na minha torcida por Maytê e Jade na final, mesmo gostando do Léo.

    Curtido por 1 pessoa

      1. Eu gritei lá várias vezes hahahaha nessa hora em questão eu gritei pq tava o maior climão com a dança ruim e quis apoiar Patê!

        A Jade é maravilhosa mesmo, to gostando muito de ver a participação dela no Dancing, forma minha final com Patê. Sobre o Léo, que bom que você aprovou o descamisado card, porque de dança não aprovo muito não hahahaha

        Curtir

  2. Notório que agora quem fica é quem tem o maior fã Clube…e não quem dançou melhor…tanto que o Mika teve a segunda maior pontuação e foi…e a Jade que realmente foi muito ruim ficou…mas confesso que graças a pessoas como eu que votaram nela….ela foi muito ruim no dia mas fez história de superação …não queria que ela saísse 😰
    Chocada com o grito Maitê do @lugui !!! Ouvi no dia e confesso que não achei merecido porque ficou nítido como ela é inferior aos demais na dança de duplas…mas enfim vença quem tem o maior fã clube…infelizmente !
    Morri que vcs foram lá…queria saber como faz !!!
    E confesso que sempre fico ansiosa por este post…porque não tem quase nada na mídia de comentários do dancing Brasil….e vcs comentam mesmo kkkk

    Curtido por 1 pessoa

    1. Paula, eu também fiquei chocado com meu grito porque não sabia que dava pra ouvir tanto hahaha mas confesso que não mereceram mesmo nessa hora, foi só pelo calor do programa!

      Sobre a questão de ficar quem tem torcida, realmente, a essa altura é por aí. Ainda acho justa a dinâmica do programa de só abrir votação pra quem teve as piores notas, pq dá um devido valor às notas dos jurados e pra quem dança mais de verdade. Mas agora, quando tem mais gente na zona de risco que salvo, é mais torcida consolidada ao longo do programa!

      Curtir

      1. @luguicosta exatamente isto ! Quando eram muitos os da zona de risco eram os piores…agora inverteu e o público fã será determinante !
        Na verdade tivemos os 5 melhores e qq um que saísse/sair não será tão justo…e que vença o melhor ou o mais queridinho rssss

        Curtir

  3. Graças aos deuses da dança a responsabilidade foi honrada e mandaram o miguezeiro pra casa…

    Dito isso, esse programa é um migué completo: aquela dança dos profissionais, com 1 dançarina e 3 dançarinos principais, eu APOSTO que já vi no DWTS EUA. Luiz, confirma? Se a coreografia não era cópia, o estilo de música era, e os elementos cênicos e iluminação tb. Quanta miguezisse! Em plena era da internet LTE Giga, eles tão aí fingindo que inventaram as coisas.

    Concordo com todas as análises. Só não consigo ver onde o Léo fez algo que beira o “arrasar”. Pra mim ele tá sempre 50 Tons… de vergonha alheia. Cara exagerado! A hora que ele fica abraçado com a teacher na cama gritando no ouvido dela – costumeiro já – como se tivessem descobrido a cura da AIDS, deu uma preguiça tremenda. E a MiMayté tava atrasada sim, desculpa ae Lugui.

    Falando em Lugui, aqui as pérolas luguiescas da semana #11:

    “O ritmo era cha cha cha, mas ele foi só cha cha chato mesmo.”
    – UAEHUAHEUAHEUAEHUAHE. Foi Exa… xa xa xa xagerado tb. Cara insuportável.

    “Esse grupo bateu todos os recordes de ego elevado por metro quadrado já vistos na face da terra. O somatório de um participante que se acha o mais engraçadão do Brasil + outro participante que se acha super interessante + 2 professores que amam aparecer resultam em um Lugui que preferia estar morto. A apresentação toda teve aquele teatrinho maroto de dar inveja a qualquer Zorra Total.”
    – Parágrafo tão perfeito que não tem o que comentar.

    Pausa pra comentar que eu estava certo que o Lugui ia fazer uma piada falando que a Xuxa foi falsa dizendo que queria uma piscina de Magnum, pois o que ela curte mesmo é uma piscina de MONANGE. Mas ele nem falou nada… hahahah. Fuén pra mim.

    Luiz, fala aí da dança dos pros e se foi cópia mesmo?

    P.S.- Sobre o momento Tânia: não sabia que o Lugui era homem! Achei que era moleque ainda. Aquela foto que aparece nas rádios pavês me fez achar que ele tinha uns 16 anos. AHHAHAHAHAHAHAHAHAHHA. Queria a foto do Lugui com o Vitu segurando uma lupa procurando a Tania pelo salão com cara de veado que vi katinguelê.

    Curtir

    1. Posso confirmar que a dança dos profissionais que você mencionou é, de fato, uma cópia descarada de um número do Macy’s Stars of Dance que foi feito na 18ª temporada do Dancing americano, com a Kathryn McCormick (ex-So You Think You Can Dance) e grande parte dos técnicos masculinos. O original pode ser visto aqui: https://www.youtube.com/watch?v=3PbOwcU_z8s

      O número do Sérgio Marone com os técnicos masculinos na 9ª semana de competição também é plágio, nesse caso de um número dançado pelos técnicos masculinos (com participação especial dos jogadores de futebol americano Antonio Brown e Von Miller, que já haviam competido naquela temporada em particular) durante a final da 22ª temporada: https://www.youtube.com/watch?v=0WyO126Rs5c

      Curtido por 1 pessoa

      1. Bia, adorei o kibe saindo quentinho direto do forno hahaha Mas realmente eles se ~ inspiram em algumas danças do dwts, tipo o paso doble do Mika de Piratas do Caribe… quem sabe na próxima temporada os coreógrafos estejam mais seguros e sejam mais originais!

        Curtir

      2. Bia, sua linda, obrigado por essa lição de casa sensacional. Deviam fazer um video pro youtube com as apresentações lado a lado e ver a vergonha alheia correr solta.

        Curtir

    2. Dentista, não falei do monange porque ainda estou perplexo que Xuxa não tem cheiro de monange: ela tem cheiro de Jequiti! Passou um perfume dela by Jequiti em pleno palco hahaha

      Ah, eu não tenho 16 anos, apesar de ter idade mental de menos que isso só por torcer pra Patê! Tenho 21 =P

      P.S.: Guardei a ideia da foto pra próxima hahaha

      Curtir

      1. Lugui, hahahaha, nenhum de vcs aqui tem idade mental de menos de 16 porque vcs dão notas melhores que os jurados! Pra ter senso comum, precisa de maturidade. Eu acho que embora a sugestão da foto seja uma boa idea, vai ser difícil achar a Tania com cara de veado que viu katinguele pois, como vc mesmo já falou, ela tá sempre crente que tá diviníssima. Vai estar com aquela cara de quem cheirou pum a vida toda!

        Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s