Dancing Brasil T2E02

Olá, passageiros! Estamos de volta para mais um recap. Chegamos à segunda semana da segunda temporada do Dancing Brasil. A galera se esforçou mais um pouquinho, mas continua fraca, hein…

Às vezes chego à conclusão de que tá faltando ensaio pra esse povo. O elenco da primeira temporada parecia ensaiar mais, pelo menos eu, @paypervitu, tenho essa impressão.

Já começamos com eliminação errada, porém não injusta. Fernando Pires foi o primeiro a sair – dançou por não dançar – e ainda foi deselegante, mesmo que sem perceber, pois ao dizer que tem uma vida paralela, tava intrínseco que os outros são desocupados.

Fato é que a galera ainda não se jogou na dança, salvo raras exceções. Como havia falado na semana passada sobre a abertura, o boato não era total boato. Apenas incluíram a Xuxa Evil Queen (maravilhosa) no final, onde apareceu tanto quanto no Carnaval Globeleza. Sentiram o imPACTO?

Captura de Tela 2017-08-02 às 02.50.00

Agora vamos ao “show” que nossas estrelas apresentaram! Claro que tem @luguicosta e @luizcmorais analisando também.

Yudi e Bárbara (Jive)

Yudi

Vitu: Foi bom! Yudi começou a temporada excelente e manteve o bom nível. Nesta apresentação teve erro de mão, desencontros de pés e falhou na precisão em alguns momentos, pareceu um pouco mais relaxado, mas sem dúvida nenhuma tem corpo pra dança e é muito bom vê-lo dançando. As terminações, o alongamento e a postura excelentes com bons contratempos e jogo de perna. Nota 7

Lugui: Gente, quando foi que Yudi se tornou uma pessoa suportável? Me perdi no tempo e do nada passei a torcer por ele. Yudi começou fazendo teatro dirigindo, só que ele nem tem altura pra dirigir carrinho de bate bate. Logo partiram pro jive e não faltou jive, pra alegria do Jaime, com muitos passos característicos do estilo. Yudi teve alguns problemas de sincronia e no final a coreografia virou meio que o Sérgio Marone, só encheu linguiça. No geral, Yudi manteve o bom nível da estreia e segue como o candidato a ser batido desta temporada e Bárbara deve estar feliz porque finalmente tem uma dupla pra dançar. Nota 8

Luiz: Pessoal do figurino errou a mão. Uma roupa nada a ver com a outra. Eu sei e defendo que a calça das danças seja mais alta, mas o pobre do Yudi perdeu metade do tronco. A Barbara parecia que tinha se enrolado num pedaço de algodão e deixou. Da cor de um cotonete.

Focando na dança, esse Jive foi muito bem explorado. Teve hold, teve truque, chutes e velocidade. Os pés do Yudi ganharam com a diferença de altura porque ele tá sempre pisando com os dedos e ele fixa pés, o que deixa o movimento mais preciso. Mas quando ele tirou os pés do chão pros chutes, faltou apontar o pé, que tava completamente espalmado. Precisa aprender a controlar o braço livre e segurar no tempo, em uns momentos ele passava a Barbara e precisava parar pra voltar ao eixo. Menino vai longe, mas tem que aprimorar! Nota 7

Jaque e Marcelo (Salsa)

Jaque

Vitu: Jaque precisa ser muito lapidada ainda, mas no Dancing Brasil tem que acelerar esse processo. Parecia que ela tava toda remendada nessa dança, sem nenhuma vontade de dançar, só se jogando pra um lado e pro outro. Não gostei dessa vibe marionete. Não vi alongamento nem de braço nem de pernas, não teve suavidade nos movimentos, essa vibe tentando ser sexy não combinou. A coreografia explorou muito os pontos fracos da Jaque e foi tudo desengonçado. Nota 5

Lugui: Se Tânia Alves criou sua escola de carão na temporada passada, a Jaque criou sua escola de bocão e em todo passo novo a coitada abria mais a boca pra tentar ter expressão. É pra boneca inflável nenhuma botar defeito! A Jaque foi tipo a amiga que bebe um pouco mais na balada pra ter coragem de seduzir o crush:  o corpo tava meio mole mas a coitada ficou firme forte batendo cabelo, girando e ralando a tcheca. Ela foi bem, executou bem o que foi proposto e tava mais uma vez entregue à dança, mas ela precisa melhorar a qualidade e os acabamentos. No mesmo caminho do Yudi, as coreografias do Marcelo estão ficando aceitáveis e eu não sei mais em que mundo estou! Nota 6

Luiz: De acordo com a minha pesquisa, a última pessoa considerada sexy por abrir a boca foi uma boneca inflável e a Jaque é mais que isso. Baita mulherão da porra, só precisa alguém pra dar um toque nela do tipo “miga, para”.

Marcelo tem me agradado mais essa temporada. Talvez seja porque a diferença dele com a Jaque não seja como era com a Sheila, mas sinto ele mais seguro e com coreografias mais bem pensadas. A Jaque tem pernas gigantes, lindas, mas que precisam de mais atenção. Esticá-las, melhorar o acabamento e as linhas, fixar o pé no chão pra dar estrutura ao passo e apontar o pé. São muitas coisas, mas quando uma se resolver, as outras serão consequências. O quadril poderia estar mais presente, mas ainda assim assistir a dança deles me agrada, o que é estranho pelo Marcelo. Nota 6

Carlos e Dani (Quickstep)

Carlos

Vitu: Início de temporada não dá pra mandar um Quickstep, bicho! Principalmente para quem é duro. Muito teatrinho até entrarem na dança de fato… Dani, nessa temporada não vai dar pra investir no teatro porque o seu partner não acompanha, apesar de ser ator. Foi ruim. Muitos desencontros coreográficos, tudo de qualquer jeito, uma bate-bate… Não tem um movimento sequer bem realizado. Ainda vai ter que melhorar MUITO pra poder ser considerado dança. Nota 2

Lugui: Vendo a atuação do Bonow nesse teatrinho mequetrefe criado pela Dani de Lova a gente percebe porque não conhece um trabalho sequer dele como ator. Acho que ele é  incapaz até de ser a cruz de Jesus ou a pedra que jogaram na cruz em alguma novela bíblica da Record. Teve uma tentativa de quickstep que ficou na tentativa mesmo, onde acertaram alguns passos e erraram nos outros, mas intercalando teatro e quickstep a cada 15 segundos, Bonow não conseguiu fazer nenhum bem. Pelo menos se esforçou. Nota 4

Luiz: Dar um Quickstep cedo assim na temporada é sacanagem. A coreografia da Dani não ajudou o Bonow. Ele é pesado, pisa firme, mas nessa dança foi bem desconfortável ver que ele não errava nenhum passo, mas também não teve um na hora certa. Ou antes ou depois da Dani e nesse estilo, a precisão é essencial. Faltou técnica, faltou um trabalho coreográfico melhor, trabalhos dos pés ainda com o calcanhar. Não foi uma boa dança. Nota 4

Lexa e Teo (Foxtrote)

Lexa

Vitu: Ao mesmo tempo que a Lexa tem suavidade na dança, ela ainda é pesada. Precisa limpar mais os movimentos, mais delicadeza, melhorar os acabamentos de braço, os cambrês e o alongamento. Ela ainda não deixa a música levar, mas nada que mais alguns ensaios não melhorem. Com a Lexa, o negócio é treino. Foi um Foxtrote bonito, mas ainda falta técnica. Nota 6

Lugui: Tem funkeira no foxtrote, sim! Lexa se saiu bem sem precisar rebolar a raba. Téo acertou quando usou uma coreografia mais simples que ao mesmo tempo introduziu bem o foxtrote, mas não induziu Lexa ao erro e a mostrar suas deficiências. Achei que à medida que a coreografia foi avançando, a fluidez foi se perdendo, sem contar que me dava vontade de pegar o braço da Lexa e esticar pra ensinar como se faz um acabamento de braços. Foi uma boa apresentação mas nada que justificasse o choro, parece que lembrou da grana que perdeu pra K2L ou do sucesso de Sua Cara da rival Anitta. Nota 7

Luiz: Lexa foi melhor do que eu esperava numa dança lenta. Ela estava um pouco à frente do Teo no início, mas entrou nos eixos e teve uma postura ok. Ombros altos, mas pescoço alongado, cabeça pra esquerda. Detalhes que fazem a diferença. O que me mata na Lexa são as mãos. Não tem leveza, tudo espalmado, dedos colados com superbonder. Perde é o alongamento do movimento. Amei o cabelo dela, igual um cupcake de chocolate com cobertura de creme. Nota 7

Suzana e Tutu (Rumba)

Captura de Tela 2017-08-02 às 00.08.09

Vitu: Isso é um exemplo de quem é levado pela música. Aí sim não foi só uma execução de coreografia. Expressividade, drama na medida certa, postura, terminações boas e a Suzana tem o perfil de bailarina que eu gosto, que segue o movimento até à última nota de cada break da música. A Rumba romântica foi densa, foi uma bonita apresentação. Quero ver muitas apresentações da Suzana ainda. Senti que ainda falta mais segurança e precisa de menos nervosismo. Nota 8

Lugui: LOUCURA, LOUCURA, LOUCURA! Que mulher! Teve rumba, teve sensualidade, teve tudo! Suzana foi sexy sem ser vulgar, bem diferente de quando era Tiazinha e era mais vulgar do que sexy! Ela acertou no movimento do quadril, no uso das posturas, nas expressões e nas finalizações. Ela veio bem forte pra essa temporada e Tutu poderia ter explorado ela ainda mais, porém a coreografia teve muitos momentos parados. Tutu melhorou muito o nível das coreografias dele, mas ainda pode melhorar mais com a Suzana. Nota 8

Luiz: “Suzana Alves. Atriz. Mulher. Forte. Mãe do pequeno baby Ben. Uma pessoa centrada que consegue expressar toda sua essência através dos movimentos do seu corpo.”  QUEM ESCREVE ISSO PELO AMOR DE DEUS HAHAHAHHAHA Parece carro de mensagem dando parabéns no meio da rua.

Uma rumba de excelente qualidade, bem correta na sua proposta. A coreografia pecou por passarem muito tempo só se esfregando e por parecer um cha cha cha no começo. A Suzana é uma dançarina incrível, o que eu falei da Jaque, ela tem de bom. Pernas alongadas, apontando, quadril trabalhando. Além disso, trabalha todas as linhas, mas peca pelos ombros ainda, que ficam altos demais e a postura curvada incomoda o visual em certos movimentos. Uma das melhores rumbas do Dancing Brasil em geral. Nota 8

Carla e Bruno (Jive)

Captura de Tela 2017-08-02 às 00.21.18

Vitu: Por que a Carla Prata tá fingindo que não sabe dançar? Tiveram erros grotescos nessa coreografia, que Carla Silver não deveria cometer. Teve um desequilíbrio muito grande de técnica, o casal tava fora de sincronia. Eu não tô entendendo a Carla, sinceramente. Os novos técnicos, incluindo o Bruno, estão querendo mostrar o que sabem e esquecendo de trabalhar as estrelas? Fica aí a questão.  Nota 5

Lugui: Carla não nega as origens de bailarina do Faustão quando faz o teatrinho de primário no começo das danças bem no estilo Dança dos Famosos. Ela foi tão mediana que justifica a ex-BBB Tatiele Polyana achar que podia ser bailarina do Faustão, porque se Carla era bailarina, qualquer um pode ser! Esse foi um clássico jive que não teve jive, foi só um rock sem saia rodada de bolinha. Foi tudo cheio de presepadas e mais confuso que a carteira de trabalho dela, que é bailarina, modelo, repórter, atriz.

Bruno é muito bom e isso só aumenta a disparidade entre ele e a Carla, eles precisam se concentrar e ver o que tá acontecendo que ate o Théo Becker tem nota mais alta do que a deles e recomeçar. E, claro, processo a escola de dança que formou a Carla Prata. Nota 5

Luiz: Vejam a dança olhando só pro Bruno. Ele é campeão de dança esportiva e deu uma aula de Jive pra gente. Que execução, que técnica, meus amigos! Pena que o criativo dele não seja lá essas coisas, né?! As cambalhotas passaram do ponto, não tinha necessidade.

A Carla até melhorou nessa semana, mas me surpreende a falta de habilidade com a música. Parece não saber contar os tempos, erra entrada. A coreografia não ajudou, correram muito, muito lenga-lenga e pareceu que o Bruno dançou pra ele e não com a Carla. Ela é boa, mas erra besteiras que levam a dança pra casa vez mais baixo. Nota 6

Jesus e Margreet (Rumba)

Captura de Tela 2017-08-02 às 01.18.32

Vitu: Gente… Quando eu tava achando: “nossa! Melhorou…” aí veio o final da coreografia e desandou tudo. A Margreet caiu, bicho! Jesus! (não o Luz). Além disso, cada um dançou uma música diferente, né? Aliás, ela dançou – e nem foi essas coisas – porque ele, a única coisa que fez bem foi o spinning. Mas o resto, falta tudo. Postura, classe, alongamento, terminações, ritmo… E quanto à Rumba? Nunca mais se ouviu falar dela… Nota 1

Lugui: Richarlyson de Fera me causava menos constrangimento que ver Jesus sem Luz dançando. Dá vontade de gritar “Jesus apaga a Luz” pra não ter que ver o menino dançando! Jesus, com sua peruca de Cauby Peixoto, até melhorou e agora não anda pelo palco, ele finge que dança, mas só finge mesmo e é bem mais canastrão que o namoro com a Madonna. A Magrela bem que tentou, plantou bananeira por uns 15 segundos pra passar a coreografia com o Jesus deitado sem passar vergonha, mas não teve jeito. Rumba? Não tivemos. Até porque mal tivemos dança. Esse aí não consegue nem cachê pra dançar valsa com debutante, coitado! Nota 3

Luiz: Essa fulana não era nem pra tá aí. Ela é artista circense. Eles estragaram minha música. Jesus Luz só não dança pior que a Maria Eugênia do Bambam.

O footwork dela é uma merda. O Jesus carregou a Margreet, abriu os braços e fez a dança da minhoca. A rumba mandou uma mensagem dizendo que esqueceram ela dentro do envelope. Nota 1

Theo e Sarah (Cha Cha Cha)

Captura de Tela 2017-08-02 às 01.31.14

Vitu: HAHAHAHAHAHA Essa apresentação me divertiu. Foi um horror de técnica, Theo duro que só um poste, mas a gente vê que ele se esforça, né? Pena que esforço não vale ponto. Na medida do possível, ele estava um pouco mais solto do que na primeira semana, mas ainda falta postura, swing, malemolência, só ensaiando muito. Sarah tacou uns passos de Cha Cha Cha e vamo que vamo. Não é assim, gente! Tem que trabalhar, estudar, se dedicar (e tô falando do técnico). Nota 4

Lugui: Theo podia pegar esse mapa pra tentar me localizar neste momento, porque me escondi de vergonha e não consigo mais sair. Théo é mais canastrão que os efeitos de Mutantes, só ficou chamando a plateia a dança inteira. Se na estreia ele foi espantalho, hoje ele virou aquele boneco João Bobo: ele não sabe nem mexer os braços e só fica indo de um lado pro outro. Também não tivemos expressão por motivos de permuta que pagou o botox e preenchimento, só que o botox paralisou a cara e o resto. Da próxima, podia pegar um GPS e procurar outro lugar pra dançar. Nota 3

Luiz: A coreografia da Sarah foi bem simples, tanto é que o Theo não esqueceu nenhum passo. Ele só não sabe executá-los direito. As vezes ele me lembra aquele nerd que tá tentando ao máximo, mas ao máximo MESMO e acaba saindo todo desengonçado. O Theo é meio duro, não flexiona muito os braços e as pernas, mas também não pisa com firmeza. Ele precisa encontrar a naturalidade na dança. E de um corte de cabelo urgentemente. Nota 5

Milene e Rafael (Foxtrote)

Captura de Tela 2017-08-02 às 01.57.50

Vitu: O começo foi terrível. Milene toda perdida, Rafael tentando ajeitar, ninguém se entendia e depois foi melhorando. Milene ainda tá muito insegura e tem tudo para ser uma boa bailarina, ela tem postura pra isso, só falta aprender a dançar. Ela tem fluidez, tem alongamento e tá quase aprendendo a finalizar. Ensaio e segurança: são os principais elementos que estão faltando na Milene. Nota 4

Lugui: Como a pessoa acerta cinco mil embaixadinhas mas não consegue acerta um passo em 2 minutos de apresentação? A coitada tava mais equivocada que os cortes de cabelo do Ronaldinho. Ela se esforçou para tentar parecer leve e fluida, mas tava com o sorriso maior que o do Coringa do Batman e com cara de quem ri de desespero. Não rolou. Ela errou tudo, trocou passos, finalizações mal feitas. Até melhorou um pouco no final, mas já era a tarde. Achei que a coreografia muito rápida e talvez complexa pro nível da Milene, então falta o professor conhecer os limites dela. Quem sabe ela não poderia ter feito um slowquíquíquíquí. Nota 4

Luiz: Eu acho que eles nem ensaiaram essa dança. A Milene se perdeu no início, no primeiro passo e foi dali mesmo que começou a desgraça. Fica até difícil analisar a dança quando os passos inteiros foram conduzidos verbalmente pelos Rafael. Não sei o que houve hoje, mas a Milene é BEM melhor que isso, viu. Uma noite infeliz, mas foi bem melhor que o Jesus. Nota 5

Alinne e Ygor (Quickstep)

Captura de Tela 2017-08-02 às 02.13.02

Vitu: Mais uma vez, muito teatro antes de entrar na dança. Houve melhora da primeira semana pra essa, mas teve erro coreográfico, desencontro, erro de sincronia, Alinne ainda cantou um pouquinho durante a apresentação… Ela precisa também levar mais a sério a coreografia para não ficar caricata. Ela tem tudo para ir longe na competição, mas precisa de mais seriedade. Nota 5

Lugui: O teatrinho da Alinne durou mais que a abertura do Mar Vermelho em Dez Mandamentos. Não via a hora daquilo acabar. Alinne tava com a cara mais elétrica que o seu próprio trio elétrico e tá na briga coma Jaque pelo título Rainha do Carão. A vencedora será coroada pela Tânia Alves no final da temporada. Alinne executou até bem os passos, mas não tinha quase nenhuma técnica de quickstep ali. Tava esperando o Jaime falar que “faltou jive” em mais uma coreografia de quickstep. Novamente a coreografia do Ygor foi fraca e ele precisa estimular a evolução da Alinne, ou os dois vão continuar na mesma afetação até o final. Nota 5

Luiz: Alguém já deve ter o boleto da Taylor Swift pelo uso da música né! Melhor que o do Bonow e até melhor que muitos da última temporada, nada longe do perfeito. A Alinne tem agilidade, mas não conseguiu manter todos os passos no mesmo ritmo. Perdeu a mão em alguns deles, não tiveram uma postura continua ao longa da dança, mas ainda assim foi bacana de se ver. Eles conseguirem entreter. E eu amei o liquidificador com os papéis picados, bem inteligente. Nota 6

Raphael e Nay (Salsa)

Captura de Tela 2017-08-02 às 02.20.59

Vitu: Uma música dessa tão pouco explorada. O figurino do Nosso Lar desceu e eles fizeram uma apresentação tão morna pra levar uma esporrada de Avatar na cara. Aliás, ficou bem sem sentido essa coreografia toda. Teve uma pequeeeeena melhora do Raphael, mas teve piora coreográfica. Salsa dá pra explorar tanto, a música foi ótima pro ritmo e parece que amassaram e jogaram no lixo. Cadê swing? Cadê postura? Morri com o Jaime pedindo pra ele fazer a durinha, mas era só a postura que tava errada mesmo. Nota 4

Lugui: A Nay é ao mesmo tempo boa e completamente boba. Parece que saiu de uma figuração do Zorra Total e continuou fazendo caras e bocas e um monte de bobeiras. Pelo menos ela tem expressão, o que Raphael nem tem. Ele é da Escola de Atores Inexpressivos Cigano Igor, onde Mika também havia se formado com honrarias. Raphael evoluiu de péssimo para bem ruim, ele até consegue executar alguma coisa, mas é completamente mecânico, utiliza mal o espaço, e fica esperando o próximo passo da parceira para copiar, sem contar que ele cantou mais que a Alinne Rosa na semana passada. A participação dele tá mais desnecessária que o banho de tinta que ele levou no final da apresentação. Nota 4

Luiz: Mesmo vindo do Jazz e do teatro musical,  a Nay tem feito um bom trabalho nas coreografias. Deve tá fazendo o dever de casa e pegando inspirações. Seria ótimo se o Raphael respondesse às expectativas porque até agora é só um rostinho bonito. Ele melhorou da última semana pra cá, mas não entrou na Salsa, ficou meio mosca morta no meio dessa música que é ótima por ritmo. Só um rostinho bonito que lembra dos passos (uns antes do tempo). Nota 6

Fernando e Bella (Cha Cha Cha)

Captura de Tela 2017-08-02 às 02.35.24

Vitu: A Bella é muito mal aproveitada. Fernando foi um suporte ruim pra ela e ficou tosca a parte do robô. Na verdade, achei inteligente da parte da Bella, pois sabendo que o Fernando não sabe dançar, tacou logo um robô pra disfarçar. Não rolou. Ficou pobre, ficou feio, não teve entrega, não teve dança. O único destaque foi a Bella. Ele esperava os comandos, ela tava direcionando a coreografia o tempo todo, tava dirigindo o número. Espero que ela tenha uma terceira chance com alguém que tenha condições de dançar. Quanto ao Cha Cha Cha: meio médio meio merda (a parte dele). Nota 1

Lugui: Bella estava belíssima e usando todos os produtos que a Dani de Lova não usa pra cuidar do cabelo. Bom, se o passinho do robô já devia ter sido mais banido que Alexandre Pires cantando em espanhol, imagina o irmão genérico do Alexandre fazendo uma dança toda baseada no passinho do robô? E o pior, sem contexto pra isso. Pelo menos disfarçou que ele é péssimo e ficou só constrangedor mesmo. Fernando até pareceu menos pior e Bella sabe trabalhar com ele, mas cha cha cha mesmo. Aliás, com uma pista de dança daquele tamanho, precisava mesmo dançar quase na cara dos jurados? Nota 4

Luiz: Nem no passinho do robô ele tem a naturalidade da dança. Não da pra ser um bom professor com um aluno sem jeito ou sem tanta vontade. Não sei se é ato falho dos professores, ou descaso da celebridade, mas não existe essa de andar numa dança. Ou você tá dançando ou tá andando. O Fernando caminhou durante a coreografia, parecia que tava com uma engrenagem enganchada. Dançar na mesa dos Jurados é um risco, afinal quanto mais perto, mais erros podem ser notados. Nada saiu ao menos agradável ao olho. Nota 3

Considerações

Captura de Tela 2017-08-02 às 02.48.17

Vitu: Esse elenco tá fraco. Pelo menos mais do que eu achava que seria. Não sei se é falta de ensaio e/ou dedicação, mas ainda não engrenou. Os bailarinos novos ainda estão se apresentando e não ensinando as estrelas a dançarem.

Quero ver mais dança! Quero ver mais explosão coreográfica, mais dinamismo, mais show. A maioria tá parecendo que foi ali num festival de dança de salão e outros na festa de final de ano da escola pra família assistir. Não vou me contentar com apresentação meia boca.

Lugui: Estou em coma depois de re-assistir e comentar mais 12 danças. O nível dos participantes não melhorou muito: quem se destacou no programa passado, manteve-se à frente no programa e quem foi péssimo continuou ruim. Espero mais surpresas, porque não quero decretar uma final Yudi x Suzana x Lexa com nem um mês de programa ainda.

As músicas do programa foram ruins e a maioria das coreografias também, com muito teatro infantil e pouca dança. Fico ansioso pra ver melhorias e superação no próximo programa, o primeiro temático da temporada.

Quanto à eliminação, achei justo que Jesus e Fernando estivessem ali. Milene também foi mal hoje, mas no conjunto dos dois primeiros programas, Théo, Raphael e Bonow também poderiam ter ocupado a vaga sem problemas. Não foi surpresa a saída do Fernando, provavelmente não renderia muito, mas o Jesus vai ter que pedir muito pra Jesus deixar ali por mais algum tempo!

Luiz: Alguém me passa o contato do RH da Record porque eu quero saber quem deixou uma artista circense ser professora de dança nesse programa, quem escreve o que a Xuxa lê e quem pensou na contratação do menino Sergio. Não tá fácil!

Na semana que vem…

Teremos apresentações temáticas. Musicas de cinema vão embalar as estrelas. Vamos ver se pelo menos assim, a galera pega no tranco! Pelo menos a metade porque tá sinistro.

A gente se lê! Até lá. Beijinho, beijinho. Tchau, tchau!

Captura de Tela 2017-08-02 às 02.50.18

Anúncios

15 comentários em “Dancing Brasil T2E02

  1. Na verdade, o tema da próxima semana, pelo o que eu entendi, é “ícones da música e do cinema”. Tipo uma expansão da Icons Night do DWTS 22. O que me leva a perguntar, será que um dos casais remanescentes vai fazer uma dança inspirada em Marilyn Monroe ou Audrey Hepburn? E será que teremos mais danças inspiradas em Michael Jackson e Beyoncé?

    Curtir

  2. Minhas considerações:
    – Yudi: tiveram alguns desencontros, menino yudi empolgado demais, mas ele já é dançarino feito, só precisa limpar mais a coreografia
    – Jaque: só precisa melhorar nas finalizações e no carão. Agora PRECISO dizer de novo: eu sei que a proposta do dancing é encaixar um ritmo na música, mas pqp essa música é muito nada a ver, fica até difícil analisar uma salsa! Tive que por no mute, porque mais uma vez eu tava com a impressão de que ouvia áudio de outro video e não conseguia analisar a dança.
    – Bonow: taí pq eu sempre preferi a DDF ao DWTS. Como é que um ritmo como quickstep, um dos mais difíceis de executar, é posto no início da temporada? É pro cidadão passar vergonha, não é possível. Na DDF os ritmos vão ficando mais difíceis conforme a temporada avança, isso sempre achei mais lógico. Tango, samba, paso doble e quickstep ao meu ver, enquanto dançarina de salão, os mais difíceis tecnicamente. Coreografia de ritmo difícil no começo da temporada tem grande chance de ficar uma bosta. Ainda assim, acho que vcs tão de má vontade com o Bonow. Eu achei que ia ser bem pior, e até que não ficou tão horrível assim, apesar de ele ter a leveza de um elefante. O que me irritou foi a sequência teatrinho – passos – mais teatrinho – agora mais passos. Ficou tosco. De resto, acho que ele tem grande chance de evoluir sim. Simpatizo com ele.
    – Lexa: AI QUE DELÍCIA UMA MÚSICA SE ENCAIXAR NO RITMO. Coreografia morna, mas corretinha. Ela insegura, porém executou legal. Concordo com o Jaime: o pião tinha que ser o gran finale (lembram do Foxtrote do Miguel Roncato na DDF? É disso que tô falando)
    – Tiazinha: não sou capaz de opinar muito bem por ainda não entendi WTF is Rumba. Pra mim é igual bolero, sério, não consigo diferenciar. Troca issaê por um forró.
    Mas gosto da Suzana, ela tem muita presença e já é finalista certa.
    – Carla Chata: ela desaprendeu a dançar? Passos sem precisão, e caretas muito forçadas. Ai, tenho muita má vontade com ela, desculpa. Quanto à música, prefiro a versão com a Carol Castro na DDF.

    Curtir

  3. Continuando…
    – Jesus: ai, que ruim. Como eu disse, não sei qualé a da rumba mas nem precisava saber pra notar que foi tudo bem nhé. E a partner dele parece de má vontade, não sei.
    – PasTheo: detesto Jota Quest, detesto a cara de deslumbrado dele e detesto aquele cabelo de Beiçola loiro. Não consegui acompanhar, malz ae. Semana passada eu ri horrores, eu não ria tanto desde o Fernando Rocha na DDF. Mas Fernando Rocha mora no meu coração, já o Theo me dá VA completa.
    – Milene: já comecei irritada com o sorriso de boba dela. Estragou tudo. Mas ela tem musicalidade, só precisa acreditar mais nela mesma, que tudo vai fluir. Rafael me parece bom instrutor, aguardo evolução da moça.
    – Alinne: ai, que pessoa OVER. Tenho preguiça dela. E a coreografia teve mais teatro que dança. Vamos melhorar aí, Ygor. Ela tem potencial.
    – Raphael: eu queria chorar no fim da apresentação. Uma música tão boa e tão mal aproveitada. Acho que o moço tá bem contido pra mostrar que não é apenas um rosto bonito, pq se quisesse, essa música permitia rebolation, carão e descamisado card. Fiquei feliz por isso. Mas isso não faz a coreografia deixar de ser fraca. Como bem o júri disse, a Nay não construiu um enredo na coreografia, tudo foi muito aleatório, desde o figurino Nosso Lar (hahaha boa, vitu), as escadas e a tinta azul.
    – Fernando: PG Filho e Jaime ficaram de má vontade, porque deu pra entender muito bem o robozinho. Achei uma boa sacada da Bella. Mas não é só de sacadas que vive uma dança, né? Enfim, eu sabia que ele não duraria muito. Por favor 1: parem com essa presepada de dançar em cima da mesa. Por favor 2: na próxima Temporada, se a Bella continuar, coloquem ela com um par decente (porque a produção saaaabe quem promete e quem só preenche vaga). A menina é boa, merece um Yudi na próxima vez.

    Considerações: as msgs que a Xuxa lê no telemprompter são cafonas, a abertura é brega e Sérgio marone tá mais aleatório que a tinta na cara do Raphael Sander. A produção é grandiosa, apesar disso.

    Curtir

  4. Eu Amo esse programa mas está bem sofrivel assistir

    Eu queria entender o que está acontecendo, tá tdo muito estanho
    Essas firulas teatrais estão sendo usadas demais
    A maioria precisa trabalhar nas transicoes, fazer ficar mais natural
    Eles ainda estão meio nervosos e as vezes parece que eles dançam tão tensos q fica estranho, tipo cabide no ombro e vassoura nas costas

    Yudi, Szana e Lexa lindoês

    Alinne pra mim tem chance de crescer

    Eu curto a Jacque, mas tá tensa

    Theo Becker tem o tipo de atitude que eu AMO, tenta o melhor dele sempre, leva a sério a competição, não tem medo e não pensa muito na hora da apresentação. Tdo bem que em questão de crescimento ele está caminhando com passinhos pequeninos, mas ele tenta

    Lucas e Carlos são praticmante o mesmo tipo de participante, são gatos e travados, mas pelo menos as expressoes facias são + ou – naturais e combinam com a dança, Jesus poderia estar nessa categoria, mas tá sempre com o mesmo rostinho

    Milene é otima com baby steps, quer fazer firula e teatrar a dança ela vai se perder ou pegar o jeito …

    Carla Pratta tá meio lastimavel, foi bailarina do Faustão e não tem vigor fisico, precisou entrar no Dancing Brasil pra perceber que dançar uma peça com passos reais por mais de 10 segundos é dificil e continua assustada como a maioria lá. Fico pensando que colocaram ela no spot de dnçarina boa e ela falhou ou colocaram ela lá pra meio que tentar mostrar que Balé do Faustão é composto por 30 bailarinas onde 10 realmente sabem dançar e as outras 20 sabem esticar a ponta do pé e fazer mão de bailarina e já estão dentro do programa.
    Lembram quando se perguntam pq Dani DeLova está de profissional e Carla Pratta de celebridade, então, acho q já tiveram a resposta né? Dani sabe o que está fazendo, é artista Carla não tem ideia nenhuma de arte só quer ser famosa e as pessoas falam que ela leva jeito e ela acredita e vai tentando.

    Se ninguém tiver um turn point essa teporada ficará superprevisivel
    Já queria eles colocando 3 do casting q pode ter o turn dançano jazz ou contemporaneo

    Valeu pelo post meninos

    Curtir

    1. Eu discordo, SSETINA e Paula. Foi esse diferencial que me fez prestar atenção no programa nos EUA. O problema é que no Brasil a escolha de músicas são muito equivocadas. Assistam uns 3 episódios de uma temporada qualquer da gringa e perceberão que todas as escolhas musicais tem um riff ou acorde que combinam com o gênero dançado. Assim como os textos da Xuxa são podres, como bem observou Luiz, as músicas são mal escolhidas.

      Curtir

  5. Até me senti deprimida em assistir esta temporada comparada à anterior….parece aquelas apresentações de escola que você só quer ver seu filho dançar !

    Se continuar assim…como disseram aqui…a final já está marcada : Yudi x Tiazinha x Lexa (que pode ser Jaque ou Alinne)
    Aliás já sou #teamyudi…ele arrasa frente aos demais !!!

    Curtir

  6. Olha, ler esse recap e os comentários afirmou o que eu estava sentindo: que essa temporada, por hora, não está valendo o investimento. Eu assisti na cama, torcendo pra dormir logo, mas era tanta mediocridade que espantou um pouco do meu sono. E fiquei sem vontade alguma de opinar sobre as danças. Acabaria só repetindo as coisas que já foram ditas ou repetindo o que eu falei semana passada. Por mim eu eliminaria quase todos os caras e deixaria as mulheres. A impressão é que esse povo tá ali pq não tinha mais o que fazer. Carelli fez um elenco podre onde muitos são muito semelhantes. Só de ator que não é ator, temos 3! Colocasse um atleta ali, ou um jornalista que curte aparecer tipo aquele Bacci, sei lá… mas muda um pouco! Convida o Frota se for o caso…

    No entanto, foi bom termos nosso Lugui venenoso essa semana. Até elegeria as pérolas luguiescas da semana, mas tem parágrafo que foi tão perfeito na íntegra que eu teria que copiar e colar blocos na área de comentário e só deixaria tudo pesado. E fiquei contente pela homenagem que ele me me fez em falar coisas que comentei semana passada: do botox do Becker e que na pista temos Jesus APAGA Luz Esse último tem que sumir logo. Acho que uma eliminação TRIPLA faria um bem danado nessa temporada morna.

    Curtir

    1. às vezes até tentaram coisa melhor, mas o artista não aceitou, seja por tempo ou por cachê.
      E topo tudo, até repescagem de Tânia Alves. Só não aceito alexandre frota.

      Curtir

      1. HAHAHAHAHAHAHA! Tania <3!

        Impossível que não tinha opção melhor. Tem ex jogador aos montes querendo aparecer. Tulio Maravilha iria de bom grado. A esposa do Silvinho Blau Blau foi até assistir a final passada. Poderiam ter convidado. Fizeram um elenco trash, isso sim…

        Curtir

  7. Vitu e amigos, o que dizer desse segundo episodio? chato, fraco e mais do mesmo. o Yudi é o único que mantém um nivel aceitável, os outraos estão em atras. realmente o nivel é outro nessa temporada, e decepcionante. mas irei acompanhar pois gosto do formato. no mais é esperar que acabe logo e comece a fazenda

    Curtir

    1. ontem assistindo já defini duas turmas
      a da competição : YUDI (o melhor), Tiazinha, Jaque, Lexa e até a Alinne (apesar que ontem ela foi pessima)
      e o resto….a turma do sono kkkk
      como disse meu filho ontem “que tédio” !

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s